Quadrinhos que perguntam "e se?"

Comentar

O cartunista da web Randall Munroe responde perguntas simples do tipo "e se" ("e se acertássemos uma bola de beisebol se move...

O cartunista da web Randall Munroe responde perguntas simples do tipo "e se" ("e se acertássemos uma bola de beisebol se movendo à velocidade da luz?"), usando matemática, física, lógica e humor inexpressivo. Nesta palestra encantadora, a pergunta de um leitor sobre os servidores de dados da Google levou Munroe num caminho sinuoso a uma resposta hilária e ultradetalhada; no qual, shhh, você talvez aprenda algo.




Eu tenho um recurso no meu site, onde toda semana as pessoas mandam perguntas hipotéticas para que eu responda, e eu tento respondê-las usando matemática, ciência e quadrinhos.



Por exemplo, uma pessoa perguntou como seria se acertássemos uma bola de beisebol arremessada a 90% da velocidade da luz? E eu fiz alguns cálculos. Bem, normalmente, quando um objeto voa pelo ar, o ar flui em torno do objeto, mas nesse caso, a bola estaria tão rápida que as moléculas de ar não teriam tempo de sair do caminho. a bola as acertaria e esmagaria, e as colisões com essas moléculas de ar derrubariam o nitrogênio, carbono e hidrogênio da bola, fragmentando-a em pequenas partículas, e também desencadeando ondas de fusão termonuclear no ar ao redor. Isso geraria uma rajada de raios-x que se espalhariam em uma bolha junto com partículas exóticas, plasma, com centro na posição do arremessador e se afastaria do arremessador levemente mais rápido do que a bola. Neste momento, cerca de 30 nanossegundos depois, a base do batedor está a uma distância em que a luz ainda não a atingiu, o que significa que o batedor ainda vê o arremessador prestes a arremessar e não tem ideia do que está acontecendo.

(Risos)

Agora, depois de 70 nanossegundos, a bola chega à base do batedor, ou pelo menos a nuvem de plasma em expansão que era antes a bola, e vai engolir o taco, o batedor a base, o apanhador e o árbitro e começar a desintegrá-los, enquanto também começa a levá-los para trás pelo recuo, que também começa a se desintegrar. E se você assistisse a isso tudo de uma colina, de preferência bem longe, você veria um brilho bem forte que desapareceria depois de uns segundos, seguido de uma onda de choque se expandindo, despedaçando árvores e casas à medida que se afasta do estádio, até que enfim, uma nuvem de cogumelo, levantando-se sobre a cidade.

(Risos)

As regras da Liga Nacional de Beisebol são um pouco obscuras, mas - (Risos) - entre as regras 6.02 e 5.09, acho que nessa situação, o batedor seria considerado atingido pelo arremesso e estaria apto a tomar a primeira base, se ela ainda existisse.

Esse é o tipo de pergunta que eu respondo. E as pessoas me escrevem várias outras perguntas estranhas. Eu já recebi uma pergunta dizendo:

Cientificamente falando, qual é o jeito melhor e mais rápido de se esconder um corpo?" Dá para responder logo essa?

E já recebi uma pergunta dizendo... já recebi perguntas assim:

Dá para provar se é possível encontrar de novo o amor depois de ter o coração partido?

E já recebi perguntas que claramente eram deveres de casa que queriam que eu fizesse por eles.

Mas, numa certa semana, há alguns meses, eu recebi uma pergunta sobre o Google. Se toda a informação digital do mundo fosse armazenada em cartões perfurados, de que tamanho seriam os depósitos do Google? Bem, o Google é bem sigiloso sobre suas operações. Então ninguém sabe de fato quanta informação o Google tem, e, na verdade, ninguém sabe quantos centros de dados, a não ser as pessoas no próprio Google. E eu tentei, conversei com eles, tentei perguntar a eles, e eles não revelam nada.

Então eu tentei descobrir sozinho. Há algumas coisas aqui que eu observei. Comecei com dinheiro. O Google tem que revelar o quanto gasta, em geral, e isso nos permite limitar o número de centros de dados que eles podem estar construindo. Um centro de dados grande custa uma certa quantia. E podemos também limitar quanto do mercado mundial de discos rígidos eles consomem, que, pelo jeito, é facilmente mensurável. Eu li um cálculo em algum momento, e acho que o Google tem falhas em discos cerca de a cada um ou dois minutos, e eles simplesmente jogam fora o disco e colocam um novo. Assim consomem um grande número deles. E quanto ao dinheiro, dá para se ter uma ideia de quantos desses centros eles têm. Também podemos observar a energia. Podemos ver de quanta eletricidade eles precisam, porque os servidores precisam de um tanto de eletricidade, e o Google é mais eficiente do que a maioria, mas ainda assim tem algumas necessidades básicas, e com isso podemos limitar o número de servidores que eles têm. Também podemos observar a metragem quadrada e ver, dos centros que conhecemos, qual é o tamanho deles? Quanto têm de espaço? Quantos racks de servidores cabem lá? E para alguns centros de dados, conseguimos ter duas dessas informações. Sabemos quanto eles gastam, e eles também, digamos, por terem que contratar com o governo local para conseguir a energia, talvez saibamos do acordo para comprar energia, assim sabemos quanta energia consomem. E podemos analisar a razão entre esses números, e deduzir para um centro de dados sobre o qual não temos informação, dá para deduzir, mas talvez só tenhamos um desses, com a metragem quadrada, dá para deduzir bem, talvez a energia seja proporcional. E dá para fazer a mesma coisa com vários outros números, com suposições sobre o armazenamento, o número de servidores, o número de discos por servidor, e, em cada caso, usar o que se sabe para criar um modelo que restringe as hipóteses para as coisas que não se sabe. É tipo rodear em torno do número em que se quer chegar. E isso é muito divertido.

A matemática nem é tão complexa, e na verdade não é nada além de resolver um sudoku.

Então, eu analisei toda essa informação, passei um ou dois dias pesquisando. E há algumas coisas que eu não analisei. Podemos sempre analisar as mensagens de recrutamento do Google, que eles postam. Isso dá uma ideia de onde eles têm funcionários. Às vezes, alguém visita um centro, tira uma foto com o celular e posta, não deveria fazer isso, mas dá para descobrir coisas sobre o hardware assim.

E até mesmo podemos ver entregadores de pizza. Parece que eles sabem onde ficam todos os centros do Google, pelo menos os que têm gente.

Mas eu propus minha própria estimativa, com a qual estava satisfeito, e havia cerca de 10 exabytes de dados por todas as operações do Google, e ainda cerca de outros cinco exabytes de armazenamento offline em unidades de fita, dos quais, pelo jeito, o Google é o maior consumidor do mundo.

E eu propus essa estimativa, e é uma quantidade de dados impressionante. É bem mais do que qualquer outra empresa no mundo tem, até onde sabemos. Há alguns outros competidores, principalmente todos logo pensam na NSA. Mas com alguns desses mesmos métodos, podemos examinar os centros de dados da NSA, e descobrir... não sabemos o que acontece lá, mas está claro que as operações deles não são tão grandes quanto as do Google.

Somando isso tudo, eu sugeri a outra coisa que podemos responder, que é: quantos cartões perfurados seriam necessários? Um cartão perfurado armazena cerca de 80 caracteres, e cabem cerca de 2 mil cartões em uma caixa, e as colocamo, digamos... na minha região natal, New England, elas cobririam toda a região até uma profundidade de pouco menos de cinco quilômetros, que é cerca de três vezes mais profundo do que as geleiras durante a última era glacial, há cerca de 20 mil anos.

Então é impraticável, mas eu acho que é a melhor resposta que eu poderia dar. E eu publiquei no meu site. Eu escrevi. E eu não esperava receber uma resposta do Google, porque, claro, eles foram tão sigilosos que não responderam minhas perguntas, e eu só publiquei e disse: "Bem, acho que nunca saberemos."

Mas um certo tempo depois, eu recebi uma mensagem do Google, algumas semanas depois, dizendo: "Ei, tem alguém aqui com um envelope para você." Eu vou pegá-lo e abri-lo, e são cartões perfurados.

(Risos)

Cartões perfurados com a marca do Google. E nesses cartões há vários furos, e eu disse:

"Obrigado, obrigado. Certo, o que está escrito?"

Eu consegui um software e comecei a lê-los, e escaneá-los, e era um enigma. Havia um tanto de código e eu pedi ajuda a uns amigos, e nós desvendamos o código, e havia outro código, e havia umas equações, e nós resolvemos as equações, e finalmente aparece uma mensagem do Google que era a resposta oficial deles para o meu artigo e ela dizia: "Sem comentários."

(Risos)

(Aplausos)

E eu adoro calcular esse tipo de coisa, e não é que eu goste da matemática. Eu faço muitas contas, mas não gosto da matemática por si só. Eu gosto de poder pegar algumas coisas que eu sei e, só mexendo com alguns símbolos num pedaço de papel, descobrir algo que eu não sabia e que é bem surpreendente. E recebo várias perguntas estúpidas, e adoro que a matemática nos dê o poder de respondê-las às vezes.

E às vezes não. Esta é uma pergunta que recebi de um leitor, um leitor anônimo, e no assunto só dizia: "Urgente", e este era o email inteiro:
Se as pessoas tivessem rodas e pudessem voar, como poderíamos diferenciá-las dos aviões?
Urgente.

(Risos)

E eu acho que há algumas perguntas que a matemática não consegue responder. Obrigado.

(Aplausos)

Fonte: Randall Munroe:
Comics that ask "what if?"

[Visto no Brasil acadêmico]

COMMENTS

BLOGGER

$show=mobile

Nome

#existepesquisanobrasil,1,A divulgar,2,Abelha,3,Acessibilidade,20,acessório,2,Acidente,48,Acidentes,2,Acústica,16,Adágios,1,Adestramento,5,Administração,26,adulto,1,Aerodinâmica,4,Aeronáutica,8,África,6,Agência Brasil,19,Agência Fiocruz,1,Agência Porvir,1,Agência Senado,1,Agência USP,4,Agricultura,4,Agropecuária,2,AIDS,1,AirBNB,1,Alcoolismo,7,Alemanha,3,Alerta,1,Algoritmo,8,Alimento,1,Alzheimer,4,Amazon,2,Amazônia,4,América Latina,1,Análise Combinatória,1,Anatomia,7,Android,3,Animação,47,Animais de Estimação,6,Animal,2,Antropologia,14,Apicultura,8,App,9,Apple,5,Apresentação,4,aquário,1,Argentina,4,Arqueologia,5,arquitetura,29,Arte,149,Astrobiologia,2,Astrofísica,3,Astronomia,25,Ativismo,26,Áudio,3,Audio FX,2,Áustria,1,Autismo,2,Auto-ajuda,10,Automobilismo,14,Automóvel,19,aventura,3,Aviação,5,Aviônica,8,Bahia,2,Balonismo,3,Banco Central,1,Banco de Dados,5,Beber e Dirigir,1,biblioteconomia,3,Bicicleta,1,Biografia,16,Biologia,157,Biologia Marinha,15,bioquímica,6,Biotecnologia,25,Bitcoin,2,Blog,29,Blogger,32,Boato,5,Bomba,1,borderô de desconto,1,Botânica,5,BRASA,1,BRASA Leads,1,Brasil,34,Brasília,14,BRIC,1,Browser,10,Bugs,3,CAD,3,Calor,2,Câmera lenta,1,Campanha,44,cardiologia,14,Carnaval,2,carreira,2,Cartografia,3,Casemods,1,Caso Isabella Nardoni,1,Caso Snowden,1,Ceará,1,Celebridades,6,celular,24,Células-Tronco,3,Cérebro,2,Charge,22,China,16,Cibercultura,2,Ciclovia,1,Cidadania,39,Ciência,183,Cinema,63,Clip,1,Cliparts,1,Cloud computing,4,Coaching,12,Comédia,2,competência,1,Complemento de dois,1,Comportamento,251,Computação,81,Computação em grade,5,Computação forense,3,Computação Gráfica,135,Computação Móvel,1,Computação Quântica,1,Comunicação e Marketing,131,Concurso,1,Concurso Cultural de Natal,1,Concursos Público,2,Concursos Públicos,3,Conectômica,1,Conferência,1,Congresso em Foco,1,Conspiração,2,Consumidor,7,Consumismo,3,contabilidade,2,Contos,46,Copa do Mundo,27,Cordel,3,Coreia do Norte,1,Coreia do Sul,1,Corpo,2,Coruja,1,cosmética,3,Cosmologia,21,Crash Course,1,Criança,1,Criatividade,3,Crime,46,Crime Digital,7,crise,11,crise econômica,8,crônica,5,crônicas,5,Cronologia,1,CSS,3,Cuba,4,Culinária,8,Cultura,9,Curiosidades,112,custos fixo,1,custos variáveis,1,Dança,6,DAO,1,Darwin,9,Davos,1,Debate,1,Decoração,1,demência,1,Demografia,3,Denúncia,10,Dermatologia,7,Desastre Natural,13,Descoberta,2,desconto duplicatas,1,Desenho instrucional,11,Desenvolvimento de jogos,9,Design,25,Design Instrucional,6,Destaque,25,Dia das Mães,1,Dia do professor,1,diabetes,6,Dicas,66,Didática,1,Dieta,3,diplomacia,3,Direito,174,Direito Eleitoral,1,Direito Internacional,28,Direito Trabalhista,1,Direito Tributário,2,Direitos Autorais,1,Direitos Humanos,37,Disney,5,Distrito Federal,2,Documentário,60,Doutorado,1,download,3,Drogas,7,Drone,3,Dubai,1,e-Book,2,e-governo,2,EBC,1,Ecologia,81,Economia,107,Editoração Eletrônica,1,Educação,332,Educação a Distância,143,Educação Corporativa,4,educação física,19,Educação sexual,6,Efeitos Sonoros,4,Egiptologia,1,Eleições,23,Eleições 2014,12,Eleições 2018,5,Eletricidade,9,eletrônica,3,Em Operários,1,Embrapa,1,empreendedorismo,6,enciclopédia,1,endocrinologia,5,Enem,3,Energia,14,Energia Alternativa,16,Energia Nuclear,11,Engenharia,62,Engenharia Agrícola,1,Engenharia Civil,4,Engenharia de materiais,13,Engenharia de Software,4,Engenharia Genética,30,Engenharia Mecânica,1,Enretenimento,1,Ensino a Distância,9,Ensino Superior,3,Entomologia,7,Entretenimento,41,Entrevista,85,Entrevista.,1,Epidemiologia,21,Epistemologia,1,Equador,1,Escândalo,5,Escritório,1,Espaço,66,Espanha,1,Espanhol,2,Espeleologia,1,Espetáculo,8,Espionagem,20,Esporte,39,Estação,1,Estágio,2,Estatísticas,32,estrutura de dados,1,Ética,24,EUA,14,Europa,2,Evento,37,Evolução,4,Exercícios físicos,2,Exobiologia,2,experiência,42,fábulas,3,Facebook,17,Farmacologia,8,Favo,1,Feminismo,1,Férias,1,Ferramentas,6,FIFA,2,Filantropia,4,Filmes,16,Filosofia,47,Finlândia,1,Fintech,1,Firefox,1,Física,103,Física Quântica,3,Fisiologia,7,Fisioterapia,6,Flagrante,2,Flamengo,1,Folclore,3,Fome,1,Fonética,1,Fonoaudiologia,6,Fotografia,40,Fotos em 360 graus,6,França,6,Francês,2,frases,2,Fraude,5,Freeware,67,Futebol,38,Futurologia,80,gadget,88,Gafe,2,Gamificação,5,Gastroenterologia,5,Gastronomia,2,Geek,1,Genética,39,Geofísica,1,Geografia,52,Geologia,10,Geometria,6,geopolítica,20,Gerenciamento do Tempo,1,Geriatria,10,Gestão de Competências,2,Gestão de Configuração,2,Gestão de Pessoas,3,Gestão de Projetos,17,Gestão do conhecimento,6,Ginecologia,3,Glass,1,Google,79,Governo,4,GPS,1,Gradiente,1,gramática,13,Gravidez,1,Grécia,1,Grécia Antiga,1,Guerra,36,Guerra Civil,2,Guinness,1,H2,2,Haiti,3,hardware,35,História,191,HIV,1,Hololens,2,homenagem,45,Horologia,1,HPV,1,HTML,6,Humor,209,Humor Negro,8,IBGE,2,IBM,4,ICIJ,2,Idioma,43,IHC,8,ilo,29,ilusão,34,ilusionismo,5,Imagem 3D,16,Imagens,6,Imagine Cup,1,Império Romano,6,Imprensa,33,Impressora 3D,16,Imunologia,2,Incêndio,2,Inclusão digital,8,Índia,3,Índios,1,Infectologia,16,Infográfico,47,Informática,38,Inglaterra,3,Inglês,22,Inovação,180,Inspiração,1,Inteligência Artificial,98,intercâmbio,1,Interface,188,Interfaces Hápticas,20,Internacional,22,Internacionalização da Amazônia,3,Internet,160,Internet das Coisas,2,Inundação,2,Invenção,20,Inventos,6,iPad,1,IPEA,1,iphone,3,Irã,3,Iraque,1,Israel,6,Japão,2,Java,2,Java.,2,jogos,10,Jogos educativos,13,Jogos Olímpicos,10,Jornalismo,69,Justiça,4,Kinect,10,Le Monde Diplomatique Brasil,9,Le Monde Diplomatique Brasil,1,Letras,1,Lexicografia,5,Liderança,3,Life Hacking,20,Linguística,9,Literatura,55,Livro,58,Lógica,25,Logística,4,Loterias,4,Lua,1,Maçonaria,4,Malásia,2,Malvinas,2,Malware,1,Mapa,69,Mário Sérgio Conti,1,Marte,2,Mastologia,1,Matemática,76,Matemática Financeira,1,maternidade,1,Mecânica,8,Mecânica dos Fluidos,2,Mecatrônica,46,Medicina,471,Medicina Esportiva,1,Medicina Veterinária,4,Meio Ambiente,104,Mel,1,melanoma,1,Memória,5,memorização,4,Mente,4,Mercado de Trabalho,70,mercosul,1,Mestrado,1,meteorologia,11,Metodologia Científica,44,México,1,Microbiologia,4,Microsoft,14,Mídia Social,54,Militar,14,Mineralogia,1,Mistério,2,MIT,12,Mitologia,2,Mobilidade,1,Mobilidade Urbana,9,MonaVie,1,Montanhismo,1,Moodle,7,Mossad,1,Motivação,1,Movimento Maker,1,MSF,1,Mudança Climática,20,Mulher,4,Multimídia,14,museu,10,Música,82,MVC,1,Nanotecnologia,33,Nasa,16,Natação,2,Natal,17,Natureza,1,Negócios,25,Netflix,1,Neurociência,83,Neurologia,77,Nicolelis,1,Nordeste,2,Noruega,1,notícias,8,Novidades,18,Novo Enem,2,Números,1,Nutrição,63,Obama,1,Obesidade,10,Observatório da Imprensa,26,Obstetrícia,3,Oceanografia,7,odontologia,7,Offshore Leaks,2,oftalmologia,11,Olimpíadas,7,oncologia,45,ONU,8,Opinião,92,Óptica,17,Oracle,1,Oriente Médio,5,Orkut,2,Ornitologia,1,ortografia,3,Ortopedia,3,Ótica,8,Otorrinolaringologia,1,Oxfam,2,Pacifismo,1,Paginadores,1,paleontologia,3,Paquistão,1,Pará,2,Paraguai,2,parkinson,2,Passeio virtual,1,Patinação,1,Pedagogia,1,Pediatria,6,Pensamentos,2,performance,2,Periférico,1,Pesca,2,Pesquisa,198,Petição,1,Petrobrás,9,Petróleo,12,Photoshop,5,Pirataria,7,planilha de custo,1,Playstation 3,2,Plebiscito,3,Pneumologia,1,Podcast,4,Poesia,28,Poítica,1,Politica,5,Política,288,Portugal,6,português,18,Pós-graduação,1,prazo médio,1,Pré-sal,5,Prêmio Nobel,6,primatologia,1,Primeira Guerra Mundial,1,privacidade,18,produtividade,3,professor Hamilton Alves,2,Programa Gratuito,4,Programação,51,Projeção Mapeada,1,Projeto Truco,2,Promoção,1,Propaganda,5,Psicanálise,1,Psicologia,266,Psicologia Animal,23,Psiquiatria,13,Pública,12,publicidade,19,Publieditorial,4,Quadrinhos,10,Quads,5,Qualidade,3,Qualidade de Vida,11,química,32,REA,2,realidade aumentada,44,realidade diminuída,2,Realidade Misturada,2,Realidade Virtual,37,Reconhecimento de imagem,12,Reconhecimento de voz,3,Recorde,1,Recoverit,1,Recuperar vídeos,1,Redação,1,redes,10,Referência,2,Referendo,1,Reforma Política,3,Reino Unido,1,Relacionamento,2,Relações Internacionais,40,Religião,39,Responsabilidade Social,4,Retrospectiva,1,Review,4,Rio 2016,6,Rio de Janeiro,1,Rio Grande do Norte,1,Rio Grande do Sul,1,robótica,97,Roda Viva,45,Roma,5,roteiro,1,RSA,1,Rússia,1,Samsung,1,Sanitarismo,5,Santa Catarina,1,São Paulo,4,Saúde,488,Savant,1,Segunda Guerra Mundial,22,Segurança,117,Segurança da Informação,60,Seleção Natural,2,Séries,2,serviço,1,Serviço Online,1,Sexologia,2,sexualidade,5,Show,7,SIGGRAPH,1,Simulação,29,Singularity University,1,Síria,3,Sismologia,2,Sistema operacional,4,Sistemas de Numeração,1,Sites de Busca,14,Sociedade,4,Sociologia,52,Software,32,Software Livre,25,Sol,2,Sono,4,Sony,2,SOPA,2,Star Wars,1,Suécia,3,Sugestão de presentes,61,Sun,1,supercomputadores,2,Sustentabilidade,5,Tabagismo,6,Taiwan,1,Talento precoce,1,taxa de juros efetiva,1,taxa de juros nominal,1,Taxas Equivalentes,1,Taxidermia,1,Teatro,26,Técnicas de Estudo,2,Tecnologia,540,Tecnologia da Informação,28,TED,390,TED-Ed,40,TedMed,2,TEDx,1,TEDx Rio+20,1,TEDxAmazônia,1,TEDxAsaSul,1,Telefonia,59,Televisão,43,Temas,1,Tempo,1,Tendências,10,Teologia,5,teoria das supercordas,1,Terremoto,7,Terrorismo,15,Tesla,1,Testes,17,Tipologia,8,Tomada de Decisão,1,tradução,5,Trânsito,11,transporte,55,tributo,3,Trigonometria,1,Tubarão,2,Tunísia,1,Turismo,21,Tutorial,20,Twitter,8,Uber,4,UFC,1,UFG,1,ufologia,5,UFRJ,1,Unicamp,1,UNIFESP,1,universidade,5,Universidade Corporativa,1,Universidade de Cambridge,2,Universidade de Michigan,1,Universidade de Princeton,1,Urbanismo,23,Urologia,1,User Experience,1,USP,6,Utilidade Pública,3,Utilitário,3,Vale,1,Vaticano,1,Veículo Autônomo,7,Ventriloquismo,3,Verão,1,vestibular,3,Vestimenta,1,Vida Digital,7,Vida Moderna,18,Vida Selvagem,10,Videogame,114,Vídeos,929,Vídeos 360,1,Violência,5,Vírus,2,Visão Computacional,9,Vôlei,1,Vulcanologia,6,Watergate Política,1,WCIT 2016,2,WCIT 2017,1,Web 2.0,29,Web Application,136,Web Semântica,2,Web Seminar,1,webdesign,11,Webinar,2,widget,2,WikiLeaks,37,Wikipedia,4,Windows,5,Xadrez,2,YouTube,6,Zika,1,Zoologia,56,
ltr
item
Brasil Acadêmico: Quadrinhos que perguntam "e se?"
Quadrinhos que perguntam "e se?"
http://3.bp.blogspot.com/-QyK45mbivLI/VML6LB5FpkI/AAAAAAAAcBM/cn2Lj0kcyic/s1600/munroe.jpg
http://3.bp.blogspot.com/-QyK45mbivLI/VML6LB5FpkI/AAAAAAAAcBM/cn2Lj0kcyic/s72-c/munroe.jpg
Brasil Acadêmico
https://blog.brasilacademico.com/2015/01/quadrinhos-que-perguntam-e-se.html
https://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/2015/01/quadrinhos-que-perguntam-e-se.html
true
3049085869098582068
UTF-8
Todos os posts carregados Nenhumpost encontrado VER TODOS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Home Páginas POSTS Ver Todos Recomendado para você CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODOS POSTS Não encontrado nehum post de acordo com o seu critério Voltar para Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agorinha 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais que 5 semanas atrás Seguidores Seguir THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy