Frankenstein real: cérebro artificial similar ao humano poderá ser criado

Comentar

Dr. Henry Markram, israelita sul-africano, 47, um médico que virou engenheiro de computação, anunciou que ele e sua equipe iriam criar a pri...

Dr. Henry Markram, israelita sul-africano, 47, um médico que virou engenheiro de computação, anunciou que ele e sua equipe iriam criar a primeira mente artificial consciente e inteligente. E tem até prazo para ser feito: 2018.


O anúncio foi feito em uma conferência de tecnologia em Oxford, no verão passado (inverno no hemisfério sul).
Ele está tentando construir na Suíça, uma mente feita de ouro, cobre, silício e muita engenharia de precisão.

O resultado será uma criatura que seu criador acredita que dentro de uma década pode ser capaz de pensar, sentir e até mesmo se apaixonar.


Henry Markram explica seu projeto (clique em view subtitle para ver legendas em português)


Se for bem-sucedido, então nós estamos na iminência de realizar a antiga fantasia imaginada por Mary Shelley em seu conto onde um monstro artificial é trazido à vida. Por coincidência, a história teria sido escrita a poucos quilômetros de onde esta experiência extraordinária está ocorrendo agora.

O sucesso trará consigo enigmas filosóficos, éticos e morais da ordem mais elevada, podendo nos forçar a confrontar com a idéia do que significa ser humano.

O projeto Markram é uma tentativa de construir uma cópia eletrônica de um cérebro. Inicialmente um cérebro de um rato, para depois avançar para um cérebro humano. Isso tudo no interior de um dos computadores mais potentes do mundo.

Com isso irá trazer à existência uma mente consciente de que será capaz de pensar, raciocinar, se expressa, fixar memórias e talvez até mesmo experimentar o amor, raiva, tristeza, dor e alegria.

Vamos fazê-lo até 2018. Nós precisamos de muito dinheiro, mas eu o estou conseguindo. Há poucos cientistas no mundo, com os recursos que tenho à minha disposição.
Professor Henry Markram


Mesmo os críticos acreditam que ele está na direção de algo e que possui o mais importante para isso: dinheiro.

Fazer mentes artificias parece promissor, uma vez que para seu laboratório no Instituto do Cérebro Mente na Escola Politécnica de Lausanne estão jorrando dezenas de milhões de euros. Entre os investidores estão o governo suíço, a UE e os patrocinadores privados, dentre eles a gigante da informática IBM.

E o que faz o Blue Brain (o nome do projeto) tão diferente? Afinal os cientistas tentam, sem sucesso, construir cérebros eletrônicos há décadas.

Nesse caso, o Dr. Markram não tenta copiar o que o cérebro faz, através do ensino de um computador para jogar xadrez, subir escadas ou outra coisa do gênero. Na verdade ele começou com o cérebro biológico em si.

O projeto pega célula por célula de um cérebro real, usando o que equivale a técnicas de dissecação extremamente complexas, analisa as conexões entre elas e envia os dado para um supercomputador. Atualmente ele usa o Blue Gene da IBM.

Espera-se que o resultado seja uma cópia exata de um cérebro, construído no software ao invés de carne e osso. Existe a possibilidade teórica de que através da construção de um modelo de um cérebro real, talvez o resultado comece a se comportar como um cérebro real. Algo como um emulador de cérebro.

Mas o desafio ainda é enorme. Usando apenas 30 watts de eletricidade - o suficiente para alimentar uma lâmpada de luz fraca - o nosso cérebro pode superar por um fator de um milhão ou mais, mesmo o poderoso computador Blue Gene. O próprio Dr. Markram admite que replicar um cérebro real inteiro hoje é totalmente impossível.

Mesmo o próximo estágio, um cérebro de rato completo, precisa de um 200 milhões de libras e um supercomputador muito mais eficiente.

Para se construir um cérebro humano seria necessário um computador de bilhões de dólares feito sob medida para o projeto. Contudo, como o poder computacional só vem aumentando exponencialmente, é questão de tempo até se obter o hardware adequado para a experiência.

Por isso Dr. Markram acredita conseguir realizar o intento antes do final da década.

Nós vamos chegar lá.
Dr. Markram


Se Dr. Markram criar sua máquina em 2018, e pronunciar a famosa declaração que fundamenta a filosofia ocidental, "Penso, logo existo", ele certamente terá seus críticos.

Contudo, sua ambição não é de forma alguma impossível. Os princípios que regem o seu trabalho estão firmemente enraizada nas correntes científicas atuais.

No ano passado, os modelos de um cérebro de rato produziram padrões 'cerebrais' totalmente inesperados no software do computador. É possível que, durante alguns segundos, uma fulgaz consciência de rato tenha surgido?

Ele pretende usar o cérebro para estudar os processos cerebrais, como a dor, para desenvolver novas drogas. O que por si só já traz problemas éticos. Será ético causar dor em um cérebro capaz de sentí-la? Ainda que seja artificial?

Fonte: Daily Mail

COMMENTS

BLOGGER: 6
  1. Com um cérebro humano artificial, será possível realizar algo que cientistas já especulam: a transferência de mentes humanas para esses cérebros artificiais. da mesma forma que arrastamos uma pasta de um disco rígido para outro, a mente humana alojada num cérebro biológico poderá ser transplantada para um cérebro artificial. E se este cérebro artificial estiver alojado no interior da cabeça de um andróide, o resultado será um salto evolucionário para a espécie humana, uma evolução artificial que não depende de fatores biológicos ou ambientais: o "Robot Sapiens". Um andróide com uma mente originalmente humana. Terá todos os 5 sentidos e até máis, se quisermos, além de pensar e sentir emoções. O ser humano finalmente alcançará a emortalidade, ou seja, ele será eterno, desde que evite danificar o seu cérebro artificial. Imaginem as coisas que as pessoas poderiam presenciar e fazer quando isso se tornar possível: ver fenômenos astronômicos que acontecerão daqui a séculos ou milênios depois, viajar até Marte, as luas de Jupiter, Plutão e além do nosso Sistema Solar, para colonizar outros planetas da nossa galáxia, e que sabe, encontrar fazer contato com formas de vida inteligente em outros planetas. E encontrar a resposta para várias perguntas, dentre as quais esta: estamos sós ou não no Universo?

    ResponderExcluir
  2. Um pensamento me ocorreu. Com uma mente artificial poderemos separar os problemas da psiquê dos causados pela fisiologia e/ou genética.
    Imagine que a depressão seja causada pela falta de um hormônio devido a um defeito em uma glândula. Esse tipo de problema poderia jamais ocorrer em uma mente artificial.
    Agora, se uma neurose fosse causada por um pensamento recorrente, que tivesse profundamente enraizado na memória, talvez, quem sabe, por um mecanismo de aprendizagem que sequer suspeitamos, este problema poderia ser estudado nos mínimos detalhes e ser evitado ou eficazmente tratado.
    Assim, acredito ser possível investigar os problemas em separado e em conjunto.
    Poderíamos ter problemas psicológicos causados por excesso de emoções devido ao desgaste das glândulas ou de outras células que a emulação da mente, por si só, poderia não reproduzir.
    Contudo, esse cérebro artificial seria facilmente consertado e, nesse aspecto, seria melhor que o original.

    ResponderExcluir
  3. E que venha a Skynet...
    Mas brincadeiras à parte, o fato apenas de se criar tal mecanismo de emulação de cérebro e criação de uma consciência artificial traz inúmeras implicações éticas por si só. Por exemplo, seria ético duplicar uma consciência artificial? É o mesmo conflito ético da clonagem (vide o filme "O Sexto Dia"). Outras questões: é ético desligar essa consciência e religá-la quando for conveniente? Testar medicamentos nesse cérebro e caso algo dê errado restaurar um backup? Faríamos ela menos inteligente que um cérebro humano ou mais inteligente? Que valores humanos ensinaríamos a ela (o que é certo e o que é errado)? O que faríamos com ela quando ela estivesse com raiva?

    ResponderExcluir
  4. Será que se eles conseguirem fazer um celebro humano ou até mesmo melhor ... ele poderia se enfurecer (pois ele tem sentimentos) com testes feitos nele. pq hoje os animais não falam nada ( pois não tem sentimentos,nem inteligÊncia) não podem fazer nada. Agora depois que fazerem o celebro será que vão querer fazer o corpo humano , talvez para conseguirem um corpo artificial que tenha os 5 sentidos: Tato , Audição , Visão , Olfato e Paladar. afinal quem vai conseguir fazer um celebro irá ficar parado ?

    ResponderExcluir
  5. Eles constroem um cerebro artificial, mas não resolvem o problema da fome no mundo?

    ResponderExcluir
  6. Que coisa? Será que não seria melhor fazer dois computadores com cérebro ao invés de um? Vai que ele se sinta só....

    ResponderExcluir
Deixe suas impressões digitais aqui...

$show=mobile

Nome

#existepesquisanobrasil,1,A divulgar,2,Abelha,3,Acessibilidade,20,acessório,2,Acidente,48,Acidentes,2,Acústica,16,Adágios,1,Adestramento,5,Administração,26,adulto,1,Aerodinâmica,4,Aeronáutica,8,África,6,Agência Brasil,18,Agência Fiocruz,1,Agência Porvir,1,Agência Senado,1,Agência USP,4,Agricultura,4,Agropecuária,2,AIDS,1,AirBNB,1,Alcoolismo,7,Alemanha,3,Alerta,1,Algoritmo,8,Alimento,1,Alzheimer,4,Amazon,1,Amazônia,4,América Latina,1,Análise Combinatória,1,Anatomia,6,Android,3,Animação,46,Animais de Estimação,6,Animal,2,Antropologia,14,Apicultura,8,App,9,Apple,5,Apresentação,4,aquário,1,Argentina,4,Arqueologia,5,arquitetura,29,Arte,149,Astrobiologia,2,Astrofísica,3,Astronomia,24,Ativismo,26,Áudio,3,Audio FX,2,Áustria,1,Autismo,2,Auto-ajuda,10,Automobilismo,14,Automóvel,19,aventura,3,Aviação,5,Aviônica,8,Bahia,2,Balonismo,3,Banco de Dados,5,Beber e Dirigir,1,biblioteconomia,3,Bicicleta,1,Biografia,16,Biologia,157,Biologia Marinha,15,bioquímica,6,Biotecnologia,25,Bitcoin,2,Blog,29,Blogger,32,Boato,5,Bomba,1,borderô de desconto,1,Botânica,5,BRASA,1,BRASA Leads,1,Brasil,34,Brasília,14,BRIC,1,Browser,10,Bugs,3,CAD,3,Calor,2,Câmera lenta,1,Campanha,44,cardiologia,14,Carnaval,2,carreira,2,Cartografia,3,Casemods,1,Caso Isabella Nardoni,1,Caso Snowden,1,Ceará,1,Celebridades,6,celular,24,Células-Tronco,3,Cérebro,2,Charge,22,China,16,Cibercultura,2,Ciclovia,1,Cidadania,39,Ciência,183,Cinema,63,Clip,1,Cliparts,1,Cloud computing,4,Coaching,12,Comédia,2,competência,1,Complemento de dois,1,Comportamento,249,Computação,81,Computação em grade,5,Computação forense,3,Computação Gráfica,135,Computação Móvel,1,Comunicação e Marketing,131,Concurso,1,Concurso Cultural de Natal,1,Concursos Público,2,Concursos Públicos,3,Conectômica,1,Conferência,1,Congresso em Foco,1,Conspiração,2,Consumidor,7,Consumismo,3,contabilidade,2,Contos,45,Copa do Mundo,27,Cordel,3,Coreia do Norte,1,Coreia do Sul,1,Corpo,2,Coruja,1,cosmética,3,Cosmologia,21,Crash Course,1,Criança,1,Criatividade,3,Crime,46,Crime Digital,7,crise,11,crise econômica,8,crônica,5,crônicas,5,Cronologia,1,CSS,3,Cuba,4,Culinária,8,Cultura,9,Curiosidades,112,custos fixo,1,custos variáveis,1,Dança,6,DAO,1,Darwin,9,Davos,1,Debate,1,Decoração,1,demência,1,Demografia,3,Denúncia,10,Dermatologia,7,Desastre Natural,13,Descoberta,2,desconto duplicatas,1,Desenho instrucional,11,Desenvolvimento de jogos,8,Design,25,Design Instrucional,6,Destaque,25,Dia das Mães,1,Dia do professor,1,diabetes,6,Dicas,66,Didática,1,Dieta,3,diplomacia,3,Direito,173,Direito Eleitoral,1,Direito Internacional,28,Direito Trabalhista,1,Direito Tributário,2,Direitos Autorais,1,Direitos Humanos,37,Disney,5,Distrito Federal,2,Documentário,60,Doutorado,1,download,3,Drogas,7,Drone,3,Dubai,1,e-Book,2,e-governo,2,EBC,1,Ecologia,81,Economia,106,Editoração Eletrônica,1,Educação,331,Educação a Distância,143,Educação Corporativa,4,educação física,19,Educação sexual,6,Efeitos Sonoros,4,Egiptologia,1,Eleições,23,Eleições 2014,12,Eleições 2018,5,Eletricidade,9,eletrônica,3,Em Operários,1,Embrapa,1,empreendedorismo,6,enciclopédia,1,endocrinologia,5,Enem,3,Energia,14,Energia Alternativa,16,Energia Nuclear,11,Engenharia,62,Engenharia Agrícola,1,Engenharia Civil,4,Engenharia de materiais,13,Engenharia de Software,4,Engenharia Genética,30,Engenharia Mecânica,1,Enretenimento,1,Ensino a Distância,9,Ensino Superior,3,Entomologia,7,Entretenimento,41,Entrevista,83,Entrevista.,1,Epidemiologia,21,Epistemologia,1,Equador,1,Escândalo,5,Escritório,1,Espaço,65,Espanha,1,Espanhol,2,Espeleologia,1,Espetáculo,8,Espionagem,19,Esporte,39,Estação,1,Estágio,2,Estatísticas,32,estrutura de dados,1,Ética,23,EUA,14,Europa,2,Evento,37,Evolução,4,Exercícios físicos,2,Exobiologia,2,experiência,42,fábulas,3,Facebook,17,Farmacologia,8,Favo,1,Feminismo,1,Férias,1,Ferramentas,6,FIFA,2,Filantropia,4,Filmes,16,Filosofia,47,Finlândia,1,Firefox,1,Física,103,Física Quântica,3,Fisiologia,7,Fisioterapia,6,Flagrante,2,Flamengo,1,Folclore,3,Fome,1,Fonética,1,Fonoaudiologia,6,Fotografia,40,Fotos em 360 graus,6,França,6,Francês,2,frases,2,Fraude,4,Freeware,67,Futebol,38,Futurologia,78,gadget,88,Gafe,2,Gamificação,5,Gastroenterologia,5,Gastronomia,2,Geek,1,Genética,38,Geofísica,1,Geografia,52,Geologia,10,Geometria,6,geopolítica,20,Gerenciamento do Tempo,1,Geriatria,10,Gestão de Competências,2,Gestão de Configuração,2,Gestão de Pessoas,3,Gestão de Projetos,17,Gestão do conhecimento,6,Ginecologia,3,Glass,1,Google,78,Governo,4,GPS,1,Gradiente,1,gramática,13,Gravidez,1,Grécia,1,Grécia Antiga,1,Guerra,35,Guerra Civil,2,Guinness,1,H2,2,Haiti,3,hardware,35,História,187,HIV,1,Hololens,2,homenagem,45,Horologia,1,HPV,1,HTML,6,Humor,208,Humor Negro,8,IBGE,2,IBM,4,ICIJ,2,Idioma,43,IHC,8,ilo,29,ilusão,34,ilusionismo,5,Imagem 3D,16,Imagens,6,Imagine Cup,1,Império Romano,5,Imprensa,33,Impressora 3D,16,Imunologia,2,Incêndio,2,Inclusão digital,8,Índia,3,Índios,1,Infectologia,16,Infográfico,47,Informática,38,Inglaterra,3,Inglês,22,Inovação,178,Inspiração,1,Inteligência Artificial,98,intercâmbio,1,Interface,188,Interfaces Hápticas,20,Internacional,22,Internacionalização da Amazônia,3,Internet,160,Internet das Coisas,2,Inundação,2,Invenção,20,Inventos,6,iPad,1,IPEA,1,iphone,3,Irã,3,Iraque,1,Israel,6,Japão,2,Java,2,Java.,2,jogos,9,Jogos educativos,13,Jogos Olímpicos,10,Jornalismo,69,Justiça,4,Kinect,10,Le Monde Diplomatique Brasil,9,Le Monde Diplomatique Brasil,1,Letras,1,Lexicografia,5,Liderança,3,Life Hacking,20,Linguística,9,Literatura,54,Livro,57,Lógica,25,Logística,4,Loterias,4,Lua,1,Maçonaria,4,Malásia,2,Malvinas,2,Malware,1,Mapa,68,Mário Sérgio Conti,1,Marte,2,Mastologia,1,Matemática,76,Matemática Financeira,1,maternidade,1,Mecânica,8,Mecânica dos Fluidos,2,Mecatrônica,46,Medicina,470,Medicina Esportiva,1,Medicina Veterinária,4,Meio Ambiente,104,Mel,1,melanoma,1,Memória,5,memorização,4,Mente,4,Mercado de Trabalho,68,mercosul,1,Mestrado,1,meteorologia,11,Metodologia Científica,44,México,1,Microbiologia,4,Microsoft,14,Mídia Social,54,Militar,14,Mineralogia,1,Mistério,2,MIT,12,Mitologia,2,Mobilidade,1,Mobilidade Urbana,9,MonaVie,1,Montanhismo,1,Moodle,7,Mossad,1,Motivação,1,Movimento Maker,1,MSF,1,Mudança Climática,20,Mulher,4,Multimídia,14,museu,10,Música,82,MVC,1,Nanotecnologia,33,Nasa,15,Natação,2,Natal,17,Natureza,1,Negócios,25,Netflix,1,Neurociência,82,Neurologia,77,Nicolelis,1,Nordeste,2,Noruega,1,notícias,8,Novidades,18,Novo Enem,2,Números,1,Nutrição,63,Obama,1,Obesidade,10,Observatório da Imprensa,26,Obstetrícia,3,Oceanografia,7,odontologia,7,Offshore Leaks,2,oftalmologia,11,Olimpíadas,7,oncologia,45,ONU,8,Opinião,92,Óptica,17,Oracle,1,Oriente Médio,5,Orkut,2,Ornitologia,1,ortografia,3,Ortopedia,3,Ótica,8,Otorrinolaringologia,1,Oxfam,2,Pacifismo,1,Paginadores,1,paleontologia,3,Paquistão,1,Pará,2,Paraguai,2,parkinson,2,Passeio virtual,1,Patinação,1,Pedagogia,1,Pediatria,6,Pensamentos,2,performance,2,Periférico,1,Pesca,2,Pesquisa,198,Petição,1,Petrobrás,9,Petróleo,12,Photoshop,5,Pirataria,7,planilha de custo,1,Playstation 3,2,Plebiscito,3,Pneumologia,1,Podcast,4,Poesia,28,Poítica,1,Politica,5,Política,287,Portugal,6,português,18,Pós-graduação,1,prazo médio,1,Pré-sal,5,Prêmio Nobel,6,primatologia,1,Primeira Guerra Mundial,1,privacidade,17,produtividade,3,professor Hamilton Alves,2,Programa Gratuito,4,Programação,51,Projeção Mapeada,1,Projeto Truco,2,Promoção,1,Propaganda,5,Psicanálise,1,Psicologia,265,Psicologia Animal,23,Psiquiatria,13,Pública,12,publicidade,18,Publieditorial,4,Quadrinhos,10,Quads,5,Qualidade,3,Qualidade de Vida,11,química,32,REA,2,realidade aumentada,44,realidade diminuída,2,Realidade Misturada,2,Realidade Virtual,37,Reconhecimento de imagem,12,Reconhecimento de voz,3,Recorde,1,Recoverit,1,Recuperar vídeos,1,Redação,1,redes,10,Referência,2,Referendo,1,Reforma Política,3,Reino Unido,1,Relacionamento,2,Relações Internacionais,40,Religião,39,Responsabilidade Social,4,Retrospectiva,1,Review,4,Rio 2016,6,Rio de Janeiro,1,Rio Grande do Norte,1,Rio Grande do Sul,1,robótica,97,Roda Viva,45,Roma,4,roteiro,1,RSA,1,Rússia,1,Samsung,1,Sanitarismo,5,Santa Catarina,1,São Paulo,4,Saúde,484,Savant,1,Segunda Guerra Mundial,20,Segurança,116,Segurança da Informação,60,Seleção Natural,2,Séries,2,serviço,1,Serviço Online,1,Sexologia,2,sexualidade,5,Show,7,SIGGRAPH,1,Simulação,28,Singularity University,1,Síria,3,Sismologia,2,Sistema operacional,4,Sistemas de Numeração,1,Sites de Busca,14,Sociedade,4,Sociologia,52,Software,32,Software Livre,25,Sol,2,Sono,4,Sony,2,SOPA,2,Star Wars,1,Suécia,3,Sugestão de presentes,61,Sun,1,supercomputadores,2,Sustentabilidade,5,Tabagismo,6,Taiwan,1,Talento precoce,1,taxa de juros efetiva,1,taxa de juros nominal,1,Taxas Equivalentes,1,Taxidermia,1,Teatro,26,Técnicas de Estudo,2,Tecnologia,538,Tecnologia da Informação,28,TED,389,TED-Ed,39,TedMed,2,TEDx,1,TEDx Rio+20,1,TEDxAmazônia,1,TEDxAsaSul,1,Telefonia,59,Televisão,43,Temas,1,Tempo,1,Tendências,10,Teologia,5,teoria das supercordas,1,Terremoto,7,Terrorismo,15,Tesla,1,Testes,17,Tipologia,8,Tomada de Decisão,1,tradução,5,Trânsito,11,transporte,55,tributo,3,Trigonometria,1,Tubarão,2,Tunísia,1,Turismo,21,Tutorial,20,Twitter,8,Uber,4,UFC,1,UFG,1,ufologia,5,UFRJ,1,Unicamp,1,UNIFESP,1,universidade,5,Universidade Corporativa,1,Universidade de Cambridge,2,Universidade de Michigan,1,Urbanismo,23,Urologia,1,User Experience,1,USP,6,Utilidade Pública,3,Utilitário,3,Vale,1,Vaticano,1,Veículo Autônomo,7,Ventriloquismo,3,Verão,1,vestibular,3,Vestimenta,1,Vida Digital,7,Vida Moderna,17,Vida Selvagem,10,Videogame,114,Vídeos,927,Vídeos 360,1,Violência,4,Vírus,2,Visão Computacional,9,Vôlei,1,Vulcanologia,6,Watergate Política,1,WCIT 2016,2,WCIT 2017,1,Web 2.0,29,Web Application,134,Web Semântica,2,Web Seminar,1,webdesign,11,Webinar,2,widget,2,WikiLeaks,37,Wikipedia,4,Windows,5,Xadrez,1,YouTube,6,Zika,1,Zoologia,56,
ltr
item
Brasil Acadêmico: Frankenstein real: cérebro artificial similar ao humano poderá ser criado
Frankenstein real: cérebro artificial similar ao humano poderá ser criado
http://3.bp.blogspot.com/_cM2l6Y3Ulgg/S0F8z2J06fI/AAAAAAAADDQ/6XoXXVzIe6g/s320/blueBrain.jpg
http://3.bp.blogspot.com/_cM2l6Y3Ulgg/S0F8z2J06fI/AAAAAAAADDQ/6XoXXVzIe6g/s72-c/blueBrain.jpg
Brasil Acadêmico
https://blog.brasilacademico.com/2010/01/frankenstein-real-cerebro-artificial.html
https://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/2010/01/frankenstein-real-cerebro-artificial.html
true
3049085869098582068
UTF-8
Todos os posts carregados Nenhumpost encontrado VER TODOS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Home Páginas POSTS Ver Todos Recomendado para você CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODOS POSTS Não encontrado nehum post de acordo com o seu critério Voltar para Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agorinha 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais que 5 semanas atrás Seguidores Seguir THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy