O cientista que usa maçãs para fazer orelhas

Comentar

Andrew Pelling é um "biohacker", e a natureza é o seu hardware. Seus materiais prediletos são os mais simples (e, na maioria das v...

Andrew Pelling é um "biohacker", e a natureza é o seu hardware. Seus materiais prediletos são os mais simples (e, na maioria das vezes, ele os procura no lixo).

Na estrutura de celulose que dá forma à maçã, ele "cultiva "orelhas vivas", na vanguarda de um processo que poderá um dia ser usado para reparar partes do corpo de forma segura e barata. E ele tem ideias ainda mais surpreendentes para compartilhar... "Mas fico imaginando se algum dia vai ser possível reparar, reconstruir e melhorar nosso próprio corpo com coisas fabricadas na cozinha de casa", diz ele.



Tenho uma confissão a fazer: adoro bisbilhotar o lixo alheio. Mas não é uma bizarrice. Normalmente procuro por eletrônicos velhos para, na minha oficina, transformá-los. Tenho um fetiche por leitores de CD-ROM. Eles têm três motores que me permitem construir coisas que se movem. Há interruptores para ligar e desligar coisas. Tem até um laser irado que permite transformar um robô legal num robô incrível.

Construí um monte de coisas com sucata, e algumas delas até são úteis. Mas o negócio é o seguinte: para mim, o lixo é apenas uma chance de brincar, ser criativo e construir coisas para me divertir. Como adoro fazer isso, incorporei esse hábito no meu trabalho. Dirijo um laboratório universitário de pesquisa biológica onde valorizamos acima de tudo a curiosidade e a exploração. Não focamos nenhum problema em particular, e não estamos tentando curar nenhuma doença específica. É apenas um lugar onde as pessoas podem fazer perguntas fascinantes e encontrar respostas. E percebi há muito tempo que desafiar as pessoas a construírem o equipamento de que precisam com as coisas que pego no lixo é uma excelente maneira de estimular a criatividade. E o que aconteceu foi que artistas e cientistas do mundo todo começaram a vir ao meu laboratório. E isso não só por valorizarmos ideias inovadoras, mas porque as testamos e validamos com rigor científico.

Um dia, eu estava transformando algo, separando as peças, e de repente me veio uma ideia: "Seria possível fazer com a biologia como fazemos com o hardware? Seria possível desmontar um sistema biológico, misturar e combinar as partes e depois montá-las novamente de uma forma nova e criativa?" Meu laboratório começou a trabalhar nisso, e quero lhes mostrar o resultado.

Vocês sabem me dizer que fruta é esta?

Plateia: Maçã!

Andrew Pelling: Isso mesmo, é uma maçã. Gostaria que notassem como ela é um pouco mais vermelha do que a maioria das maçãs. E a razão é que cultivamos células humanas dentro dela. Pegamos uma simples maçã McIntosh, removemos as suas células e o seu DNA e, no lugar, implantamos células humanas. Após removermos todas as células da maçã, sobrou este "scaffold" de celulose. É isso o que dá às plantas sua forma e textura. E é nestes buraquinhos aqui que ficavam todas as células da maçã. Implantamos ali células de mamíferos, que vocês podem ver em azul. Elas começaram a se multiplicar e acabaram preenchendo todo o scaffold.

Curiosamente, este scaffold na verdade nos lembra a forma como nossos tecidos se organizam. E, em nosso trabalho pré-clínico, descobrimos que é possível não só implantar estes scaffolds no corpo, mas que este envia células e suprimento sanguíneo para manter tais estruturas vivas. Foi aí que começaram a me perguntar: "Andrew, você consegue fazer partes do corpo com maçãs?" E eu: "Você veio ao lugar certo".

(Risos)

Na verdade, criei isso com minha esposa. Ela fabrica instrumentos musicais e trabalha com escultura em madeira. Então, pedi a ela: "Você poderia literalmente esculpir algumas orelhas de maçã para nós?" E ela esculpiu. Daí, levei as orelhas para o laboratório e começamos a prepará-las. Sim, eu sei.

(Risos)

É um bom laboratório, gente.

(Risos)

Então cultivamos células nelas. E este foi o resultado.

Vejam bem, meu laboratório não está no ramo da fabricação de orelhas. Na verdade, há pessoas trabalhando nisso há décadas. Mas tem um problema: os scaffolds comerciais podem ser muito caros e problemáticos, porque utilizam produtos patenteados, animais ou cadáveres. Mas usamos maçãs, e saiu a preço de banana.

O mais legal disso tudo é que não é difícil fazer essas coisas. O equipamento necessário pode ser construído com sucata, e o passo-chave desse processo requer apenas água e sabão. Depois, deixamos todas as instruções on-line com o código aberto. Então fundamos uma empresa social e estamos desenvolvendo kits para que seja possível a qualquer pessoa que tenha uma pia e um ferro de solda fazer essas coisas em casa. Mas fico imaginando se vai ser possível reparar, reconstruir e melhorar nosso próprio corpo com coisas fabricadas na cozinha de casa.

Falando em cozinha, tenho aqui alguns aspargos. Eles são saborosos e dão um cheiro estranho ao xixi.

(Risos)

Estava na cozinha de casa e notei que, nos talos desses aspargos, existiam uns vasos minúsculos. E, numa tomografia feita no laboratório, pudemos ver como a celulose forma essas estruturas. Essa imagem me lembra duas coisas: nossos vasos sanguíneos e a estrutura e a organização de nossos nervos e da coluna vertebral.

Portanto, eis a questão: podemos cultivar axônios e neurônios nesses canais? Porque, se pudermos, então talvez possamos usar aspargos para formar novas conexões entre as extremidades de nervos danificados e rompidos. Quem sabe até uma coluna vertebral. Mas preciso esclarecer: isso ainda demanda um trabalho extremamente desafiador e difícil, e não somos os únicos trabalhando nisso. Mas somos os únicos usando aspargos.

(Risos)

Neste exato momento, temos dados-piloto realmente promissores e engenheiros de tecidos e neurocirurgiões trabalhando para descobrir o que é realmente possível.

Mas todo este trabalho mostrado aqui, as coisas que construímos, tudo isso ao meu redor aqui no palco e os outros projetos do meu laboratório, são todos eles o resultado direto da minha brincadeira com o seu lixo. Brincar... brincar é uma parte fundamental da minha prática científica. É minha forma de treinar minha mente para inovar e criar e decidir fazer orelhas de maçã humanas.

Assim, da próxima vez que virem alguma porcaria tecnológica quebrada, funcionando mal, quero que pensem em mim. Porque eu a quero.

(Risos)

Sério, por favor, encontrem uma forma de entrar em contato comigo, e vamos ver o que podemos construir.

Obrigado.

(Aplausos)

Fonte: TED
[Visto no Brasil Acadêmico]

COMMENTS

BLOGGER

$show=mobile

Nome

#existepesquisanobrasil,1,A divulgar,2,Abelha,3,Acessibilidade,20,acessório,2,Acidente,48,Acidentes,2,Acústica,16,Adágios,1,Adestramento,5,Administração,26,adulto,1,Aerodinâmica,4,Aeronáutica,8,África,6,Agência Brasil,18,Agência Fiocruz,1,Agência Porvir,1,Agência Senado,1,Agência USP,4,Agricultura,4,Agropecuária,2,AIDS,1,AirBNB,1,Alcoolismo,7,Alemanha,3,Alerta,1,Algoritmo,8,Alimento,1,Alzheimer,4,Amazon,1,Amazônia,4,América Latina,1,Análise Combinatória,1,Anatomia,6,Android,3,Animação,46,Animais de Estimação,6,Animal,2,Antropologia,14,Apicultura,8,App,9,Apple,5,Apresentação,4,aquário,1,Argentina,4,Arqueologia,5,arquitetura,29,Arte,149,Astrobiologia,2,Astrofísica,3,Astronomia,24,Ativismo,26,Áudio,3,Audio FX,2,Áustria,1,Autismo,2,Auto-ajuda,10,Automobilismo,14,Automóvel,19,aventura,3,Aviação,5,Aviônica,8,Bahia,2,Balonismo,3,Banco de Dados,5,Beber e Dirigir,1,biblioteconomia,3,Bicicleta,1,Biografia,16,Biologia,157,Biologia Marinha,15,bioquímica,6,Biotecnologia,25,Bitcoin,2,Blog,29,Blogger,32,Boato,5,Bomba,1,borderô de desconto,1,Botânica,5,BRASA,1,BRASA Leads,1,Brasil,34,Brasília,14,BRIC,1,Browser,10,Bugs,3,CAD,3,Calor,2,Câmera lenta,1,Campanha,44,cardiologia,14,Carnaval,2,carreira,2,Cartografia,3,Casemods,1,Caso Isabella Nardoni,1,Caso Snowden,1,Ceará,1,Celebridades,6,celular,24,Células-Tronco,3,Cérebro,2,Charge,22,China,16,Cibercultura,2,Ciclovia,1,Cidadania,39,Ciência,183,Cinema,63,Clip,1,Cliparts,1,Cloud computing,4,Coaching,12,Comédia,2,competência,1,Complemento de dois,1,Comportamento,249,Computação,81,Computação em grade,5,Computação forense,3,Computação Gráfica,135,Computação Móvel,1,Comunicação e Marketing,131,Concurso,1,Concurso Cultural de Natal,1,Concursos Público,2,Concursos Públicos,3,Conectômica,1,Conferência,1,Congresso em Foco,1,Conspiração,2,Consumidor,7,Consumismo,3,contabilidade,2,Contos,45,Copa do Mundo,27,Cordel,3,Coreia do Norte,1,Coreia do Sul,1,Corpo,2,Coruja,1,cosmética,3,Cosmologia,21,Crash Course,1,Criança,1,Criatividade,3,Crime,46,Crime Digital,7,crise,11,crise econômica,8,crônica,5,crônicas,5,Cronologia,1,CSS,3,Cuba,4,Culinária,8,Cultura,9,Curiosidades,112,custos fixo,1,custos variáveis,1,Dança,6,DAO,1,Darwin,9,Davos,1,Debate,1,Decoração,1,demência,1,Demografia,3,Denúncia,10,Dermatologia,7,Desastre Natural,13,Descoberta,2,desconto duplicatas,1,Desenho instrucional,11,Desenvolvimento de jogos,8,Design,25,Design Instrucional,6,Destaque,25,Dia das Mães,1,Dia do professor,1,diabetes,6,Dicas,66,Didática,1,Dieta,3,diplomacia,3,Direito,173,Direito Eleitoral,1,Direito Internacional,28,Direito Trabalhista,1,Direito Tributário,2,Direitos Autorais,1,Direitos Humanos,37,Disney,5,Distrito Federal,2,Documentário,60,Doutorado,1,download,3,Drogas,7,Drone,3,Dubai,1,e-Book,2,e-governo,2,EBC,1,Ecologia,81,Economia,106,Editoração Eletrônica,1,Educação,331,Educação a Distância,143,Educação Corporativa,4,educação física,19,Educação sexual,6,Efeitos Sonoros,4,Egiptologia,1,Eleições,23,Eleições 2014,12,Eleições 2018,5,Eletricidade,9,eletrônica,3,Em Operários,1,Embrapa,1,empreendedorismo,6,enciclopédia,1,endocrinologia,5,Enem,3,Energia,14,Energia Alternativa,16,Energia Nuclear,11,Engenharia,62,Engenharia Agrícola,1,Engenharia Civil,4,Engenharia de materiais,13,Engenharia de Software,4,Engenharia Genética,30,Engenharia Mecânica,1,Enretenimento,1,Ensino a Distância,9,Ensino Superior,3,Entomologia,7,Entretenimento,41,Entrevista,83,Entrevista.,1,Epidemiologia,21,Epistemologia,1,Equador,1,Escândalo,5,Escritório,1,Espaço,65,Espanha,1,Espanhol,2,Espeleologia,1,Espetáculo,8,Espionagem,20,Esporte,39,Estação,1,Estágio,2,Estatísticas,32,estrutura de dados,1,Ética,23,EUA,14,Europa,2,Evento,37,Evolução,4,Exercícios físicos,2,Exobiologia,2,experiência,42,fábulas,3,Facebook,17,Farmacologia,8,Favo,1,Feminismo,1,Férias,1,Ferramentas,6,FIFA,2,Filantropia,4,Filmes,16,Filosofia,47,Finlândia,1,Firefox,1,Física,103,Física Quântica,3,Fisiologia,7,Fisioterapia,6,Flagrante,2,Flamengo,1,Folclore,3,Fome,1,Fonética,1,Fonoaudiologia,6,Fotografia,40,Fotos em 360 graus,6,França,6,Francês,2,frases,2,Fraude,4,Freeware,67,Futebol,38,Futurologia,78,gadget,88,Gafe,2,Gamificação,5,Gastroenterologia,5,Gastronomia,2,Geek,1,Genética,38,Geofísica,1,Geografia,52,Geologia,10,Geometria,6,geopolítica,20,Gerenciamento do Tempo,1,Geriatria,10,Gestão de Competências,2,Gestão de Configuração,2,Gestão de Pessoas,3,Gestão de Projetos,17,Gestão do conhecimento,6,Ginecologia,3,Glass,1,Google,78,Governo,4,GPS,1,Gradiente,1,gramática,13,Gravidez,1,Grécia,1,Grécia Antiga,1,Guerra,35,Guerra Civil,2,Guinness,1,H2,2,Haiti,3,hardware,35,História,187,HIV,1,Hololens,2,homenagem,45,Horologia,1,HPV,1,HTML,6,Humor,208,Humor Negro,8,IBGE,2,IBM,4,ICIJ,2,Idioma,43,IHC,8,ilo,29,ilusão,34,ilusionismo,5,Imagem 3D,16,Imagens,6,Imagine Cup,1,Império Romano,5,Imprensa,33,Impressora 3D,16,Imunologia,2,Incêndio,2,Inclusão digital,8,Índia,3,Índios,1,Infectologia,16,Infográfico,47,Informática,38,Inglaterra,3,Inglês,22,Inovação,178,Inspiração,1,Inteligência Artificial,98,intercâmbio,1,Interface,188,Interfaces Hápticas,20,Internacional,22,Internacionalização da Amazônia,3,Internet,160,Internet das Coisas,2,Inundação,2,Invenção,20,Inventos,6,iPad,1,IPEA,1,iphone,3,Irã,3,Iraque,1,Israel,6,Japão,2,Java,2,Java.,2,jogos,9,Jogos educativos,13,Jogos Olímpicos,10,Jornalismo,69,Justiça,4,Kinect,10,Le Monde Diplomatique Brasil,9,Le Monde Diplomatique Brasil,1,Letras,1,Lexicografia,5,Liderança,3,Life Hacking,20,Linguística,9,Literatura,54,Livro,57,Lógica,25,Logística,4,Loterias,4,Lua,1,Maçonaria,4,Malásia,2,Malvinas,2,Malware,1,Mapa,68,Mário Sérgio Conti,1,Marte,2,Mastologia,1,Matemática,76,Matemática Financeira,1,maternidade,1,Mecânica,8,Mecânica dos Fluidos,2,Mecatrônica,46,Medicina,470,Medicina Esportiva,1,Medicina Veterinária,4,Meio Ambiente,104,Mel,1,melanoma,1,Memória,5,memorização,4,Mente,4,Mercado de Trabalho,68,mercosul,1,Mestrado,1,meteorologia,11,Metodologia Científica,44,México,1,Microbiologia,4,Microsoft,14,Mídia Social,54,Militar,14,Mineralogia,1,Mistério,2,MIT,12,Mitologia,2,Mobilidade,1,Mobilidade Urbana,9,MonaVie,1,Montanhismo,1,Moodle,7,Mossad,1,Motivação,1,Movimento Maker,1,MSF,1,Mudança Climática,20,Mulher,4,Multimídia,14,museu,10,Música,82,MVC,1,Nanotecnologia,33,Nasa,15,Natação,2,Natal,17,Natureza,1,Negócios,25,Netflix,1,Neurociência,82,Neurologia,77,Nicolelis,1,Nordeste,2,Noruega,1,notícias,8,Novidades,18,Novo Enem,2,Números,1,Nutrição,63,Obama,1,Obesidade,10,Observatório da Imprensa,26,Obstetrícia,3,Oceanografia,7,odontologia,7,Offshore Leaks,2,oftalmologia,11,Olimpíadas,7,oncologia,45,ONU,8,Opinião,92,Óptica,17,Oracle,1,Oriente Médio,5,Orkut,2,Ornitologia,1,ortografia,3,Ortopedia,3,Ótica,8,Otorrinolaringologia,1,Oxfam,2,Pacifismo,1,Paginadores,1,paleontologia,3,Paquistão,1,Pará,2,Paraguai,2,parkinson,2,Passeio virtual,1,Patinação,1,Pedagogia,1,Pediatria,6,Pensamentos,2,performance,2,Periférico,1,Pesca,2,Pesquisa,198,Petição,1,Petrobrás,9,Petróleo,12,Photoshop,5,Pirataria,7,planilha de custo,1,Playstation 3,2,Plebiscito,3,Pneumologia,1,Podcast,4,Poesia,28,Poítica,1,Politica,5,Política,287,Portugal,6,português,18,Pós-graduação,1,prazo médio,1,Pré-sal,5,Prêmio Nobel,6,primatologia,1,Primeira Guerra Mundial,1,privacidade,17,produtividade,3,professor Hamilton Alves,2,Programa Gratuito,4,Programação,51,Projeção Mapeada,1,Projeto Truco,2,Promoção,1,Propaganda,5,Psicanálise,1,Psicologia,265,Psicologia Animal,23,Psiquiatria,13,Pública,12,publicidade,18,Publieditorial,4,Quadrinhos,10,Quads,5,Qualidade,3,Qualidade de Vida,11,química,32,REA,2,realidade aumentada,44,realidade diminuída,2,Realidade Misturada,2,Realidade Virtual,37,Reconhecimento de imagem,12,Reconhecimento de voz,3,Recorde,1,Recoverit,1,Recuperar vídeos,1,Redação,1,redes,10,Referência,2,Referendo,1,Reforma Política,3,Reino Unido,1,Relacionamento,2,Relações Internacionais,40,Religião,39,Responsabilidade Social,4,Retrospectiva,1,Review,4,Rio 2016,6,Rio de Janeiro,1,Rio Grande do Norte,1,Rio Grande do Sul,1,robótica,97,Roda Viva,45,Roma,4,roteiro,1,RSA,1,Rússia,1,Samsung,1,Sanitarismo,5,Santa Catarina,1,São Paulo,4,Saúde,484,Savant,1,Segunda Guerra Mundial,21,Segurança,116,Segurança da Informação,60,Seleção Natural,2,Séries,2,serviço,1,Serviço Online,1,Sexologia,2,sexualidade,5,Show,7,SIGGRAPH,1,Simulação,28,Singularity University,1,Síria,3,Sismologia,2,Sistema operacional,4,Sistemas de Numeração,1,Sites de Busca,14,Sociedade,4,Sociologia,52,Software,32,Software Livre,25,Sol,2,Sono,4,Sony,2,SOPA,2,Star Wars,1,Suécia,3,Sugestão de presentes,61,Sun,1,supercomputadores,2,Sustentabilidade,5,Tabagismo,6,Taiwan,1,Talento precoce,1,taxa de juros efetiva,1,taxa de juros nominal,1,Taxas Equivalentes,1,Taxidermia,1,Teatro,26,Técnicas de Estudo,2,Tecnologia,538,Tecnologia da Informação,28,TED,389,TED-Ed,40,TedMed,2,TEDx,1,TEDx Rio+20,1,TEDxAmazônia,1,TEDxAsaSul,1,Telefonia,59,Televisão,43,Temas,1,Tempo,1,Tendências,10,Teologia,5,teoria das supercordas,1,Terremoto,7,Terrorismo,15,Tesla,1,Testes,17,Tipologia,8,Tomada de Decisão,1,tradução,5,Trânsito,11,transporte,55,tributo,3,Trigonometria,1,Tubarão,2,Tunísia,1,Turismo,21,Tutorial,20,Twitter,8,Uber,4,UFC,1,UFG,1,ufologia,5,UFRJ,1,Unicamp,1,UNIFESP,1,universidade,5,Universidade Corporativa,1,Universidade de Cambridge,2,Universidade de Michigan,1,Urbanismo,23,Urologia,1,User Experience,1,USP,6,Utilidade Pública,3,Utilitário,3,Vale,1,Vaticano,1,Veículo Autônomo,7,Ventriloquismo,3,Verão,1,vestibular,3,Vestimenta,1,Vida Digital,7,Vida Moderna,17,Vida Selvagem,10,Videogame,114,Vídeos,928,Vídeos 360,1,Violência,4,Vírus,2,Visão Computacional,9,Vôlei,1,Vulcanologia,6,Watergate Política,1,WCIT 2016,2,WCIT 2017,1,Web 2.0,29,Web Application,134,Web Semântica,2,Web Seminar,1,webdesign,11,Webinar,2,widget,2,WikiLeaks,37,Wikipedia,4,Windows,5,Xadrez,1,YouTube,6,Zika,1,Zoologia,56,
ltr
item
Brasil Acadêmico: O cientista que usa maçãs para fazer orelhas
O cientista que usa maçãs para fazer orelhas
https://4.bp.blogspot.com/-JD6CscfTuPc/V2bd4Kso19I/AAAAAAAAmEI/mNH_CGiRS5oAxgV8xVNNs2PnP2MM0nEWQCLcB/s400/pelling.jpg
https://4.bp.blogspot.com/-JD6CscfTuPc/V2bd4Kso19I/AAAAAAAAmEI/mNH_CGiRS5oAxgV8xVNNs2PnP2MM0nEWQCLcB/s72-c/pelling.jpg
Brasil Acadêmico
https://blog.brasilacademico.com/2016/06/o-cientista-que-usa-macas-para-fazer.html
https://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/2016/06/o-cientista-que-usa-macas-para-fazer.html
true
3049085869098582068
UTF-8
Todos os posts carregados Nenhumpost encontrado VER TODOS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Home Páginas POSTS Ver Todos Recomendado para você CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODOS POSTS Não encontrado nehum post de acordo com o seu critério Voltar para Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agorinha 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais que 5 semanas atrás Seguidores Seguir THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy