Os desafios inesperados das primeiras eleições de um país

Comentar

Como ensinar a um país inteiro como votar quando ninguém nunca votou antes? É um desafio enorme que as democracias novatas enfrentam pelo mu...

Como ensinar a um país inteiro como votar quando ninguém nunca votou antes? É um desafio enorme que as democracias novatas enfrentam pelo mundo - e um dos maiores problemas vem a ser a falta de um linguajar comum. Afinal, se não conseguimos descrever algo, provavelmente não o compreendemos. Numa palestra surpreendente, a especialista em eleições, Philippa Neave, compartilha suas experiências das linhas de frente da democracia, e sua solução para esta lacuna de linguagem singular.


O grande filósofo Aristóteles disse: se algo não existe, não há palavra para nomeá-lo, e se não há uma palavra para algo, este algo não existe. Quando falamos sobre eleições, nós, em democracias estabelecidas, sabemos do que estamos falando. Temos as palavras, o vocabulário.



Sabemos o que é um local de eleição e o que é uma cédula eleitoral. Mas e nos países onde a democracia não existe, onde não há palavras para descrever os conceitos que fundamentam uma sociedade democrática?

Eu trabalho num campo de assistência eleitoral, ou seja, auxiliamos democracias emergentes a organizar o que é geralmente suas primeiras eleições. Quando me perguntam o que eu faço, muitas vezes recebo a seguinte reação: "Ah, então você é daquelas pessoas que vão pelo mundo impondo a democracia ocidental aos países que não conseguem lidar com ela". As Nações Unidas não impõem nada à ninguém. Não mesmo, e também, o que fazemos é ancorado firmemente na Declaração Universal de Direitos Humanos de 1948, Artigo 21, que diz que todos devem ter o direito de escolher quem os governa.

Esta é a base do trabalho. Eu me especializo em divulgação para o público. O que é isso? Outro jargão. Quer dizer criar campanhas de informação para que candidatos e eleitores, que nunca tiveram a oportunidade de participar ou votar, entendam onde, quando e como se inscrever; onde, quando e como votar; e por que é importante participar. Eu elaboro campanhas específicas para alcançar mulheres para garantir que elas tomem parte no processo. Para jovens também. Todas as pessoas. Pessoas com necessidades especiais; tentamos alcançar a todos.

Não é sempre fácil, porque muitas vezes neste trabalho, eu percebi agora, depois de anos nele, nos faltam palavras, então, o que fazer?

Afeganistão. Um país com índice de analfabetismo alto, e o problema ali é que, em 2005, organizamos duas eleições no mesmo dia. A logística era incrivelmente complicada, e parecia que ser mais eficiente fazer assim. Foi, mas por outro lado, explicar duas eleições em vez de uma foi ainda mais complicado. Usamos muitas imagens, e quando chegou a eleição em si, tivemos problemas porque muitos queriam participar, tivemos 300 candidatos para 52 cargos na Câmara dos Deputados, que é a eleição parlamentar. E para o Conselho Municipal, tivemos ainda mais candidatos: 330 para 54 vagas. Começando pela concepção da cédula, assim era a cédula. Do tamanho de um jornal. Esta era a cédula da Câmara dos Deputados. (Risos) Sim, e esta era a cédula do Conselho Municipal. Maior ainda. Vejam que usamos muitos símbolos.

E tivemos outros problemas no Sul do Sudão. O Sul do Sudão tinha uma outra situação. Havia muitas pessoas que, claro, nunca tinham votado, e tínhamos um índice extremo de alfabetismo, infraestrutura muito pobre. Por exemplo: é um país do tamanho do Texas ou menor. Havia sete quilômetros de estradas pavimentadas, sete no país todo, incluindo a pista de asfalto de pouso dos aviões, no Aeroporto Juba. Transportar material eleitoral e etc. é extremamente difícil. As pessoas não faziam ideia de como era uma urna. Foi muito complicado, então usar comunicação verbal era obviamente a melhor maneira, mas havia 132 línguas. Foi extremamente desafiante.

Eu cheguei na Tunísia em 2011. Era a Primavera Árabe. Muita esperança tinha sido criada pelo enorme movimento que acontecia na região. Na Líbia, no Egito, no Yêmen.

Era um momento histórico enorme. Eu me reunia com a comissão eleitoral, e falávamos sobre vários aspectos da eleição, e eu os ouvia usar palavras que eu nunca tinha escutado, eu tinha trabalhado com iraquianos, jordanianos, egípcios, mas de repente utilizavam essas palavras. Eu achei aquilo estranho. O que originou essa discussão foi a palavra "observador". Estávamos discutindo os observadores da eleição, e o encarregado da eleição falava sobre "mulahiz" em árabe. Significa "notar" de uma forma pacífica, como em: "Eu notei que ele vestia uma camisa azul clara". Eu verifiquei se a camisa era azul? Este era o papel do observador da eleição. Muito ativo, chefiado por um mundo de acordos, e tem uma função de controle. Então me dei conta do fato que no Egito estavam usando o termo "mutabi" que quer dizer "seguir". Estávamos então tendo seguidores da eleição. Isto não está certo, também, porque há um termo já aceito e em uso, a palavra "muraqib", que quer dizer "um controlador". Tem a noção de controle. Pensei que três palavras para um conceito não era nada bom. Com os nossos colegas, pensamos que era o nosso papel ajudar a garantir que as palavras eram compreendidas e criar um trabalho de referência que poderia ser usado em toda a região Árabe.

É foi isso que fizemos. Juntos com estes colegas, lançamos o "Léxico Árabe de Terminologias Eleitorais", e trabalhamos em oito países. Definimos 481 termos que formaram a base de tudo que é preciso saber para organizar uma eleição democrática. Definimos estes termos, trabalhamos com colegas árabes e chegamos a um acordo sobre quais seriam as palavras adequadas para usar em árabe. A língua árabe é muito rica, e esta é parte do problema. Há 22 países que falam árabe, e usam o padrão árabe moderno, que é o árabe usado em toda a região pelos jornais e emissoras, mas lógico que de um país para outro a língua e seu uso diário variam: dialetos, expressões, etc. Esta foi outra camada de complicação. De um lado tínhamos o problema de que a língua não era totalmente madura. Neologismos e novas expressões surgiam.

Definimos todos estes termos, e tínhamos oito correspondentes na região. Apresentamos a proposta para eles, eles nos responderam: "Sim, entendemos a definição. Concordamos com ela, mas é assim que dizemos no nosso país". Nós não harmonizaríamos ou forçaríamos a harmonização. Tentávamos simplificar a compreensão entre as pessoas. Em amarelo, vemos várias expressões em uso em diversos países.

Fico feliz em dizer que levou três anos para produzir este léxico porque também terminamos a proposta e o levamos para o campo, nos reunimos com as comissões eleições em todos estes países debatemos, definimos e refinamos a proposta, e finalmente publicamos em novembro de 2014 no Cairo. Já fomos bem longe. Publicamos 10 mil cópias. Até agora, há cerca de 3 mil downloads da internet em formato PDF. Ouví recentemente de um colega que o levaram à Somália. Vão produzir uma versão dele na Somália, pois não há nada por lá. É muito bom saber. A Organização Árabe para Gerenciamento de Corpos Eleitorais formada recentemente está tentando personalizar como as eleições são gerenciadas na região, e estão usando o léxico também. A Liga Árabe agora tem consolidada uma unidade de observação pan-árabe, e estão usando-o. Isto é muito bom.

Porém, este trabalho de referência é bastante denso, é complexo e muitos termos são bastante técnicos, e o público provavelmente não precisa saber nem um terço dele. Mas o povo do Oriente Médio tem sido privado de todas formas do que chamamos educação cívica. É parte do currículo das nossas escolas. Não existe naquela parte do mundo, e eu acho que é direito de todos saber como essas coisas funcionam. Seria bom pensar em criar um trabalho de referência para as pessoas comuns, levando em conta que agora temos uma base com a qual trabalhar, mas também temos tecnologia, e podemos nos alcançar as pessoas usando aplicativos de celular, vídeo e animação. Há tantos tipos de ferramentas para serem usadas hoje para comunicar essas ideias às pessoas pela primeira vez em suas línguas.

Escutamos muitas notícias ruins do Oriente Médio: sobre o caos da guerra, do terrorismo; Ouvimos sobre sectarismo e as notícias negativas horríveis que vêm a nós o tempo todo. Mas o que não ouvimos é sobre o que as pessoas comuns pensam. Pelo que aspiram? Vamos dar-lhes os meios, as palavras. A maioria silenciosa está silenciosa porque não tem as palavras. A maioria silenciosa precisa saber. É hora de dar ferramentas de conhecimento às pessoas com as quais possam se informar.

A maioria silenciosa não precisa ser silenciosa. Vamos ajudá-la a ter voz.

Muito obrigada.

(Aplausos)

Fonte: Philippa Neave:
The unexpected challenges of a country's first election

[Visto no Brasil Acadêmico]

COMMENTS

BLOGGER

$show=mobile

Nome

#existepesquisanobrasil,1,A divulgar,2,Abelha,3,Acessibilidade,20,acessório,2,Acidente,48,Acidentes,2,Acústica,16,Adágios,1,Adestramento,5,Administração,26,adulto,1,Aerodinâmica,4,Aeronáutica,8,África,6,Agência Brasil,18,Agência Fiocruz,1,Agência Porvir,1,Agência Senado,1,Agência USP,4,Agricultura,4,Agropecuária,2,AIDS,1,AirBNB,1,Alcoolismo,7,Alemanha,3,Alerta,1,Algoritmo,8,Alimento,1,Alzheimer,4,Amazon,1,Amazônia,4,América Latina,1,Análise Combinatória,1,Anatomia,6,Android,3,Animação,46,Animais de Estimação,6,Animal,2,Antropologia,14,Apicultura,8,App,9,Apple,5,Apresentação,4,aquário,1,Argentina,4,Arqueologia,5,arquitetura,29,Arte,149,Astrobiologia,2,Astrofísica,3,Astronomia,24,Ativismo,26,Áudio,3,Audio FX,2,Áustria,1,Autismo,2,Auto-ajuda,10,Automobilismo,14,Automóvel,19,aventura,3,Aviação,5,Aviônica,8,Bahia,2,Balonismo,3,Banco de Dados,5,Beber e Dirigir,1,biblioteconomia,3,Bicicleta,1,Biografia,16,Biologia,157,Biologia Marinha,15,bioquímica,6,Biotecnologia,25,Bitcoin,2,Blog,29,Blogger,32,Boato,5,Bomba,1,borderô de desconto,1,Botânica,5,BRASA,1,BRASA Leads,1,Brasil,34,Brasília,14,BRIC,1,Browser,10,Bugs,3,CAD,3,Calor,2,Câmera lenta,1,Campanha,44,cardiologia,14,Carnaval,2,carreira,2,Cartografia,3,Casemods,1,Caso Isabella Nardoni,1,Caso Snowden,1,Ceará,1,Celebridades,6,celular,24,Células-Tronco,3,Cérebro,2,Charge,22,China,16,Cibercultura,2,Ciclovia,1,Cidadania,39,Ciência,183,Cinema,63,Clip,1,Cliparts,1,Cloud computing,4,Coaching,12,Comédia,2,competência,1,Complemento de dois,1,Comportamento,249,Computação,81,Computação em grade,5,Computação forense,3,Computação Gráfica,135,Computação Móvel,1,Comunicação e Marketing,131,Concurso,1,Concurso Cultural de Natal,1,Concursos Público,2,Concursos Públicos,3,Conectômica,1,Conferência,1,Congresso em Foco,1,Conspiração,2,Consumidor,7,Consumismo,3,contabilidade,2,Contos,45,Copa do Mundo,27,Cordel,3,Coreia do Norte,1,Coreia do Sul,1,Corpo,2,Coruja,1,cosmética,3,Cosmologia,21,Crash Course,1,Criança,1,Criatividade,3,Crime,46,Crime Digital,7,crise,11,crise econômica,8,crônica,5,crônicas,5,Cronologia,1,CSS,3,Cuba,4,Culinária,8,Cultura,9,Curiosidades,112,custos fixo,1,custos variáveis,1,Dança,6,DAO,1,Darwin,9,Davos,1,Debate,1,Decoração,1,demência,1,Demografia,3,Denúncia,10,Dermatologia,7,Desastre Natural,13,Descoberta,2,desconto duplicatas,1,Desenho instrucional,11,Desenvolvimento de jogos,8,Design,25,Design Instrucional,6,Destaque,25,Dia das Mães,1,Dia do professor,1,diabetes,6,Dicas,66,Didática,1,Dieta,3,diplomacia,3,Direito,173,Direito Eleitoral,1,Direito Internacional,28,Direito Trabalhista,1,Direito Tributário,2,Direitos Autorais,1,Direitos Humanos,37,Disney,5,Distrito Federal,2,Documentário,60,Doutorado,1,download,3,Drogas,7,Drone,3,Dubai,1,e-Book,2,e-governo,2,EBC,1,Ecologia,81,Economia,106,Editoração Eletrônica,1,Educação,331,Educação a Distância,143,Educação Corporativa,4,educação física,19,Educação sexual,6,Efeitos Sonoros,4,Egiptologia,1,Eleições,23,Eleições 2014,12,Eleições 2018,5,Eletricidade,9,eletrônica,3,Em Operários,1,Embrapa,1,empreendedorismo,6,enciclopédia,1,endocrinologia,5,Enem,3,Energia,14,Energia Alternativa,16,Energia Nuclear,11,Engenharia,62,Engenharia Agrícola,1,Engenharia Civil,4,Engenharia de materiais,13,Engenharia de Software,4,Engenharia Genética,30,Engenharia Mecânica,1,Enretenimento,1,Ensino a Distância,9,Ensino Superior,3,Entomologia,7,Entretenimento,41,Entrevista,83,Entrevista.,1,Epidemiologia,21,Epistemologia,1,Equador,1,Escândalo,5,Escritório,1,Espaço,65,Espanha,1,Espanhol,2,Espeleologia,1,Espetáculo,8,Espionagem,20,Esporte,39,Estação,1,Estágio,2,Estatísticas,32,estrutura de dados,1,Ética,23,EUA,14,Europa,2,Evento,37,Evolução,4,Exercícios físicos,2,Exobiologia,2,experiência,42,fábulas,3,Facebook,17,Farmacologia,8,Favo,1,Feminismo,1,Férias,1,Ferramentas,6,FIFA,2,Filantropia,4,Filmes,16,Filosofia,47,Finlândia,1,Firefox,1,Física,103,Física Quântica,3,Fisiologia,7,Fisioterapia,6,Flagrante,2,Flamengo,1,Folclore,3,Fome,1,Fonética,1,Fonoaudiologia,6,Fotografia,40,Fotos em 360 graus,6,França,6,Francês,2,frases,2,Fraude,4,Freeware,67,Futebol,38,Futurologia,78,gadget,88,Gafe,2,Gamificação,5,Gastroenterologia,5,Gastronomia,2,Geek,1,Genética,38,Geofísica,1,Geografia,52,Geologia,10,Geometria,6,geopolítica,20,Gerenciamento do Tempo,1,Geriatria,10,Gestão de Competências,2,Gestão de Configuração,2,Gestão de Pessoas,3,Gestão de Projetos,17,Gestão do conhecimento,6,Ginecologia,3,Glass,1,Google,78,Governo,4,GPS,1,Gradiente,1,gramática,13,Gravidez,1,Grécia,1,Grécia Antiga,1,Guerra,35,Guerra Civil,2,Guinness,1,H2,2,Haiti,3,hardware,35,História,187,HIV,1,Hololens,2,homenagem,45,Horologia,1,HPV,1,HTML,6,Humor,208,Humor Negro,8,IBGE,2,IBM,4,ICIJ,2,Idioma,43,IHC,8,ilo,29,ilusão,34,ilusionismo,5,Imagem 3D,16,Imagens,6,Imagine Cup,1,Império Romano,5,Imprensa,33,Impressora 3D,16,Imunologia,2,Incêndio,2,Inclusão digital,8,Índia,3,Índios,1,Infectologia,16,Infográfico,47,Informática,38,Inglaterra,3,Inglês,22,Inovação,178,Inspiração,1,Inteligência Artificial,98,intercâmbio,1,Interface,188,Interfaces Hápticas,20,Internacional,22,Internacionalização da Amazônia,3,Internet,160,Internet das Coisas,2,Inundação,2,Invenção,20,Inventos,6,iPad,1,IPEA,1,iphone,3,Irã,3,Iraque,1,Israel,6,Japão,2,Java,2,Java.,2,jogos,9,Jogos educativos,13,Jogos Olímpicos,10,Jornalismo,69,Justiça,4,Kinect,10,Le Monde Diplomatique Brasil,9,Le Monde Diplomatique Brasil,1,Letras,1,Lexicografia,5,Liderança,3,Life Hacking,20,Linguística,9,Literatura,54,Livro,57,Lógica,25,Logística,4,Loterias,4,Lua,1,Maçonaria,4,Malásia,2,Malvinas,2,Malware,1,Mapa,68,Mário Sérgio Conti,1,Marte,2,Mastologia,1,Matemática,76,Matemática Financeira,1,maternidade,1,Mecânica,8,Mecânica dos Fluidos,2,Mecatrônica,46,Medicina,470,Medicina Esportiva,1,Medicina Veterinária,4,Meio Ambiente,104,Mel,1,melanoma,1,Memória,5,memorização,4,Mente,4,Mercado de Trabalho,68,mercosul,1,Mestrado,1,meteorologia,11,Metodologia Científica,44,México,1,Microbiologia,4,Microsoft,14,Mídia Social,54,Militar,14,Mineralogia,1,Mistério,2,MIT,12,Mitologia,2,Mobilidade,1,Mobilidade Urbana,9,MonaVie,1,Montanhismo,1,Moodle,7,Mossad,1,Motivação,1,Movimento Maker,1,MSF,1,Mudança Climática,20,Mulher,4,Multimídia,14,museu,10,Música,82,MVC,1,Nanotecnologia,33,Nasa,15,Natação,2,Natal,17,Natureza,1,Negócios,25,Netflix,1,Neurociência,82,Neurologia,77,Nicolelis,1,Nordeste,2,Noruega,1,notícias,8,Novidades,18,Novo Enem,2,Números,1,Nutrição,63,Obama,1,Obesidade,10,Observatório da Imprensa,26,Obstetrícia,3,Oceanografia,7,odontologia,7,Offshore Leaks,2,oftalmologia,11,Olimpíadas,7,oncologia,45,ONU,8,Opinião,92,Óptica,17,Oracle,1,Oriente Médio,5,Orkut,2,Ornitologia,1,ortografia,3,Ortopedia,3,Ótica,8,Otorrinolaringologia,1,Oxfam,2,Pacifismo,1,Paginadores,1,paleontologia,3,Paquistão,1,Pará,2,Paraguai,2,parkinson,2,Passeio virtual,1,Patinação,1,Pedagogia,1,Pediatria,6,Pensamentos,2,performance,2,Periférico,1,Pesca,2,Pesquisa,198,Petição,1,Petrobrás,9,Petróleo,12,Photoshop,5,Pirataria,7,planilha de custo,1,Playstation 3,2,Plebiscito,3,Pneumologia,1,Podcast,4,Poesia,28,Poítica,1,Politica,5,Política,287,Portugal,6,português,18,Pós-graduação,1,prazo médio,1,Pré-sal,5,Prêmio Nobel,6,primatologia,1,Primeira Guerra Mundial,1,privacidade,17,produtividade,3,professor Hamilton Alves,2,Programa Gratuito,4,Programação,51,Projeção Mapeada,1,Projeto Truco,2,Promoção,1,Propaganda,5,Psicanálise,1,Psicologia,265,Psicologia Animal,23,Psiquiatria,13,Pública,12,publicidade,18,Publieditorial,4,Quadrinhos,10,Quads,5,Qualidade,3,Qualidade de Vida,11,química,32,REA,2,realidade aumentada,44,realidade diminuída,2,Realidade Misturada,2,Realidade Virtual,37,Reconhecimento de imagem,12,Reconhecimento de voz,3,Recorde,1,Recoverit,1,Recuperar vídeos,1,Redação,1,redes,10,Referência,2,Referendo,1,Reforma Política,3,Reino Unido,1,Relacionamento,2,Relações Internacionais,40,Religião,39,Responsabilidade Social,4,Retrospectiva,1,Review,4,Rio 2016,6,Rio de Janeiro,1,Rio Grande do Norte,1,Rio Grande do Sul,1,robótica,97,Roda Viva,45,Roma,4,roteiro,1,RSA,1,Rússia,1,Samsung,1,Sanitarismo,5,Santa Catarina,1,São Paulo,4,Saúde,484,Savant,1,Segunda Guerra Mundial,21,Segurança,116,Segurança da Informação,60,Seleção Natural,2,Séries,2,serviço,1,Serviço Online,1,Sexologia,2,sexualidade,5,Show,7,SIGGRAPH,1,Simulação,28,Singularity University,1,Síria,3,Sismologia,2,Sistema operacional,4,Sistemas de Numeração,1,Sites de Busca,14,Sociedade,4,Sociologia,52,Software,32,Software Livre,25,Sol,2,Sono,4,Sony,2,SOPA,2,Star Wars,1,Suécia,3,Sugestão de presentes,61,Sun,1,supercomputadores,2,Sustentabilidade,5,Tabagismo,6,Taiwan,1,Talento precoce,1,taxa de juros efetiva,1,taxa de juros nominal,1,Taxas Equivalentes,1,Taxidermia,1,Teatro,26,Técnicas de Estudo,2,Tecnologia,538,Tecnologia da Informação,28,TED,389,TED-Ed,40,TedMed,2,TEDx,1,TEDx Rio+20,1,TEDxAmazônia,1,TEDxAsaSul,1,Telefonia,59,Televisão,43,Temas,1,Tempo,1,Tendências,10,Teologia,5,teoria das supercordas,1,Terremoto,7,Terrorismo,15,Tesla,1,Testes,17,Tipologia,8,Tomada de Decisão,1,tradução,5,Trânsito,11,transporte,55,tributo,3,Trigonometria,1,Tubarão,2,Tunísia,1,Turismo,21,Tutorial,20,Twitter,8,Uber,4,UFC,1,UFG,1,ufologia,5,UFRJ,1,Unicamp,1,UNIFESP,1,universidade,5,Universidade Corporativa,1,Universidade de Cambridge,2,Universidade de Michigan,1,Urbanismo,23,Urologia,1,User Experience,1,USP,6,Utilidade Pública,3,Utilitário,3,Vale,1,Vaticano,1,Veículo Autônomo,7,Ventriloquismo,3,Verão,1,vestibular,3,Vestimenta,1,Vida Digital,7,Vida Moderna,17,Vida Selvagem,10,Videogame,114,Vídeos,928,Vídeos 360,1,Violência,4,Vírus,2,Visão Computacional,9,Vôlei,1,Vulcanologia,6,Watergate Política,1,WCIT 2016,2,WCIT 2017,1,Web 2.0,29,Web Application,134,Web Semântica,2,Web Seminar,1,webdesign,11,Webinar,2,widget,2,WikiLeaks,37,Wikipedia,4,Windows,5,Xadrez,1,YouTube,6,Zika,1,Zoologia,56,
ltr
item
Brasil Acadêmico: Os desafios inesperados das primeiras eleições de um país
Os desafios inesperados das primeiras eleições de um país
https://2.bp.blogspot.com/-zpGvTUrQAPk/WIQHuHWzMBI/AAAAAAAAqLI/MmLYR4MB18sG8nIBeyRvd1h77wDOHQQhQCLcB/s320/eleicoes.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-zpGvTUrQAPk/WIQHuHWzMBI/AAAAAAAAqLI/MmLYR4MB18sG8nIBeyRvd1h77wDOHQQhQCLcB/s72-c/eleicoes.jpg
Brasil Acadêmico
https://blog.brasilacademico.com/2017/01/os-desafios-inesperados-das-primeiras.html
https://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/2017/01/os-desafios-inesperados-das-primeiras.html
true
3049085869098582068
UTF-8
Todos os posts carregados Nenhumpost encontrado VER TODOS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Home Páginas POSTS Ver Todos Recomendado para você CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODOS POSTS Não encontrado nehum post de acordo com o seu critério Voltar para Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agorinha 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais que 5 semanas atrás Seguidores Seguir THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy