Menu

O blog do acadêmico descolado

 

A afirmação é feita pelo biólogo australiano Frank Fenner, professor da Universidade Nacional Australiana e um dos responsáveis pela erradicação da varíola.
Cena de O Livro de Eli

Hoje com 95 anos, o conceituado cientista, que já publicou centenas de artigos científicos e escreveu 22 livros (de autoria própria ou em parceria), em entrevista ao jornal "The Australian", publicada na quinta-feira (17), explicou que em virtude "da explosão demográfica e do consumo desenfreado" a humanidade não será capaz de sobreviver.

Seremos extintos. Tudo o que fizermos agora será tarde demais.
Frank Fenner


A declaração foi feita durante uma rara ocasião em que Fenner, Membro da Academia Australiana de Ciência e da Sociedade Real, se dispôs a falar com a imprensa.

Como a população continua a crescer para sete, oito ou nove bilhões haverá muito mais guerras por alimentos. Os netos de gerações de hoje vão enfrentar um mundo muito mais difícil.
Frank Fenner




Fenner culpa a falta de ação para se reduzir emissões de gases do efeito de estufa pelo destino trágico da humanidade.

Vamos sofrer o mesmo que o povo da Ilha de Páscoa. A mudança climática está apenas no começo. Mas nós estamos vendo mudanças notáveis desde já.
Frank Fenner




O jornal The Australian lembra que a opinião de Fenner é compartilhada por outros cientistas, porém abafada na discussão entre os pesquisadores que creem e os que são céticos em relação às mudanças climáticas.

A espécie Homo sapiens será extinta, possivelmente dentro de 100 anos. Um monte de outros animais também serão. É uma situação irreversível. Eu acho que é tarde demais. Tento não me manifestar sobre isso, porque as pessoas estão tentando fazer alguma coisa.
Frank Fenner




Na semana que vem Fenner fará a abertura do simpósio sobre Clima, Planeta e Pessoas Saudáveis, na Academia Australiana de Ciência. Em 1980, durante uma Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), foi ele quem anunciou a erradicação global da varíola, única doença a ser considerada erradicada em todo o mundo.
Fonte: Info

Postar um comentário

  1. Realmente uma grande explicação além do mais o homem deixou de lado os valores primordiais para sua existência.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  2. O mundo já irá acabar em 2012... Para quê preocupar com o que vai acontecer depois disso? hhaha (estou a brincar)

    "Phil Jones, director da Unidade de Investigação do Clima da Universidade de East Anglia, acaba de ser suspenso por causa da manipulação de dados climáticos.

    A Universidade de East Anglia, no Reino Unido, acaba de anunciar a suspensão de Phil Jones, o cientista que dirige a prestigiada Unidade de Investigação do Clima (CRU), até à conclusão de uma investigação independente sobre a manipulação de dados das temperaturas para exagerar o aquecimento global.

    O caso, conhecido por Climategate, envolve climatologistas britânicos e norte-americanos e foi descoberto por hackers que tiveram acesso a milhares de mails trocados entre aqueles cientistas desde 1996, estando a causar grande polémica entre a comunidade científica mundial.

    Muitos dos trabalhos de investigação do CRU foram usados pelo Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC) da ONU como suporte para as negociações internacionais sobre o clima.

    O CRU é considerado um dos melhores centros de investigação do Mundo no campo do aquecimento global e os seus cientistas tiveram uma participação determinante no último relatório de avaliação do IPCC, que data de 2007.

    Esta polémica estalou nas vésperas da Cimeira de Copenhaga, onde vai ser negociado um acordo político que possa estabelecer um novo regime climático para 2013, quando caducar o Protocolo de Quioto. A megaconferência começa a 7 de Dezembro."

    In Expresso On Line

    http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/550438
    Leia esse artigo, que também foi publicado no jornal expresse aqui em portugal, onde o Prof.José Delgado Domingos (IST) dá a sua opinião...

    abraço

    ResponderExcluir
  3. Obviamente ele não está falando sério e sim querendo ver se ele agita o povo pra tentarem melhorar a situação... Dizer que passará severas dificuldades tá certo, mas dizer que vai ser extinta aí ele apelou...
    Vale dizer que a humanidade tem uma capacidade grande de sobreviver, e que mesmo que os problemas reduzissem a humanidade a 1 milhão, isso reduziria a quase 0 o dano a natureza de modo a o mundo se recuperar e a humanidade poder crescer denovo... (e 100 anos é muito pouco pra tanto problema)

    ResponderExcluir
  4. Como alguém que faz uma previsão tão
    desanimadora pode aparecer sorrindo na foto?
    Esse cara só quer aparecer. E o pior é que aparece mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Sabe aqueles pais que sabem que o que eles disserem os filhos farão ao contrário? Esse senhor parece contar com isso. E respeito muito seus cabelos brancos e serviços prestados.

    ResponderExcluir
  6. Eu penso que haverá um mudança radical na face da terra, onde muitos poucos lugares terão o minimo de segurança para se viver, devido as transformações que a natureza sofrerá. Um dos piores acontecimentos será a diminuição da agua potavel acessivel e barata. Um litro de agua custara o triplo de um litro de combustivel. Animais, plantas não vivem sem agua e os humanos não sobrevivem sem estes. Quanto a reverter a situação climatica que se iniciou, acho dificil, é como por fogo num rastilho de polvora que levara a um imenso paiol de explosivos, agora não adianta correr atraz para apaga-lo é melhor usar o tempo disponivel para se esconder e salvar o que puder proteger. Somente com a complacencia da Super Inteligencia que criou o universo, ter pena e perdão da raça humana e vir até aqui nos salvar ou levar para outros planetas como já fez com alguns povos da antiguidade. Quem viver, verá, tenho setenta anos e não estarei aqui para ver.

    ResponderExcluir
  7. Talvez não levem 100 anos para a humanidade ser extinta da face da Terra. Se houver uma Terceira Guerra Mundial, em menos de 10 anos (ou em menos de 1 ano, se levarmos em conta o arsenal nuclear). E o aquecimento global será o estopim para essa grande guerra, por causa da água e dos recursos naturais.
    Se a humanidade quiser evitar esse destino, só têm uma alternativa: deixar de usar totalmente os combustíveis fósseis (petróleo e carvão) como fonte de energia. E, mesmo assim, talvez seja necessário enviar metade da população do planeta para a Lua, Marte e outros lugares do Sistema Solar para colonizá-los e povoá-los com espécies animais e vegetais da Terra, o que garantirá a existência dessas espécies da fauna e da flora, caso elas desapareçam do planeta. Mas isso seria otimismo demais, se levarmos em conta os governantes, os políticos e os empresários que não estão nem aí com a sobrevivência da biodiversidade e, até mesmo, com a sobrevivência da raça humana e que só pensam nos custos e nos lucros.

    ResponderExcluir
  8. sim eu acredito que
    "Em apenas 100 anos a espécie humana será extinta"
    mais eu nao desistirei,vou lutar para viver.

    ResponderExcluir
  9. quero ter alguma ideia para sobreviver
    e mesmo procurando eu nao incontro ser alguem quere mim dar uma ideia mande msg para michaelrockrock@gmail.com

    ResponderExcluir
  10. Tomara que seja extinta em dez...

    ResponderExcluir
  11. seus mintirrosos a especie nuca serra estinta malucos

    ResponderExcluir

Deixe suas impressões digitais aqui...

 
Top