UPPs: retrato de um impasse brasileiro

Comentar

Há inovações importantes na Polícia Pacificadora. Mas perdem-se, em meio a velha cultura que vê, nos pobres, inimigos do Estado.

Há inovações importantes na Polícia Pacificadora. Mas perdem-se, em meio a velha cultura que vê, nos pobres, inimigos do Estado.


Por Gabriel Bayarri

O ambicioso plano da Secretaria de Segurança do Estado de Rio de Janeiro para pacificar as favelas cariocas é só a ponta do iceberg de um largo processo. Iniciado em 2008, o programa já foi levado a 36 favelas, das mais de mil comunidades existentes no Estado, segundo a Federação de Favelas do Rio de Janeiro (Faferj). E o debate sobre as novas formas de polícia comunitária, aplicadas no modelo das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), está só começando. As UPPs seguem, por decreto, uma seleção dos territórios nos que se instalar. Devem ser sempre: 1) comunidades pobres 2) de alto grau de informalidade 3) com presença de grupos criminosos fortemente armados. (1)

No processo de implantação, o primeiro passo antes da inclusão da UPP será a intervenção tática, levada a cabo pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e/ou o Batalhão de Policia de Choque, com o objetivo de recuperar o controle estatal sobre áreas ilegalmente dominadas por grupos criminosos altamente armados. Hasteia-se a bandeira do BOPE no morro dominado, e após a demonstração de dominação, procura-se enfrentar o sistema de caos preestabelecido (2). Estabilização, implantação e controle são as etapas levadas a cabo pelos próprios policiais militares que formarão a UPP.

Os policiais que formam parte das UPPs recebem uma capacitação extra em questões como direitos humanos ou polícia cidadã. Trata-se de um curso composto de seis módulos: proteção social; primeiros socorros; gestão do espaço urbano e gênero; juventude e sexualidade. Esta formação complementar pretende acabar com a perspectiva estritamente belicista e punitivo-repressiva que caracteriza a PM. Não raro, a questão da formação policial emerge como uma componente, senão central, profundamente significativa no perfil das polícias brasileiras (em particular a Polícia Militar). Os centros de formação policial são apenas parcialmente capazes de moldar representações e construir conhecimento junto aos agentes de segurança (3). Na polícia, o saber adquirido nos centros de formação, divide espaço, ou mesmo é eclipsado, com os saberes adquiridos “na prática”, no dia a dia das ruas, não raro, transmitidos por policiais mais antigos (4). A Secretaria de Segurança, ciente desta realidade, promove a construção de uma polícia pacificadora jovem, cujos policiais que a constituem possam adquirir novos saberes na prática de seu serviço.

As funções dentro da UPP dividem-se entre o “Grupo de Polícia Pacificadora” (GPP), encarregado de patrulhar a favela, reforçar sua sensação de presença; o Grupo Tático de Polícia Pacificadora (GTPP), que apoia o anterior em situações críticas; e o setor administrativo. A normatização deu-se em 2009, quando o boletim da PM anunciou formalmente a anexação do programa UPP a seu corpo, e um bônus extra de 500 reais para os policiais que tiveram que trabalhar nas favelas recém-pacificadas, sendo o Morro de Santa Marta, localizado na zona Sul do Rio de Janeiro, o primeiro no que se aplicou a política.

topo-posts-margem
Não obstante, a polícia de proximidade não surgiu com as atuais Unidades de Polícia Pacificadora das favelas. A necessidade de integrar polícia e população favelada através de ações colaborativas já tinha sido trabalhadas anteriormente através de dois programas: o Grupo de Aplicação Prático Escolar (GAPE) e os Grupos de Policia em Áreas Especiais (GPAEs), completamente novos para a PM. Nenhum teve continuidade.

Foram lançados no primeiro mandato de Leonel Brizola como governador do Rio de Janeiro, em 1983. Uma de suas prioridades foi tentar romper a lógica repressiva da ditadura militar, reconhecendo novos direitos humanos, opostos à violência policial. Isto levou a uma forte polarização da política de segurança pública. De um lado, os defensores do “discurso social”; de outro, os do “discurso de repressão”. Ante esta política de segurança pública, surge um novo conceito: a Política Pública de Segurança, que entende a pressão social e as ações de integração social como abordagens compatíveis, que contempla a ideia de “processo” e constiu-se, portanto, em contraponto às lógicas do extermínio e do conflito, tão arraigadas na PM. Assim, o desenho e planificação das UPPs, terceira tentativa de pacificação das comunidades, buscava, por primeira vez, uma política interdisciplinar que integrasse as políticas públicas de segurança com outras políticas de acesso a cidadania. Uma gestão integrada do território pacificado. Trata-se de uma transição das políticas de segurança pública para as políticas públicas de segurança. (5)

As UPPs fazem parte desse processo histórico. São construídas sob forte oposição, que parte de uma Polícia Militar com um histórico brutal de violência, treinada sob uma lógica de guerra e combate ao inimigo, atuando como fonte de reprodução de uma estrutura de significados, mas num entorno no qual se debatem vivamente novas formas de polícia comunitária através do tratamento da segurança como uma política pública, integradora. Devido a esse delicado equilíbrio no que se constituem as UPPs, seus objetivos como parte de uma política integradora devem ficar claramente demarcados; seria um retrocesso que acabem se transformando em atores políticos de base, na representação absoluta do Estado dentro das comunidades, correndo o risco de que sua gestão adquira traços totalitários no processo de democratização das relações sociais. A PM ainda está sujeita a uma ordem estatal, e não a uma ordem civil. A polícia enxerga a si mesma como extirpadora de conflitos e não como produtora de soluções — o que dificulta a interação com uma polícia comunitária e a transição de uma ordem repressiva para uma ordem preventiva. Assim, as UPPs constituiriam um “fato histórico” (1) que, em certo sentido, desafia a estrutura de significados construída pela corporação Polícia Militar.

A questão que surge é: como uma pacificação realizada num enfrentamento direto vai conseguir apropriar-se dos mecanismos característicos da polícia de proximidade nas favelas? Pois se entendemos as UPPs como um evento, este estará atrelado de forma indissociável a uma estrutura de significados que lhe precede, relacionando-se com esta de forma dialética. (4)

As UPPs constituem-se, portanto, como um modelo que permite integrar presente e passado através da manipulação de signos. Os próximos passos serão os mais delicados para esta política de segurança, monitorada pelo olhar internacional durante os grandes eventos — os que determinarão se a pacificação pode ser utilizada para conferir novos significados sobre a Polícia Militar ou se, na triste oposição, servirão só para reforçar as antigas formas de definir a realidade das práticas policiais.

REFERÊNCIAS

(1) NASCIMENTO, Vânia. Mediação nas Unidades de Policia Pacificadora. Morro da formiga. Dissertação UFF/ PPGA. 2012

(2) SAHLINS, Marshall. Ilhas de História. Rio de Janeiro: Ed Zahar, 1990.

(3) KANT DE LIMA, Roberto. (2003), “Direitos Civis, Estado de Direito e “Cultura Policial”: a formação policial em questão”. In: Revista Brasileira de Ciências Criminais, nº 41. São Paulo, Editora Revista dos Tribunais, jan-mar, p. 241-256

(4) MONTEIRO, Fabiano Dias; MALANQUINI, Lidiane. Sobre Soldados e Gansos: Uma aproximação acerca da percepção policial sobre a atuação em UPPs. Trabalho apresentado na 28ª. Reunião Brasileira de Antropologia. SP, Brasil. 2012.

(5) LUCI DE OLIVEIRA, Fabiana. UPPs, direitos e justiça. Um estudo de caso das favelas do Vidigal e do Cantagalo. Ed. FGV. 2012

Fonte: Outras Palavras
[Via BBA]

COMMENTS

BLOGGER

$show=mobile

Nome

#existepesquisanobrasil,1,A divulgar,2,Abelha,3,Acessibilidade,20,acessório,2,Acidente,48,Acidentes,2,Acústica,16,Adágios,1,Adestramento,5,Administração,26,adulto,1,Aerodinâmica,4,Aeronáutica,8,África,6,Agência Brasil,19,Agência Fiocruz,1,Agência Porvir,1,Agência Senado,1,Agência USP,4,Agricultura,4,Agropecuária,2,AIDS,1,AirBNB,1,Alcoolismo,7,Alemanha,3,Alerta,1,Algoritmo,8,Alimento,1,Alzheimer,4,Amazon,2,Amazônia,4,América Latina,1,Análise Combinatória,1,Anatomia,7,Android,3,Animação,47,Animais de Estimação,6,Animal,2,Antropologia,14,Apicultura,8,App,9,Apple,5,Apresentação,4,aquário,1,Argentina,4,Arqueologia,5,arquitetura,29,Arte,149,Astrobiologia,2,Astrofísica,3,Astronomia,25,Ativismo,26,Áudio,3,Audio FX,2,Áustria,1,Autismo,2,Auto-ajuda,10,Automobilismo,14,Automóvel,19,aventura,3,Aviação,5,Aviônica,8,Bahia,2,Balonismo,3,Banco Central,1,Banco de Dados,5,Beber e Dirigir,1,biblioteconomia,3,Bicicleta,1,Biografia,16,Biologia,157,Biologia Marinha,15,bioquímica,6,Biotecnologia,25,Bitcoin,2,Blog,29,Blogger,32,Boato,5,Bomba,1,borderô de desconto,1,Botânica,5,BRASA,1,BRASA Leads,1,Brasil,34,Brasília,14,BRIC,1,Browser,10,Bugs,3,CAD,3,Calor,2,Câmera lenta,1,Campanha,44,cardiologia,14,Carnaval,2,carreira,2,Cartografia,3,Casemods,1,Caso Isabella Nardoni,1,Caso Snowden,1,Ceará,1,Celebridades,6,celular,24,Células-Tronco,3,Cérebro,2,Charge,22,China,16,Cibercultura,2,Ciclovia,1,Cidadania,39,Ciência,183,Cinema,63,Clip,1,Cliparts,1,Cloud computing,4,Coaching,12,Comédia,2,competência,1,Complemento de dois,1,Comportamento,251,Computação,81,Computação em grade,5,Computação forense,3,Computação Gráfica,135,Computação Móvel,1,Computação Quântica,1,Comunicação e Marketing,131,Concurso,1,Concurso Cultural de Natal,1,Concursos Público,2,Concursos Públicos,3,Conectômica,1,Conferência,1,Congresso em Foco,1,Conspiração,2,Consumidor,7,Consumismo,3,contabilidade,2,Contos,46,Copa do Mundo,27,Cordel,3,Coreia do Norte,1,Coreia do Sul,1,Corpo,2,Coruja,1,cosmética,3,Cosmologia,21,Crash Course,1,Criança,1,Criatividade,3,Crime,46,Crime Digital,7,crise,11,crise econômica,8,crônica,5,crônicas,5,Cronologia,1,CSS,3,Cuba,4,Culinária,8,Cultura,9,Curiosidades,112,custos fixo,1,custos variáveis,1,Dança,6,DAO,1,Darwin,9,Davos,1,Debate,1,Decoração,1,demência,1,Demografia,3,Denúncia,10,Dermatologia,7,Desastre Natural,13,Descoberta,2,desconto duplicatas,1,Desenho instrucional,11,Desenvolvimento de jogos,9,Design,25,Design Instrucional,6,Destaque,25,Dia das Mães,1,Dia do professor,1,diabetes,6,Dicas,66,Didática,1,Dieta,3,diplomacia,3,Direito,174,Direito Eleitoral,1,Direito Internacional,28,Direito Trabalhista,1,Direito Tributário,2,Direitos Autorais,1,Direitos Humanos,37,Disney,5,Distrito Federal,2,Documentário,60,Doutorado,1,download,3,Drogas,7,Drone,3,Dubai,1,e-Book,2,e-governo,2,EBC,1,Ecologia,81,Economia,107,Editoração Eletrônica,1,Educação,332,Educação a Distância,143,Educação Corporativa,4,educação física,19,Educação sexual,6,Efeitos Sonoros,4,Egiptologia,1,Eleições,23,Eleições 2014,12,Eleições 2018,5,Eletricidade,9,eletrônica,3,Em Operários,1,Embrapa,1,empreendedorismo,6,enciclopédia,1,endocrinologia,5,Enem,3,Energia,14,Energia Alternativa,16,Energia Nuclear,11,Engenharia,62,Engenharia Agrícola,1,Engenharia Civil,4,Engenharia de materiais,13,Engenharia de Software,4,Engenharia Genética,30,Engenharia Mecânica,1,Enretenimento,1,Ensino a Distância,9,Ensino Superior,3,Entomologia,7,Entretenimento,41,Entrevista,85,Entrevista.,1,Epidemiologia,21,Epistemologia,1,Equador,1,Escândalo,5,Escritório,1,Espaço,66,Espanha,1,Espanhol,2,Espeleologia,1,Espetáculo,8,Espionagem,20,Esporte,39,Estação,1,Estágio,2,Estatísticas,32,estrutura de dados,1,Ética,24,EUA,14,Europa,2,Evento,37,Evolução,4,Exercícios físicos,2,Exobiologia,2,experiência,42,fábulas,3,Facebook,17,Farmacologia,8,Favo,1,Feminismo,1,Férias,1,Ferramentas,6,FIFA,2,Filantropia,4,Filmes,16,Filosofia,47,Finlândia,1,Fintech,1,Firefox,1,Física,103,Física Quântica,3,Fisiologia,7,Fisioterapia,6,Flagrante,2,Flamengo,1,Folclore,3,Fome,1,Fonética,1,Fonoaudiologia,6,Fotografia,40,Fotos em 360 graus,6,França,6,Francês,2,frases,2,Fraude,5,Freeware,67,Futebol,38,Futurologia,80,gadget,88,Gafe,2,Gamificação,5,Gastroenterologia,5,Gastronomia,2,Geek,1,Genética,39,Geofísica,1,Geografia,52,Geologia,10,Geometria,6,geopolítica,20,Gerenciamento do Tempo,1,Geriatria,10,Gestão de Competências,2,Gestão de Configuração,2,Gestão de Pessoas,3,Gestão de Projetos,17,Gestão do conhecimento,6,Ginecologia,3,Glass,1,Google,79,Governo,4,GPS,1,Gradiente,1,gramática,13,Gravidez,1,Grécia,1,Grécia Antiga,1,Guerra,36,Guerra Civil,2,Guinness,1,H2,2,Haiti,3,hardware,35,História,191,HIV,1,Hololens,2,homenagem,45,Horologia,1,HPV,1,HTML,6,Humor,209,Humor Negro,8,IBGE,2,IBM,4,ICIJ,2,Idioma,43,IHC,8,ilo,29,ilusão,34,ilusionismo,5,Imagem 3D,16,Imagens,6,Imagine Cup,1,Império Romano,6,Imprensa,33,Impressora 3D,16,Imunologia,2,Incêndio,2,Inclusão digital,8,Índia,3,Índios,1,Infectologia,16,Infográfico,47,Informática,38,Inglaterra,3,Inglês,22,Inovação,180,Inspiração,1,Inteligência Artificial,98,intercâmbio,1,Interface,188,Interfaces Hápticas,20,Internacional,22,Internacionalização da Amazônia,3,Internet,160,Internet das Coisas,2,Inundação,2,Invenção,20,Inventos,6,iPad,1,IPEA,1,iphone,3,Irã,3,Iraque,1,Israel,6,Japão,2,Java,2,Java.,2,jogos,10,Jogos educativos,13,Jogos Olímpicos,10,Jornalismo,69,Justiça,4,Kinect,10,Le Monde Diplomatique Brasil,9,Le Monde Diplomatique Brasil,1,Letras,1,Lexicografia,5,Liderança,3,Life Hacking,20,Linguística,9,Literatura,55,Livro,58,Lógica,25,Logística,4,Loterias,4,Lua,1,Maçonaria,4,Malásia,2,Malvinas,2,Malware,1,Mapa,69,Mário Sérgio Conti,1,Marte,2,Mastologia,1,Matemática,76,Matemática Financeira,1,maternidade,1,Mecânica,8,Mecânica dos Fluidos,2,Mecatrônica,46,Medicina,471,Medicina Esportiva,1,Medicina Veterinária,4,Meio Ambiente,104,Mel,1,melanoma,1,Memória,5,memorização,4,Mente,4,Mercado de Trabalho,70,mercosul,1,Mestrado,1,meteorologia,11,Metodologia Científica,44,México,1,Microbiologia,4,Microsoft,14,Mídia Social,54,Militar,14,Mineralogia,1,Mistério,2,MIT,12,Mitologia,2,Mobilidade,1,Mobilidade Urbana,9,MonaVie,1,Montanhismo,1,Moodle,7,Mossad,1,Motivação,1,Movimento Maker,1,MSF,1,Mudança Climática,20,Mulher,4,Multimídia,14,museu,10,Música,82,MVC,1,Nanotecnologia,33,Nasa,16,Natação,2,Natal,17,Natureza,1,Negócios,25,Netflix,1,Neurociência,83,Neurologia,77,Nicolelis,1,Nordeste,2,Noruega,1,notícias,8,Novidades,18,Novo Enem,2,Números,1,Nutrição,63,Obama,1,Obesidade,10,Observatório da Imprensa,26,Obstetrícia,3,Oceanografia,7,odontologia,7,Offshore Leaks,2,oftalmologia,11,Olimpíadas,7,oncologia,45,ONU,8,Opinião,92,Óptica,17,Oracle,1,Oriente Médio,5,Orkut,2,Ornitologia,1,ortografia,3,Ortopedia,3,Ótica,8,Otorrinolaringologia,1,Oxfam,2,Pacifismo,1,Paginadores,1,paleontologia,3,Paquistão,1,Pará,2,Paraguai,2,parkinson,2,Passeio virtual,1,Patinação,1,Pedagogia,1,Pediatria,6,Pensamentos,2,performance,2,Periférico,1,Pesca,2,Pesquisa,198,Petição,1,Petrobrás,9,Petróleo,12,Photoshop,5,Pirataria,7,planilha de custo,1,Playstation 3,2,Plebiscito,3,Pneumologia,1,Podcast,4,Poesia,28,Poítica,1,Politica,5,Política,288,Portugal,6,português,18,Pós-graduação,1,prazo médio,1,Pré-sal,5,Prêmio Nobel,6,primatologia,1,Primeira Guerra Mundial,1,privacidade,18,produtividade,3,professor Hamilton Alves,2,Programa Gratuito,4,Programação,51,Projeção Mapeada,1,Projeto Truco,2,Promoção,1,Propaganda,5,Psicanálise,1,Psicologia,267,Psicologia Animal,24,Psiquiatria,13,Pública,12,publicidade,19,Publieditorial,4,Quadrinhos,10,Quads,5,Qualidade,3,Qualidade de Vida,11,química,32,REA,2,realidade aumentada,44,realidade diminuída,2,Realidade Misturada,2,Realidade Virtual,37,Reconhecimento de imagem,12,Reconhecimento de voz,3,Recorde,1,Recoverit,1,Recuperar vídeos,1,Redação,1,redes,10,Referência,2,Referendo,1,Reforma Política,3,Reino Unido,1,Relacionamento,2,Relações Internacionais,40,Religião,39,Responsabilidade Social,4,Retrospectiva,1,Review,4,Rio 2016,6,Rio de Janeiro,1,Rio Grande do Norte,1,Rio Grande do Sul,1,robótica,97,Roda Viva,45,Roma,5,roteiro,1,RSA,1,Rússia,1,Samsung,1,Sanitarismo,5,Santa Catarina,1,São Paulo,4,Saúde,488,Savant,1,Segunda Guerra Mundial,23,Segurança,117,Segurança da Informação,60,Seleção Natural,2,Séries,2,serviço,1,Serviço Online,1,Sexologia,2,sexualidade,5,Show,7,SIGGRAPH,1,Simulação,29,Singularity University,1,Síria,3,Sismologia,2,Sistema operacional,4,Sistemas de Numeração,1,Sites de Busca,14,Sociedade,4,Sociologia,52,Software,32,Software Livre,25,Sol,2,Sono,4,Sony,2,SOPA,2,Star Wars,1,Suécia,3,Sugestão de presentes,61,Sun,1,supercomputadores,2,Sustentabilidade,5,Tabagismo,6,Taiwan,1,Talento precoce,1,taxa de juros efetiva,1,taxa de juros nominal,1,Taxas Equivalentes,1,Taxidermia,1,Teatro,26,Técnicas de Estudo,2,Tecnologia,540,Tecnologia da Informação,28,TED,390,TED-Ed,40,TedMed,2,TEDx,1,TEDx Rio+20,1,TEDxAmazônia,1,TEDxAsaSul,1,Telefonia,59,Televisão,43,Temas,1,Tempo,1,Tendências,10,Teologia,5,teoria das supercordas,1,Terremoto,7,Terrorismo,15,Tesla,1,Testes,17,Tipologia,8,Tomada de Decisão,1,tradução,5,Trânsito,11,transporte,55,tributo,3,Trigonometria,1,Tubarão,2,Tunísia,1,Turismo,21,Tutorial,20,Twitter,8,Uber,4,UFC,1,UFG,1,ufologia,5,UFRJ,1,Unicamp,1,UNIFESP,1,universidade,5,Universidade Corporativa,1,Universidade de Cambridge,2,Universidade de Michigan,1,Universidade de Princeton,1,Urbanismo,23,Urologia,1,User Experience,1,USP,6,Utilidade Pública,3,Utilitário,3,Vale,1,Vaticano,1,Veículo Autônomo,7,Ventriloquismo,3,Verão,1,vestibular,3,Vestimenta,1,Vida Digital,7,Vida Moderna,18,Vida Selvagem,10,Videogame,114,Vídeos,929,Vídeos 360,1,Violência,5,Vírus,2,Visão Computacional,9,Vôlei,1,Vulcanologia,6,Watergate Política,1,WCIT 2016,2,WCIT 2017,1,Web 2.0,29,Web Application,136,Web Semântica,2,Web Seminar,1,webdesign,11,Webinar,2,widget,2,WikiLeaks,37,Wikipedia,4,Windows,5,Xadrez,2,YouTube,6,Zika,1,Zoologia,56,
ltr
item
Brasil Acadêmico: UPPs: retrato de um impasse brasileiro
UPPs: retrato de um impasse brasileiro
http://1.bp.blogspot.com/-xjAvspzCihU/U59oShW1u5I/AAAAAAAAZVo/U_PC6dGmrsA/s400/upd.jpg
http://1.bp.blogspot.com/-xjAvspzCihU/U59oShW1u5I/AAAAAAAAZVo/U_PC6dGmrsA/s72-c/upd.jpg
Brasil Acadêmico
http://blog.brasilacademico.com/2014/06/upps-retrato-de-um-impasse-brasileiro.html
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/2014/06/upps-retrato-de-um-impasse-brasileiro.html
true
3049085869098582068
UTF-8
Todos os posts carregados Nenhumpost encontrado VER TODOS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Home Páginas POSTS Ver Todos Recomendado para você CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODOS POSTS Não encontrado nehum post de acordo com o seu critério Voltar para Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agorinha 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais que 5 semanas atrás Seguidores Seguir THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy