A crise síria em menos de 10 minutos e 15 mapas

Comentar

A globalização do terrorismo agravou as tensões internacionais e em particular a tendência à xenofobia tanto entre países como entre grupos ...

A globalização do terrorismo agravou as tensões internacionais e em particular a tendência à xenofobia tanto entre países como entre grupos sociais. A diplomacia e as estratégias militares são questões de estado, mas entre nós cidadãos comuns e melhor forma de neutralizar a xenofobia é conhecer o passado porque ele explica, em parte, a conduta de pessoas que pensam diferente de nós. Assista ao vídeo que o grupo #WHYMAPS fez para explicar a crise síria com legendas em português e a nossa transcrição (revisada e com referências) abaixo.


A Síria fica aqui, há oito horas de avião da Espanha. E a grande parte de sua população se concentra aqui.



Por quê? Porque toda esta região é um enorme deserto, um deserto muito importante. Possui um terço das reservas de petróleo do mundo e também de gás natural. Alguns dizem se tratar do "novo petróleo”.

[Coisas judáicas]
Para tirá-lo daí e levá-lo para Europa, é preciso contornar esta península e sair pelo Canal de Suez [1869]. Como você pode imaginar, aqui você é cobrado.

Mas existe um jeito mais simples, uma linha reta. Aquele que tem o controle do oleoduto, pode abrir e fechar como uma torneira. Se você não paga, não tem petróleo nem gás.

Essa região é fantástica. A civilização do planeta se origina em três lugares, este é um deles: Mesopotâmia.

Suméria [6500ac a 1940ac], que é menos conhecida, mas é o começo de tudo por aqui. Lembra da Torre de Babel da Bíblia? Foi construída por estas pessoas.

Egito, aqui sempre tem sido um ponto de contato entre o oriente e o ocidente, fornecendo à Ásia uma saída para o mar Mediterrâneo.

Talvez por isso daqui surgem as principais religiões monoteístas:

O Judaísmo [2000ac], o Cristianismo [32dc] e o Islã [570dc][Ver Mapa Histórico das Religiões (em Flash)].

O Islã é o último que chega e de fato, acolhe os dois anteriores. Adão, Noé, Moisés, Jesus Cristo são considerados profetas islâmicos.

Bem, vamos ao que importa. Como esta região é fantástica, todos quiseram controlá-la e ela sempre esteve sob o controle de algum império: Persas, Gregos, Romanos.

O Império Romano termina dividido em dois e finalmente só sobrevive este. Agora é quando a última religião monoteísta, o Islã, construiu seu próprio império.

Você se lembra das cruzadas? Bom, foram os cristãos europeus tentando recuperar esta área de que estamos falando.

Os últimos a chegar são os turcos [1516]. Cuidado, eles não procedem da Turquia, mas de bem longe na Ásia junto com Genghis Khan[1162-1227].

Eles conquistaram tudo e fundaram o Império Otomano [1299-1922]. O Império Otomano permanece até a Primeira Guerra Mundial - SEISCENTOS ANOS.

Quando acaba a Primeira Guerra Mundial [1914-1918], surgem pequenos países onde estava o Império Otomano e pela primeira vez vemos a Síria em um mapa - havíamos desenhado até agora para não nos perder.

E quem inventou esses países? O que vou te contar é ultra-secreto. Bem, foi em 1916. Este super segredo se chama acordo Sykes-Picot [1916]. Os franceses e os ingleses não podiam derrotar o Império Otomano. Só poderiam se tivesem apoio das pessoas que viviam lá dentro. Árabes em sua maioria.

Como eles conquistaram a confiança deles? Prometeram a eles: A GRANDE ARÁBIA. Um País só para eles. O único problema é que era uma fraude.

Antes de continuar, lembre-se de uma coisa: os árabes são um povo, não uma religião. Isto é, um árabe pode ser muçulmano, pode ser cristão, e antes do islã, aparentemente houve tribos árabes com tradições judaicas.

Bem, aos árabes não foi dado esse único país que havia sido prometido. Franceses e britânicos em seu lugar criaram diversos países pequenos. Estes países, obviamente, não eram realmente países. Mas áreas sob seu controle, com os governantes estabelecidos por eles.

Durante este tempo fizeram o que quiseram com a área, lembre-se de que havia petróleo. Embora a Síria não tenha grandes reservas, tem fácil acesso ao mar. E a França, que ficou com a Síria, dá esse acesso a empresas estrangeiras.

Após a Segunda Guerra Mundial [1939-1945] os europeus saem da zona, e no caso da Síria, são de fato, expulsos [1946].  Mas antes de ir, criam outro Estado: Israel [1948].

Não é o momento para falar sobre isso, mas é um estado muito controverso, que seus vizinhos não reconhecem. A prova é que logo que os britânicos foram embora todos estes Estados o atacam.

A região, de agora em diante, torna-se uma grande bomba relógio.

E enquanto isso, o que acontece com a Síria? Bem, não está muito estável. Tem constantes golpes de estado. Nessa época aparece na Síria uma ideologia que toma o controle e se espalha por todo o mundo árabe: o Baaz [1940].

Esta ideologia mistura o sonho antigo de uma única nação árabe com ideias socialistas e uma questão muito importante: É laica, por isso não é religiosa.

Síria faz uma aliança com o Egito, um país com o qual ele não tem fronteiras. Mas não é incomum, muitos desses países tentam fazer também. Lembre-se que a essas pessoas havia sido prometido uma única nação e ainda mantinham o desejo.

Mas a união, não deu certo.

O Egito neste momento os convence a nacionalizar o petróleo.

Na Síria Al-Assad [1930-2000], o pai do Al-Assad de hoje, torna-se Chefe de Estado Baaz.

No Iraque, também Baaz, começa a ganhar força Saddam Hussein [1979-2003]. As diferenças entre os dois países, dividem os partidos Baaz de outros países em Pró-Síria ou Pró-Iraque.

Agora, a Guerra Fria [1945-1991] acontece, o mundo está dividido em dois. Ou você é dos EUA ou da União Soviética. São anos muito turbulentos com constantes conflitos com Israel, invadem ao vizinho do Líbano e começa uma oposição islâmica ao regime Baaz de Al-Assad.

A Irmandade Muçulmana [1928]

Ok. Vamos voltar um momento. Você se lembra que a maioria dos árabes são muçulmanos, certo? Bem entre os muçulmanos, há duas vertentes principais: os sunitas, a maioria, e os xiitas.

No caso da Síria, apesar de ser um estado laico, Assad, os governantes e líderes militares eram xiitas que representam menos do 13%.

Enquanto isso, quase 70% da população é sunita. Um fato curioso é que os cristãos são quase 10%. O fato dos xiitas controlarem o governo e o exército incomoda a população sunita e este sentimento é explorado pela Irmandade Muçulmana.

Estes pegam em armas na cidade de Hama [1982] contra o governo, Assad acaba com a revolta à custa de matar milhares de civis e prender muitas pessoas.

No ano 2000, o pai de Assad morre e o filho de Assad assume o poder. Frente as pressões muitos prisioneiros são libertados, traz Internet e esperanças de mudanças.

Há um período de grande debate político e aparece a oposição, também retorna a Irmandade Muçulmana e os anos seguintes são difíceis.

A oposição é detida, Bush inclui a Síria no "Eixo do Mal" e isso a deixa isolada. É desaprovada qualquer negociação com a Síria.

Os curdos, um povo distribuído por vários países da região,começam a protestar também. Há repressões e mortes.

Em 2011 - isso vai soar familiar - acontece a “Primavera Árabe” [2011]. O que é a Primavera Árabe?

Bem, é um protesto que se espalha em todos os países árabes exigindo mais democracia. Como se vê, o mundo árabe, ainda que dividido em países, têm tendências gerais.

Quando atinge a Síria, o filho de Assad acaba usando o exército e morrem em confrontos cerca de mil pessoas. A luta vai crescendo até que se forma uma guerra civil.

Não há uma hora de início exata. O importante é que hoje há muitas facções no jogo. Vamos dar uma olhada.

Mas, primeiro pense que tudo está dividido entre xiitas, minoria, e sunitas, maioria, e também há xiitas laicos, que não são religiosos. Eles são o governo de Al-Assad.

Controlam tudo isso, lembre-se que são áreas de maioria xiita do país, o governo de Assad enfrenta o resto.

Também secular, mas na maior parte sunitas, é o Exército Livre Sírio, FSA em Inglês. Junto com a Frente Islâmica, que é religiosa, e outros setenta e tantos grupos formam uma coalizão que os jornais chamam simplesmente de
a Oposição.

Também sunitas e islamitas, porém radicais, eles são o Al-Nusra. Chamado Al-Qaeda na Síria. Porque eles são, basicamente, isto. A Al-Qaeda na Síria.

Outros radicais islâmicos são ISIS ou Estado Islâmico. Eles surgem da Al-Qaeda no Iraque, controlam a maior parte da Síria e do Iraque e tornaram-se famosos por suas atrocidades.

Seus objetivos teóricos impacta a muitos. Um estado islâmico ao longo de Ásia, África e levante (Oriente Médio).

Embora, para você já é familiar a isso não é mesmo?

Na cor laranja temos o povo curdo. Lembre-se que o Presidente Al-Assad os coibiram da mesma forma que os governos de países próximos também fazem. Agora controlam militarmente esta região.

Antes de encerrar, revisamos os apoios internacional a partir de outubro 2015. As forças da Al-Assad são apoiadas pela Rússia, que já teve base militar no país antes do conflito, pelo Irã e pela China.

Todos são países do que Europa chama de “Oriente”.

Contra Assad apoiando a chamada “Oposição” estão lutando Estados Unidos, Turquia, França, Grã-Bretanha e da Arábia Saudita.

Podemos encerrar com algumas conclusões. Aviso que é a minha opinião. Se recapitulamos, observamos que a região é estratégica. Pela situação privilegiada todos a desejam.

A Síria tem ficado sempre embaixo do guarda-chuva de grandes impérios, pense que há cem anos a atual França, era França, Grã-Bretanha era a Grã-Bretanha. Mas faz duzentos, também e faz trezentos, também
e faz quatrocentos, também.

Por outro lado, Síria só é Síria faz menos de cem anos. E só governa por si mesma faz pouco mais de 50. Além de isso, nunca decidiram suas fronteiras. Elas foram impostas. A Europa, divide à vontade o Oriente Médio Para tê-los sob controle projetando países, sem considerar a sua população.

Muitos historiadores dizem que cada povo tem a necessidade de gerir o seu próprio destino. Mas estes ingredientes vemos que jogam contra como o projeto Síria Baaz.

Além de que, usam a repressão para se manter e, em última instância, produzem uma guerra civil.

Neste contexto, não é surpreendente que surjam atores que se alimentam do desespero, o sentimento sunita de opressão e a visão do ocidente como invasor.

O ISIS usa a identidade árabe e mitologia dos antigos impérios. Quando você quiser entender o presente Pergunte a si mesmo: E o passado?

Há coisas que não podem ser representados em um mapa, como o sofrimento da população hoje nesta guerra civil. Se, em qualquer forma, o vídeo gerar um lucro, irá para a campanha síria Save the Children.

Fonte: Observatório da Imprensa, #WHYMAPS
[Visto no Brasil Acadêmico]

COMMENTS

BLOGGER

$show=mobile

Nome

#existepesquisanobrasil,1,A divulgar,2,Abelha,3,Acessibilidade,20,acessório,2,Acidente,48,Acidentes,2,Acústica,16,Adágios,1,Adestramento,5,Administração,26,adulto,1,Aerodinâmica,4,Aeronáutica,8,África,6,Agência Brasil,18,Agência Fiocruz,1,Agência Porvir,1,Agência Senado,1,Agência USP,4,Agricultura,4,Agropecuária,2,AIDS,1,AirBNB,1,Alcoolismo,7,Alemanha,3,Alerta,1,Algoritmo,8,Alimento,1,Alzheimer,4,Amazon,1,Amazônia,4,América Latina,1,Análise Combinatória,1,Anatomia,6,Android,3,Animação,46,Animais de Estimação,6,Animal,2,Antropologia,14,Apicultura,8,App,9,Apple,5,Apresentação,4,aquário,1,Argentina,4,Arqueologia,5,arquitetura,29,Arte,149,Astrobiologia,2,Astrofísica,3,Astronomia,24,Ativismo,26,Áudio,3,Audio FX,2,Áustria,1,Autismo,2,Auto-ajuda,10,Automobilismo,14,Automóvel,19,aventura,3,Aviação,5,Aviônica,8,Bahia,2,Balonismo,3,Banco de Dados,5,Beber e Dirigir,1,biblioteconomia,3,Bicicleta,1,Biografia,16,Biologia,157,Biologia Marinha,15,bioquímica,6,Biotecnologia,25,Bitcoin,2,Blog,29,Blogger,32,Boato,5,Bomba,1,borderô de desconto,1,Botânica,5,BRASA,1,BRASA Leads,1,Brasil,34,Brasília,14,BRIC,1,Browser,10,Bugs,3,CAD,3,Calor,2,Câmera lenta,1,Campanha,44,cardiologia,14,Carnaval,2,carreira,2,Cartografia,3,Casemods,1,Caso Isabella Nardoni,1,Caso Snowden,1,Ceará,1,Celebridades,6,celular,24,Células-Tronco,3,Cérebro,2,Charge,22,China,16,Cibercultura,2,Ciclovia,1,Cidadania,39,Ciência,183,Cinema,63,Clip,1,Cliparts,1,Cloud computing,4,Coaching,12,Comédia,2,competência,1,Complemento de dois,1,Comportamento,249,Computação,81,Computação em grade,5,Computação forense,3,Computação Gráfica,135,Computação Móvel,1,Comunicação e Marketing,131,Concurso,1,Concurso Cultural de Natal,1,Concursos Público,2,Concursos Públicos,3,Conectômica,1,Conferência,1,Congresso em Foco,1,Conspiração,2,Consumidor,7,Consumismo,3,contabilidade,2,Contos,45,Copa do Mundo,27,Cordel,3,Coreia do Norte,1,Coreia do Sul,1,Corpo,2,Coruja,1,cosmética,3,Cosmologia,21,Crash Course,1,Criança,1,Criatividade,3,Crime,46,Crime Digital,7,crise,11,crise econômica,8,crônica,5,crônicas,5,Cronologia,1,CSS,3,Cuba,4,Culinária,8,Cultura,9,Curiosidades,112,custos fixo,1,custos variáveis,1,Dança,6,DAO,1,Darwin,9,Davos,1,Debate,1,Decoração,1,demência,1,Demografia,3,Denúncia,10,Dermatologia,7,Desastre Natural,13,Descoberta,2,desconto duplicatas,1,Desenho instrucional,11,Desenvolvimento de jogos,8,Design,25,Design Instrucional,6,Destaque,25,Dia das Mães,1,Dia do professor,1,diabetes,6,Dicas,66,Didática,1,Dieta,3,diplomacia,3,Direito,173,Direito Eleitoral,1,Direito Internacional,28,Direito Trabalhista,1,Direito Tributário,2,Direitos Autorais,1,Direitos Humanos,37,Disney,5,Distrito Federal,2,Documentário,60,Doutorado,1,download,3,Drogas,7,Drone,3,Dubai,1,e-Book,2,e-governo,2,EBC,1,Ecologia,81,Economia,106,Editoração Eletrônica,1,Educação,331,Educação a Distância,143,Educação Corporativa,4,educação física,19,Educação sexual,6,Efeitos Sonoros,4,Egiptologia,1,Eleições,23,Eleições 2014,12,Eleições 2018,5,Eletricidade,9,eletrônica,3,Em Operários,1,Embrapa,1,empreendedorismo,6,enciclopédia,1,endocrinologia,5,Enem,3,Energia,14,Energia Alternativa,16,Energia Nuclear,11,Engenharia,62,Engenharia Agrícola,1,Engenharia Civil,4,Engenharia de materiais,13,Engenharia de Software,4,Engenharia Genética,30,Engenharia Mecânica,1,Enretenimento,1,Ensino a Distância,9,Ensino Superior,3,Entomologia,7,Entretenimento,41,Entrevista,83,Entrevista.,1,Epidemiologia,21,Epistemologia,1,Equador,1,Escândalo,5,Escritório,1,Espaço,65,Espanha,1,Espanhol,2,Espeleologia,1,Espetáculo,8,Espionagem,20,Esporte,39,Estação,1,Estágio,2,Estatísticas,32,estrutura de dados,1,Ética,23,EUA,14,Europa,2,Evento,37,Evolução,4,Exercícios físicos,2,Exobiologia,2,experiência,42,fábulas,3,Facebook,17,Farmacologia,8,Favo,1,Feminismo,1,Férias,1,Ferramentas,6,FIFA,2,Filantropia,4,Filmes,16,Filosofia,47,Finlândia,1,Firefox,1,Física,103,Física Quântica,3,Fisiologia,7,Fisioterapia,6,Flagrante,2,Flamengo,1,Folclore,3,Fome,1,Fonética,1,Fonoaudiologia,6,Fotografia,40,Fotos em 360 graus,6,França,6,Francês,2,frases,2,Fraude,4,Freeware,67,Futebol,38,Futurologia,78,gadget,88,Gafe,2,Gamificação,5,Gastroenterologia,5,Gastronomia,2,Geek,1,Genética,38,Geofísica,1,Geografia,52,Geologia,10,Geometria,6,geopolítica,20,Gerenciamento do Tempo,1,Geriatria,10,Gestão de Competências,2,Gestão de Configuração,2,Gestão de Pessoas,3,Gestão de Projetos,17,Gestão do conhecimento,6,Ginecologia,3,Glass,1,Google,78,Governo,4,GPS,1,Gradiente,1,gramática,13,Gravidez,1,Grécia,1,Grécia Antiga,1,Guerra,35,Guerra Civil,2,Guinness,1,H2,2,Haiti,3,hardware,35,História,187,HIV,1,Hololens,2,homenagem,45,Horologia,1,HPV,1,HTML,6,Humor,208,Humor Negro,8,IBGE,2,IBM,4,ICIJ,2,Idioma,43,IHC,8,ilo,29,ilusão,34,ilusionismo,5,Imagem 3D,16,Imagens,6,Imagine Cup,1,Império Romano,5,Imprensa,33,Impressora 3D,16,Imunologia,2,Incêndio,2,Inclusão digital,8,Índia,3,Índios,1,Infectologia,16,Infográfico,47,Informática,38,Inglaterra,3,Inglês,22,Inovação,178,Inspiração,1,Inteligência Artificial,98,intercâmbio,1,Interface,188,Interfaces Hápticas,20,Internacional,22,Internacionalização da Amazônia,3,Internet,160,Internet das Coisas,2,Inundação,2,Invenção,20,Inventos,6,iPad,1,IPEA,1,iphone,3,Irã,3,Iraque,1,Israel,6,Japão,2,Java,2,Java.,2,jogos,9,Jogos educativos,13,Jogos Olímpicos,10,Jornalismo,69,Justiça,4,Kinect,10,Le Monde Diplomatique Brasil,9,Le Monde Diplomatique Brasil,1,Letras,1,Lexicografia,5,Liderança,3,Life Hacking,20,Linguística,9,Literatura,54,Livro,57,Lógica,25,Logística,4,Loterias,4,Lua,1,Maçonaria,4,Malásia,2,Malvinas,2,Malware,1,Mapa,68,Mário Sérgio Conti,1,Marte,2,Mastologia,1,Matemática,76,Matemática Financeira,1,maternidade,1,Mecânica,8,Mecânica dos Fluidos,2,Mecatrônica,46,Medicina,470,Medicina Esportiva,1,Medicina Veterinária,4,Meio Ambiente,104,Mel,1,melanoma,1,Memória,5,memorização,4,Mente,4,Mercado de Trabalho,68,mercosul,1,Mestrado,1,meteorologia,11,Metodologia Científica,44,México,1,Microbiologia,4,Microsoft,14,Mídia Social,54,Militar,14,Mineralogia,1,Mistério,2,MIT,12,Mitologia,2,Mobilidade,1,Mobilidade Urbana,9,MonaVie,1,Montanhismo,1,Moodle,7,Mossad,1,Motivação,1,Movimento Maker,1,MSF,1,Mudança Climática,20,Mulher,4,Multimídia,14,museu,10,Música,82,MVC,1,Nanotecnologia,33,Nasa,15,Natação,2,Natal,17,Natureza,1,Negócios,25,Netflix,1,Neurociência,82,Neurologia,77,Nicolelis,1,Nordeste,2,Noruega,1,notícias,8,Novidades,18,Novo Enem,2,Números,1,Nutrição,63,Obama,1,Obesidade,10,Observatório da Imprensa,26,Obstetrícia,3,Oceanografia,7,odontologia,7,Offshore Leaks,2,oftalmologia,11,Olimpíadas,7,oncologia,45,ONU,8,Opinião,92,Óptica,17,Oracle,1,Oriente Médio,5,Orkut,2,Ornitologia,1,ortografia,3,Ortopedia,3,Ótica,8,Otorrinolaringologia,1,Oxfam,2,Pacifismo,1,Paginadores,1,paleontologia,3,Paquistão,1,Pará,2,Paraguai,2,parkinson,2,Passeio virtual,1,Patinação,1,Pedagogia,1,Pediatria,6,Pensamentos,2,performance,2,Periférico,1,Pesca,2,Pesquisa,198,Petição,1,Petrobrás,9,Petróleo,12,Photoshop,5,Pirataria,7,planilha de custo,1,Playstation 3,2,Plebiscito,3,Pneumologia,1,Podcast,4,Poesia,28,Poítica,1,Politica,5,Política,287,Portugal,6,português,18,Pós-graduação,1,prazo médio,1,Pré-sal,5,Prêmio Nobel,6,primatologia,1,Primeira Guerra Mundial,1,privacidade,17,produtividade,3,professor Hamilton Alves,2,Programa Gratuito,4,Programação,51,Projeção Mapeada,1,Projeto Truco,2,Promoção,1,Propaganda,5,Psicanálise,1,Psicologia,265,Psicologia Animal,23,Psiquiatria,13,Pública,12,publicidade,18,Publieditorial,4,Quadrinhos,10,Quads,5,Qualidade,3,Qualidade de Vida,11,química,32,REA,2,realidade aumentada,44,realidade diminuída,2,Realidade Misturada,2,Realidade Virtual,37,Reconhecimento de imagem,12,Reconhecimento de voz,3,Recorde,1,Recoverit,1,Recuperar vídeos,1,Redação,1,redes,10,Referência,2,Referendo,1,Reforma Política,3,Reino Unido,1,Relacionamento,2,Relações Internacionais,40,Religião,39,Responsabilidade Social,4,Retrospectiva,1,Review,4,Rio 2016,6,Rio de Janeiro,1,Rio Grande do Norte,1,Rio Grande do Sul,1,robótica,97,Roda Viva,45,Roma,4,roteiro,1,RSA,1,Rússia,1,Samsung,1,Sanitarismo,5,Santa Catarina,1,São Paulo,4,Saúde,484,Savant,1,Segunda Guerra Mundial,21,Segurança,116,Segurança da Informação,60,Seleção Natural,2,Séries,2,serviço,1,Serviço Online,1,Sexologia,2,sexualidade,5,Show,7,SIGGRAPH,1,Simulação,28,Singularity University,1,Síria,3,Sismologia,2,Sistema operacional,4,Sistemas de Numeração,1,Sites de Busca,14,Sociedade,4,Sociologia,52,Software,32,Software Livre,25,Sol,2,Sono,4,Sony,2,SOPA,2,Star Wars,1,Suécia,3,Sugestão de presentes,61,Sun,1,supercomputadores,2,Sustentabilidade,5,Tabagismo,6,Taiwan,1,Talento precoce,1,taxa de juros efetiva,1,taxa de juros nominal,1,Taxas Equivalentes,1,Taxidermia,1,Teatro,26,Técnicas de Estudo,2,Tecnologia,538,Tecnologia da Informação,28,TED,389,TED-Ed,40,TedMed,2,TEDx,1,TEDx Rio+20,1,TEDxAmazônia,1,TEDxAsaSul,1,Telefonia,59,Televisão,43,Temas,1,Tempo,1,Tendências,10,Teologia,5,teoria das supercordas,1,Terremoto,7,Terrorismo,15,Tesla,1,Testes,17,Tipologia,8,Tomada de Decisão,1,tradução,5,Trânsito,11,transporte,55,tributo,3,Trigonometria,1,Tubarão,2,Tunísia,1,Turismo,21,Tutorial,20,Twitter,8,Uber,4,UFC,1,UFG,1,ufologia,5,UFRJ,1,Unicamp,1,UNIFESP,1,universidade,5,Universidade Corporativa,1,Universidade de Cambridge,2,Universidade de Michigan,1,Urbanismo,23,Urologia,1,User Experience,1,USP,6,Utilidade Pública,3,Utilitário,3,Vale,1,Vaticano,1,Veículo Autônomo,7,Ventriloquismo,3,Verão,1,vestibular,3,Vestimenta,1,Vida Digital,7,Vida Moderna,17,Vida Selvagem,10,Videogame,114,Vídeos,928,Vídeos 360,1,Violência,4,Vírus,2,Visão Computacional,9,Vôlei,1,Vulcanologia,6,Watergate Política,1,WCIT 2016,2,WCIT 2017,1,Web 2.0,29,Web Application,134,Web Semântica,2,Web Seminar,1,webdesign,11,Webinar,2,widget,2,WikiLeaks,37,Wikipedia,4,Windows,5,Xadrez,1,YouTube,6,Zika,1,Zoologia,56,
ltr
item
Brasil Acadêmico: A crise síria em menos de 10 minutos e 15 mapas
A crise síria em menos de 10 minutos e 15 mapas
http://2.bp.blogspot.com/-whuDn5YKLT0/Vk4p7uIbCLI/AAAAAAAAhys/HLAd7uQy8pA/s400/CriseSiria.png
http://2.bp.blogspot.com/-whuDn5YKLT0/Vk4p7uIbCLI/AAAAAAAAhys/HLAd7uQy8pA/s72-c/CriseSiria.png
Brasil Acadêmico
https://blog.brasilacademico.com/2015/11/a-crise-siria-em-menos-de-10-minutos-e.html
https://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/2015/11/a-crise-siria-em-menos-de-10-minutos-e.html
true
3049085869098582068
UTF-8
Todos os posts carregados Nenhumpost encontrado VER TODOS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Home Páginas POSTS Ver Todos Recomendado para você CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODOS POSTS Não encontrado nehum post de acordo com o seu critério Voltar para Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agorinha 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais que 5 semanas atrás Seguidores Seguir THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy