Como alcançar a fluência no inglês

Comentar

Estreando nossa curadoria sobre o ensino da língua inglesa reunimos objetos de aprendizagem sobre como iniciar a conversação, mantê-la e gan...

Estreando nossa curadoria sobre o ensino da língua inglesa reunimos objetos de aprendizagem sobre como iniciar a conversação, mantê-la e ganhar fluência. Aviso: O desenho instrucional dessa postagem foi orientado para computadores com javascript habilitado.


Para quem até conhece um tanto de gramática inglesa mas trava na hora de conversar, temos várias e valiosas dicas de professores e estudiosos do idioma para você se guiar e até mesmo treinar a ouvir e a falar com mais segurança e desenvoltura. Pois quanto mais você conseguir sustentar um diálogo mais seu cérebro aprenderá a interpretar e a processar os fonemas em tempo real. Além de você cansar menos os seus interlocutores e a si mesmo (nos vídeos em inglês, caso prefira, lembre-se de [configurar as legendas] em inglês ou português, quando disponíveis). Afinal, você já se perguntou porque após tantos anos de estudo os estudantes de inglês não se tornam fluentes? Como aprender melhor? Como ser mais eficiente? Esse post pode ajudar a responder e se tornar um time saver para seu aprendizado.


Clique     Retroceder    Avançar   Espaço /    /   F

Mas afinal, o que é [fluência]? Fluência no idioma é falar suavemente, sem ficar parando ou hesitante. E existem dois lados da fluência. Um lado é físico: sua boca precisa produzir e conectar os sons e palavras em inglês rapidamente, de forma suave. O outro lado da fluência é o mental: seu cérebro precisa encontrar as palavras certas e montar as frases em inglês de forma rápida e suave. Assim, para melhorar sua fluência, você precisa trabalhar os dois lados: O físico e o mental. Para trabalhar ambos o lados é preciso ter atitude. Dessa forma, para aprimorar o lado mental você deve [sair e falar com outros falantes] do idioma e [superar a pressão] de falar em uma língua estrangeira. Para melhorar o lado físico é recomendado [fazer leituras rápidas] progressivamente e [Cantar músicas] em inglês.
Outra boa dica para aumentar a fluência é [Aprender a língua em pedaços] ([lexicalmente]) ao invés de traduzir cada palavra. Além de cantar, assistir séries em inglês auxiliara na obtenção desses pedaços (conheça uma excelente ferramenta para ajudar a [aprender idiomas vendo séries] aqui).

Clique     Retroceder    Avançar   Espaço /    /   F
Esse um método que vai levar seu aprendizado do estágio de [competência consciente] (no qual você deve estar agora) para o de competência inconsciente, que é a meta a ser atingida.
Aqui vamos explorar algumas técnicas e corrigir alguns vícios. Por exemplo, você deve [fingir que é fluente] até se tornar fluente. E [nunca se desculpar "pelo inglês ruim"]. [Atitude] mental é fundamental.


Clique     Retroceder    Avançar   Espaço /    /   F



Também é importante que você saiba em qual dos [4 estágios de listening] você se encontra (indo do Gibberish (onde as frases parecem meros ruídos) até o estágio onde você já estará focando nas raras partes de uma fala que você não consegue compreender). Isso te orientará para qual o melhor caminho para desenvolver melhor seu listening.

Objetivamente, é importante que, ao ouvir, o estudante não tente traduzir. Pois isso é tarefa para tradutores profissionais que fazem isso em tempo real (e ganham para isso após anos de treino). Aqui o importante é entender, você deve conseguir a ["pensar em inglês"] ([embora haja divergências] quanto a essa regra) . E isso faz toda a diferença.

Pode até parecer um contrassenso, afinal, quando estamos querendo entender precisamos traduzir, certo? Não é bem assim, como é explicado nesse vídeo (em inglês). E esse é o processo de listening que permitirá passar do estágio de alguém que não fala (e ouve) inglês para um falante que tem alguma dificuldade em um firme progresso rumo à fluência.

E por falar em "fala" (speaking), o hack (atalho) agora é conhecer frases importantes para indicar para o outro que você não entendeu algo dito, ou solicitar que se repita alguma passagem, ou pedir para soletrar, escrever, falar mais devagar, etc. Um macete excepcional para parecer uma fala mais natural mesmo quando você não entendeu patavina. Ainda que isso seja raro.

Quanto mais gramática e vocabulário você souber, mais fácil será para desenvolver a conversação. Mas isso só não basta. Já que são processos de aprendizagem diferentes sendo que gramática e vocabulário são habilidades cognitivas, isto é, que você pode adquirir lendo livros ou tendo aulas teóricas. Mas o "ouvir" e o "falar" em outra língua requer muita mais prática. É como jogar sinuca ou bater pênaltis. Só vai ser aprendido com a prática. Principalmente se estamos falando em fluência. Só que o progresso às vezes é lento no início e pode ser intimidador, uma vez que muitos não são bons comunicadores nem na própria língua nativa. Reflita a respeito. Muitas vezes um retraído em uma língua se torna desinibido em outra. Aproveite a chance!

Todavia, conhecer alguns atalhos vai deixar o processo de aprendizagem muito mais agradável e prazeroso. Ter alguns textos e expressões prontas "na manga" vai facilitar sobremaneira a manutenção dos diálogos. Além disso, devemos atentar para algumas peculiaridades do discurso dos falantes em inglês que também ajudará bastante na hora de compreender frases mais longas, rápidas e complexas. Quase todos que passarem uns 8 meses em um país que fale o inglês deverá conseguir obter a tão almejada fluência. Mas será com maior ou menor sacrifício e resultado. Afinal, será um domínio de inglês digno de um alto executivo ou de um clichê de filme de selvagens no melhor estilo Tarzan ("mim querer dinheiro"🙈)?

Outra boa dica é simular a tal da imersão total ao máximo assistindo a vídeos curtos, palestra de temas de seu interesse (como os TED talks), filmes de longa metragem em inglês, cantar em inglês, ler e traduzir a letra, jogar jogos de cartas e tabuleiro com jogadores falando inglês (ou qualquer jogo social presencial) que tenha bastante interação tanto presencialmente mas muito especialmente no caso dos games online (principalmente os de realidade virtual em grupo. Faço isso às vezes. Assim é mais fácil achar falantes nessa língua do que achar colegas que queiram treinar o idioma com a vantagem de termos um pouco da linguagem corporal que dá mais realismo à situação. Ainda farei uma postagem sobre minhas experiências), participar de chats via voz, participar de clubes de conversação, fazer bastante exercício de pronúncia, se inteirar das dificuldades, aumentar o vocabulário, ver desenhos animados em inglês, ouvir rádios, ver programas de TV, rádio, podcasts, etc.

Atenção! No caso das interações online. Deve se tomar bastante cuidado com o uso que as crianças fazem em salas de bate-papo na internet. Todas as orientações aqui são voltadas para o ensino de adultos.

Tente ver sob o ponto de vista de uma criança americana que está aprendendo inglês. Essa é a forma mais natural de aprender e que o aproximará do resultado de parar de tentar traduzir enquanto se fala. Pegue, por curiosidade, algum livro infantil, veja aulas ministrada para crianças. Cerque ambos os hemisférios de seu cérebro com seu firme propósito de chegar à fluência na língua. Quando você menos esperar estará pensando em inglês, sonhando em inglês e sendo entendido em inglês. Mas é um aprendizado para toda a vida. Como também é o aprendizado do português.

E faça tudo de uma maneira muito ativa. Não está conseguindo entender o filme? Coloque legendas em inglês. Está ficando chato? Veja primeiro com legendas em português e depois assista de novo em inglês. Ainda assim está difícil? Veja dublado em português e depois assista novamente em inglês com legendas e depois sem legendas. Enfim, se estiver começando a ficar insuportável, mude de estratégia até achar o nível de desconforto que faça progressos. O importante é estar 100% comprometido e com o máximo de envolvimento.

  • [accordion]
    • Aviso
      • É bom saber que esse post é melhor aproveitado em um computador que permita rodar javascript. Normalmente, você não verá todos os recursos (como clicar em um link e abrir o vídeo no ponto correto) em um smartphone.
    • Antes de iniciar
      • Use e abuse da seção Dicionários (na coluna lateral do blog) para traduzir e tirar dúvidas sobre termos desconhecidos com dicionários como o Linguee (tradução contextualizada), YouGlish (tradução com a pronúncia em vídeos) entre outros. O Google Translate também é muito bom para trechos maiores e também reproduz a pronúncia. Caso não tenha ficado claro a grafia dos termos a traduzir, um dicionário que possui formas alternativas de busca é o NetSpeak (com algumas ressalvas). É importante ter em mãos canetas, caderno, bloco de anotação, ou o app preferido para que você não se distraia na hora de se concentrar nos estudos. Também é importante que você trabalhe com as explicações em inglês. Sempre que possível.
    • Canais de inglês sugeridos
      • Para ver uma lista de canais de inglês do YouTube (a maior parte das fontes citadas nessa postagem hipermídia)  clique aqui.

[Visto no Brasil Acadêmico]

COMMENTS

BLOGGER

$show=mobile

Nome

#existepesquisanobrasil,1,A divulgar,2,Abelha,3,Acessibilidade,20,acessório,2,Acidente,48,Acidentes,2,Acústica,16,Adágios,1,Adestramento,5,Administração,27,adulto,1,Aerodinâmica,4,Aeronáutica,8,África,6,Agência Brasil,19,Agência Fiocruz,1,Agência Porvir,1,Agência Senado,1,Agência USP,4,Agricultura,4,Agropecuária,2,AIDS,1,AirBNB,1,Alcoolismo,7,Alemanha,3,Alerta,1,Algoritmo,8,Alimento,1,Alzheimer,4,Amazon,2,Amazônia,4,América Latina,1,Análise Combinatória,1,Anatomia,7,Android,3,Animação,47,Animais de Estimação,6,Animal,2,Antropologia,14,Apicultura,8,App,9,Apple,5,Apresentação,4,aquário,1,Argentina,4,Arqueologia,5,arquitetura,29,Arte,151,Astrobiologia,2,Astrofísica,3,Astronomia,25,Ativismo,26,Áudio,3,Audio FX,2,Áustria,1,Autismo,2,Auto-ajuda,10,Automobilismo,14,Automóvel,19,aventura,3,Aviação,5,Aviônica,8,Bahia,2,Balonismo,3,Banco Central,1,Banco de Dados,5,Beber e Dirigir,1,biblioteconomia,3,Bicicleta,1,Biografia,16,Biologia,157,Biologia Marinha,15,bioquímica,6,Biotecnologia,25,Bitcoin,2,Blog,29,Blogger,32,Boato,5,Bomba,1,borderô de desconto,1,Botânica,5,BRASA,1,BRASA Leads,1,Brasil,34,Brasília,14,BRIC,1,Browser,10,Bugs,3,CAD,3,Calor,2,Câmera lenta,1,Campanha,44,cardiologia,14,Carnaval,2,carreira,2,Cartografia,3,Casemods,1,Caso Isabella Nardoni,1,Caso Snowden,1,Ceará,1,Celebridades,6,celular,24,Células-Tronco,3,Cérebro,2,Charge,22,China,16,Cibercultura,2,Ciclovia,1,Cidadania,39,Ciência,183,Cinema,63,Clip,1,Cliparts,1,Cloud computing,4,Coaching,12,Comédia,2,competência,1,Complemento de dois,1,Comportamento,251,Computação,81,Computação em grade,5,Computação forense,3,Computação Gráfica,135,Computação Móvel,1,Computação Quântica,1,Comunicação e Marketing,131,Concurso,1,Concurso Cultural de Natal,1,Concursos Público,2,Concursos Públicos,3,Conectômica,1,Conferência,1,Congresso em Foco,1,Conspiração,2,Consumidor,7,Consumismo,3,contabilidade,2,Contos,47,Copa do Mundo,27,Cordel,3,Coreia do Norte,1,Coreia do Sul,1,Corpo,2,Coruja,1,cosmética,3,Cosmologia,21,Crash Course,1,Criança,1,Criatividade,3,Crime,46,Crime Digital,7,crise,11,crise econômica,8,crônica,5,crônicas,5,Cronologia,1,CSS,3,Cuba,4,Culinária,8,Cultura,9,Curiosidades,112,custos fixo,1,custos variáveis,1,Dança,6,DAO,1,Darwin,9,Davos,1,Debate,1,Decoração,1,demência,1,Demografia,3,Denúncia,10,Dermatologia,7,Desastre Natural,13,Descoberta,2,desconto duplicatas,1,Desenho instrucional,11,Desenvolvimento de jogos,9,Design,25,Design Instrucional,6,Destaque,25,Dia das Mães,1,Dia do professor,1,diabetes,6,Dicas,66,Didática,1,Dieta,3,diplomacia,3,Direito,174,Direito Eleitoral,1,Direito Internacional,28,Direito Trabalhista,1,Direito Tributário,2,Direitos Autorais,1,Direitos Humanos,37,Disney,5,Distrito Federal,2,Documentário,60,Doutorado,1,download,3,Drogas,7,Drone,3,Dubai,1,e-Book,2,e-governo,2,EBC,1,Ecologia,81,Economia,107,Editoração Eletrônica,1,Educação,335,Educação a Distância,147,Educação Corporativa,4,educação física,19,Educação sexual,6,Efeitos Sonoros,4,Egiptologia,1,Eleições,23,Eleições 2014,12,Eleições 2018,5,Eletricidade,9,eletrônica,3,Em Operários,1,Embrapa,1,empreendedorismo,6,enciclopédia,1,endocrinologia,5,Enem,3,Energia,14,Energia Alternativa,16,Energia Nuclear,11,Engenharia,62,Engenharia Agrícola,1,Engenharia Civil,4,Engenharia de materiais,13,Engenharia de Software,4,Engenharia Genética,30,Engenharia Mecânica,1,Enretenimento,1,Ensino a Distância,9,Ensino Superior,3,Entomologia,7,Entretenimento,41,Entrevista,86,Entrevista.,1,Epidemiologia,21,Epistemologia,1,Equador,1,Escândalo,5,Escritório,1,Espaço,66,Espanha,1,Espanhol,2,Espeleologia,1,Espetáculo,8,Espionagem,20,Esporte,39,Estação,1,Estágio,2,Estatísticas,32,estrutura de dados,1,Ética,24,EUA,14,Europa,2,Evento,37,Evolução,4,Exercícios físicos,2,Exobiologia,2,experiência,42,fábulas,3,Facebook,17,Farmacologia,8,Favo,1,Feminismo,1,Férias,1,Ferramentas,6,FIFA,2,Filantropia,4,Filmes,16,Filosofia,47,Finlândia,1,Fintech,1,Firefox,1,Física,103,Física Quântica,3,Fisiologia,7,Fisioterapia,6,Flagrante,2,Flamengo,1,Folclore,3,Fome,1,Fonética,1,Fonoaudiologia,6,Fotografia,40,Fotos em 360 graus,6,França,6,Francês,2,frases,2,Fraude,5,Freeware,68,Futebol,38,Futurologia,81,gadget,88,Gafe,2,Gamificação,5,Gastroenterologia,5,Gastronomia,2,Geek,1,Genética,39,Geofísica,1,Geografia,52,Geologia,10,Geometria,6,geopolítica,20,Gerenciamento do Tempo,1,Geriatria,10,Gestão de Competências,2,Gestão de Configuração,2,Gestão de Pessoas,3,Gestão de Projetos,17,Gestão do conhecimento,6,Ginecologia,3,Glass,1,Google,79,Governo,4,GPS,1,Gradiente,1,gramática,13,Gravidez,1,Grécia,1,Grécia Antiga,1,Guerra,36,Guerra Civil,2,Guinness,1,H2,2,Haiti,3,hardware,35,História,194,HIV,1,Hololens,2,homenagem,45,Horologia,1,HPV,1,HTML,6,Humor,209,Humor Negro,8,IBGE,2,IBM,4,ICIJ,2,Idioma,46,IHC,8,ilo,29,ilusão,34,ilusionismo,5,Imagem 3D,16,Imagens,6,Imagine Cup,1,Império Romano,6,Imprensa,33,Impressora 3D,16,Imunologia,2,Incêndio,2,Inclusão digital,8,Índia,3,Índios,1,Infectologia,16,Infográfico,48,Informática,38,Inglaterra,3,Inglês,25,Inovação,180,Inspiração,1,Inteligência Artificial,98,intercâmbio,1,Interface,189,Interfaces Hápticas,20,Internacional,22,Internacionalização da Amazônia,3,Internet,160,Internet das Coisas,2,Inundação,2,Invenção,20,Inventos,6,iPad,1,IPEA,1,iphone,3,Irã,3,Iraque,1,Israel,6,Japão,2,Java,2,Java.,2,jogos,10,Jogos educativos,13,Jogos Olímpicos,10,Jornalismo,69,Justiça,4,Kinect,10,Le Monde Diplomatique Brasil,9,Le Monde Diplomatique Brasil,1,Letras,1,Lexicografia,5,Liderança,3,Life Hacking,20,Linguística,9,Literatura,55,Livro,58,Lógica,25,Logística,4,Loterias,4,Lua,1,Maçonaria,4,Malásia,2,Malvinas,2,Malware,1,Mapa,69,Mário Sérgio Conti,1,Marte,2,Mastologia,1,Matemática,76,Matemática Financeira,1,maternidade,1,Mecânica,8,Mecânica dos Fluidos,2,Mecatrônica,46,Medicina,471,Medicina Esportiva,1,Medicina Veterinária,4,Meio Ambiente,104,Mel,1,melanoma,1,Memória,5,memorização,4,Mente,4,Mercado de Trabalho,71,mercosul,1,Mestrado,1,meteorologia,11,Metodologia Científica,44,México,1,Microbiologia,4,Microsoft,14,Mídia Social,54,Militar,14,Mineralogia,1,Mistério,2,MIT,12,Mitologia,2,Mobilidade,1,Mobilidade Urbana,9,MonaVie,1,Montanhismo,1,Moodle,7,Mossad,1,Motivação,1,Movimento Maker,1,MSF,1,Mudança Climática,20,Mulher,4,Multimídia,14,museu,10,Música,83,MVC,1,Nanotecnologia,33,Nasa,16,Natação,2,Natal,17,Natureza,1,Negócios,25,Netflix,1,Neurociência,84,Neurologia,77,Nicolelis,1,Nordeste,2,Noruega,1,notícias,8,Novidades,18,Novo Enem,2,Números,1,Nutrição,63,Obama,1,Obesidade,10,Observatório da Imprensa,26,Obstetrícia,3,Oceanografia,7,odontologia,7,Offshore Leaks,2,oftalmologia,11,Olimpíadas,7,oncologia,45,ONU,8,Opinião,92,Óptica,17,Oracle,1,Oriente Médio,5,Orkut,2,Ornitologia,1,ortografia,3,Ortopedia,3,Ótica,8,Otorrinolaringologia,1,Oxfam,2,Pacifismo,1,Paginadores,1,paleontologia,3,Paquistão,1,Pará,2,Paraguai,2,parkinson,2,Passeio virtual,1,Patinação,1,Pedagogia,1,Pediatria,6,Pensamentos,2,performance,2,Periférico,1,Pesca,2,Pesquisa,199,Petição,1,Petrobrás,9,Petróleo,12,Photoshop,5,Pirataria,7,planilha de custo,1,Playstation 3,2,Plebiscito,3,Pneumologia,1,Podcast,4,Poesia,28,Poítica,1,Politica,5,Política,288,Portugal,6,português,18,Pós-graduação,1,prazo médio,1,Pré-sal,5,Prêmio Nobel,6,primatologia,1,Primeira Guerra Mundial,1,privacidade,18,produtividade,3,professor Hamilton Alves,2,Programa Gratuito,4,Programação,51,Projeção Mapeada,1,Projeto Truco,2,Promoção,1,Propaganda,5,Psicanálise,1,Psicologia,267,Psicologia Animal,24,Psiquiatria,13,Pública,12,publicidade,19,Publieditorial,4,Quadrinhos,10,Quads,5,Qualidade,3,Qualidade de Vida,11,química,32,REA,2,realidade aumentada,44,realidade diminuída,2,Realidade Misturada,2,Realidade Virtual,37,Reconhecimento de imagem,12,Reconhecimento de voz,3,Recorde,1,Recoverit,1,Recuperar vídeos,1,Redação,1,redes,10,Referência,2,Referendo,1,Reforma Política,3,Reino Unido,1,Relacionamento,2,Relações Internacionais,40,Religião,39,Responsabilidade Social,4,Retrospectiva,1,Review,4,Rio 2016,6,Rio de Janeiro,1,Rio Grande do Norte,1,Rio Grande do Sul,1,robótica,97,Roda Viva,46,Roma,5,roteiro,1,RSA,1,Rússia,1,Samsung,1,Sanitarismo,5,Santa Catarina,1,São Paulo,4,Saúde,488,Savant,1,Segunda Guerra Mundial,23,Segurança,117,Segurança da Informação,60,Seleção Natural,2,Séries,2,serviço,1,Serviço Online,1,Sexologia,2,sexualidade,5,Show,7,SIGGRAPH,1,Simulação,29,Singularity University,1,Síria,3,Sismologia,2,Sistema operacional,4,Sistemas de Numeração,1,Sites de Busca,14,Sociedade,4,Sociologia,52,Software,32,Software Livre,25,Sol,2,Sono,4,Sony,2,SOPA,2,Star Wars,1,Suécia,3,Sugestão de presentes,61,Sun,1,supercomputadores,2,Sustentabilidade,5,Tabagismo,6,Taiwan,1,Talento precoce,1,taxa de juros efetiva,1,taxa de juros nominal,1,Taxas Equivalentes,1,Taxidermia,1,Teatro,26,Técnicas de Estudo,2,Tecnologia,540,Tecnologia da Informação,28,TED,390,TED-Ed,40,TedMed,2,TEDx,1,TEDx Rio+20,1,TEDxAmazônia,1,TEDxAsaSul,1,Telefonia,59,Televisão,43,Temas,1,Tempo,1,Tendências,10,Teologia,5,teoria das supercordas,1,Terremoto,7,Terrorismo,15,Tesla,1,Testes,17,Tipologia,8,Tomada de Decisão,1,tradução,5,Trânsito,11,transporte,55,tributo,3,Trigonometria,1,Tubarão,2,Tunísia,1,Turismo,21,Tutorial,20,Twitter,8,Uber,4,UFC,1,UFG,1,ufologia,5,UFRJ,1,Unicamp,1,UNIFESP,1,universidade,5,Universidade Corporativa,1,Universidade de Cambridge,2,Universidade de Michigan,1,Universidade de Princeton,1,Urbanismo,23,Urologia,1,User Experience,1,USP,6,Utilidade Pública,3,Utilitário,3,Vale,1,Vaticano,1,Veículo Autônomo,7,Ventriloquismo,3,Verão,1,vestibular,3,Vestimenta,1,Vida Digital,7,Vida Moderna,18,Vida Selvagem,10,Videogame,114,Vídeos,932,Vídeos 360,1,Violência,5,Vírus,2,Visão Computacional,9,Vôlei,1,Vulcanologia,6,Watergate Política,1,WCIT 2016,2,WCIT 2017,1,Web 2.0,29,Web Application,137,Web Semântica,2,Web Seminar,1,webdesign,11,Webinar,2,widget,2,WikiLeaks,37,Wikipedia,4,Windows,5,Xadrez,2,YouTube,6,Zika,1,Zoologia,56,
ltr
item
Brasil Acadêmico: Como alcançar a fluência no inglês
Como alcançar a fluência no inglês
https://i.ytimg.com/vi/T15_JtNQdFo/hqdefault.jpg
https://i.ytimg.com/vi/T15_JtNQdFo/default.jpg
Brasil Acadêmico
http://blog.brasilacademico.com/2019/11/como-alcancar-fluencia-no-ingles.html
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/2019/11/como-alcancar-fluencia-no-ingles.html
true
3049085869098582068
UTF-8
Todos os posts carregados Nenhumpost encontrado VER TODOS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Home Páginas POSTS Ver Todos Recomendado para você CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODOS POSTS Não encontrado nehum post de acordo com o seu critério Voltar para Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agorinha 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais que 5 semanas atrás Seguidores Seguir THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy