Simulações climáticas mostram cenário apocalíptico e cientistas não sabem o motivo

Comentar

Os simuladores dos modelos climáticos usados ​​para prever o aquecimento começaram subitamente a nos dar menos tempo.

Os simuladores dos modelos climáticos usados ​​para prever o aquecimento começaram subitamente a nos dar menos tempo.

Por décadas, dezenas de modelos climáticos concordaram que o planeta aqueceria cerca de 3°C pela ação do homem. Essa condição projeta um futuro temerário para humanidade: cidades inundadas, queda de produção agrícola, ondas de calor mortais. Isso já seria terrível, mas tendia a ser um consenso entre essas complexas simulações sobre o clima.

Porém, em 2019, fora do radar dos leigos e dos jornalistas, os cientistas rodaram simulações mais aprimoradas com os mesmo parâmetros dos modelos climáticos anteriores. E os resultados ficaram muito mais quentes. Pelos resultados apontados a temperatura média da Terra deverá subir 5°C, um cenário apocalíptico para a humanidade e incontáveis outras formas de vida.

Estranhando essas projeções, eles começaram a entrar em contato com outros grupos de pesquisadores para comparar resultados. O principal grupo de pesquisa do Reino Unido, o Met Office Hadley Centre, concluiu que uma duplicação de CO2 liberado provocaria um aquecimento de 5,5°C. Uma equipe do Departamento de Energia dos EUA terminou com 5,3°C e o modelo canadense alcançou 5,6°C. O Centro Nacional de Pesquisas Meteorológicas da França viu sua estimativa subir de 3,3°C para 4,9°C.

Fonte: Mark D. Zelinka et al. "Causes of higher climate sensitivity in CMIP6 models." Geophysical Research Letters. [via Bloomberg]


Este trabalho de confirmação dos dados projetados ainda vai levar alguns meses para ser encerrado, e ainda não há um acordo sobre como interpretar os modelos.

O mais preocupante em relação a este fenômeno é que esses modelos conseguiram projetar o aquecimento global de forma correta desde 1970. Eles continuam a utilizar dados oficiais de governos e objetivos de emissão de gases de efeito estufa, incluindo o Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática mais atualizado da ONU.

O que esses modelos nos dizem é que a mesma quantidade de poluição climática pode trazer um aquecimento mais rápido que imaginado anteriormente, e a humanidade teria menos tempo para evitar os piores impactos ambientais, econômicos e de saúde pública.

Uma estimativa com maiores temperaturas “provavelmente não é a resposta correta”, aponta Klaus Wyser, pesquisador sênior do Instituto Sueco de Meteorologia e Hidrologia. O modelo de Wyser produziu um resultado de 4,3°C de aquecimento, um aumento de 30% em relação à atualização anterior.

“Esperamos que esta não seja a resposta correta”
Klaus Wyser. Pesquisador do Instituto Sueco de Meteorologia e Hidrologia

No total, cerca de um quinto dos novos resultados publicados no ano passado chegaram com uma sensibilidade climática anormalmente alta. Ainda há dezenas para relatar, e seus resultados determinarão se essas previsões sombrias são outliers ou descobertas significativas.

Embora ainda seja cedo para afirmar, se houver um consenso em torno dessas novas estimativas mais altas, isso poderá ter um impacto real sobre como os governos e as empresas responderão ao risco climático. O Acordo de Paris de 2015 pede às nações que mantenham o aquecimento global abaixo de 1,5°C, uma expectativa cada vez menos realista, uma vez que agora já estamos a dois terços do caminho de chegar lá. Mas o cronograma que o mundo concordou aderir para agir em nome desse objetivo foi formado, em parte, pela leitura dos mesmos modelos climáticos que agora estão produzindo essas estimativas mais altas.

Wyser esperava receber ligações de jornalistas sobre os resultados perturbadores desses "modelos quentes".

"Era conhecido na comunidade de pesquisa há, digamos, cerca de um ano", disse ele. Mas ele não sabia como comunicar as descobertas, e quase ninguém fora da estreita rede de pesquisadores procurou respostas.

“Mais ou menos passou despercebido.”
Klaus Wyser

Em algum nível, todo cientista suspeita que seu modelo esteja errado. Existe até um aforismo sobre isso:

“Todos os modelos estão errados, mas alguns são úteis.”

Os investigadores que tentam descobrir o mistério dos modelos de clima mais quente acham que um fator pode ter causado os recentes resultados incomuns: nuvens. Ocorre que as nuvens simuladas geralmente causam incômodo para os modeladores climáticos.

O grupo de Klaus Wyser voluntariamente "desligou" algumas das novas configurações de nuvens e aerossóis em seu modelo o que levou a sensibilidade climática de volta aos níveis anteriores. Um novo trabalho de pesquisa em co-autoria de Zelinka do Lawrence Livermore National Lab também apontou para o papel das nuvens virtuais na determinação dos resultados.

De acordo com Andrew Gettelman, cientista sênior do Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica em Boulder, Colorado, O desafio à frente, está em descobrir como os ajustes nos modelos podem introduzir essa turbulência nos resultados finais.

O que realmente me assusta é que nosso modelo parecia melhor por algumas boas razões físicas. Então não podemos jogá-los fora ainda.
Andrew Gettelman. Cientista sênior do Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica em Boulder, Colorado

No próximo ano, grupos de modelagem climática examinarão os resultados uns dos outros para descobrir como melhorias aparentemente boas na ciência das nuvens e dos aerossóis podem ter levado os modelos a estados mais quentes. Essas conversas acontecem de forma aberta, através de periódicos, conferências e publicações de blog com revisão por pares. Os autores dos principais relatórios de ciências climáticas da ONU acompanharão e tentarão reunir uma grande imagem, a ser lançada em 2021.

Enquanto isso, Gettelman e colegas em todo o mundo seguirão em frente.

“É como um quebra-cabeça gigante, onde todo mundo fica com um pedacinho.”
Andrew Gettelman

Fonte: Bloomberg
[Visto no Brasil Acadêmico]

COMMENTS

BLOGGER: 4
  1. Em 1977 escrevi um texto Antes que Seja Tarde Demais da qual abordei sobre os cuidados que teríamos que adotar se quisemos sobreviver neste Planeta. Estou querendo me manter otimista e não quero escrever Agora é Tarde Demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero que esse novo texto nunca seja escrito. Ou que seja escrito como ficção de um futuro alternativo que nunca tenha sido alcançado. Otimismo com a humanidade mas sempre vigilantes e apontando onde está o caminho certo e o errado em cada bifurcação na jornada. Abs

      Excluir
  2. Segundo observação de Nelson Rodrigues:Toda unanimidade é Burra.engano. Precisamo desesperadamente de uma unanimidade, e pra já! Pois é, o planeta consegue sobreviver; a vida não. Dificilmente chegaremos a uma unanimidade a tempo, se ainda der tempo. Sempre haverá vozes discordantes e convincentes pois só teremos prova cabal e indiscutível após o fim. Daí, o jeito é se conformar com o fato de que só se morre uma vez. E, uma vez, todo mundo vai morrer. Mas, é uma pena desperdiçar um trabalho tão bem feito como a criação da vida, dos mares, das espécies, dos ecossistemas; do conhecimento das coisas, da mente, da concepção do universo e de Deus. Para espécies já extintas o mundo já se acabou há muito. Ainda assim, dá uma imensa dor no coração testemunhar essa incapacidade do humano de salvar a si mesmo, salvar sua casa, seu planeta da auto destruição cujo agente principal é a própria humanidade. Sniff(lágrimas).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É como se a gente estivesse vivendo aquela cena do Superman onde o cientista adverte para o fim iminente e os políticos contra argumentam. Preferem não crer naquilo que não gostam. E... deu no que deu. A arte antecipava o que viria ocorrer na realidade. Será? #SomosTodosKripton.

      Excluir
Deixe suas impressões digitais aqui...

$show=mobile

Nome

#existepesquisanobrasil,1,Abelha,3,Acessibilidade,21,Acessórios,2,Acidente,50,Acústica,16,Adestramento,5,Administração,29,Aerodinâmica,4,Aeronáutica,8,África,6,Agência Bori,1,Agência Brasil,22,Agência FAPESP,3,Agência Fiocruz,1,Agência Porvir,1,Agência Senado,1,Agência USP,4,Agricultura,4,Agropecuária,3,AirBNB,1,Alcoolismo,7,Alemanha,3,Alerta,1,Algoritmo,8,Alimento,1,Alzheimer,4,Amazon,3,Amazônia,4,América Latina,1,Análise Combinatória,1,Anatomia,7,Android,3,Animação,48,Animais de Estimação,6,Animal,2,Antropologia,14,Apicultura,8,App,9,Apple,5,Apresentação,4,aquário,1,Argentina,4,Arqueologia,5,arquitetura,30,Arte,154,Astrobiologia,2,Astrofísica,3,Astronomia,26,Ativismo,28,Áudio,3,Audio FX,2,Áustria,1,Autismo,2,Auto-ajuda,10,Automobilismo,15,Automóvel,20,aventura,3,Aviação,5,Aviônica,8,Bahia,2,Balonismo,3,Banco Central,1,Banco de Dados,5,Beber e Dirigir,1,biblioteconomia,4,Bicicleta,1,Biografia,16,Biologia,160,Biologia Marinha,15,bioquímica,6,Biotecnologia,25,Bitcoin,2,Blog,29,Blogger,33,Boato,6,Bomba,1,Botânica,5,BRASA,1,BRASA Leads,1,Brasil,38,Brasília,16,BRIC,1,Browser,10,Bugs,3,CAD,3,Calor,2,Câmera lenta,1,Campanha,46,cardiologia,15,Carnaval,2,carreira,2,Cartografia,3,Casemods,1,Caso Isabella Nardoni,1,Caso Snowden,1,Ceará,1,Celebridades,6,celular,24,Células-Tronco,4,Cérebro,2,Charge,22,China,19,Cibercultura,2,Ciclovia,1,Cidadania,39,Ciência,192,Cinema,63,Climatologia,1,Clip,1,Cliparts,1,Cloud computing,4,Coaching,12,Comédia,2,competência,1,Complemento de dois,1,Comportamento,258,Computação,81,Computação em grade,5,Computação forense,3,Computação Gráfica,135,Computação Móvel,1,Computação Quântica,1,Comunicação e Marketing,138,Concurso,2,Concurso Cultural de Natal,1,Concursos Público,2,Concursos Públicos,4,Conectômica,1,Conferência,1,Congresso em Foco,1,Conspiração,2,Consumidor,7,Consumismo,3,contabilidade,2,Contos,51,Copa do Mundo,27,Cordel,3,Coreia do Norte,1,Coreia do Sul,1,Corpo,2,Coruja,1,cosmética,3,Cosmologia,21,Covid-19,45,Crash Course,1,Criança,1,Criatividade,3,Crime,48,Crime Digital,7,crise,11,crise econômica,8,crônica,5,crônicas,5,Cronologia,1,CSS,3,Cuba,4,Culinária,8,Cultura,11,Curiosidades,112,custos fixo,1,custos variáveis,1,Dança,6,DAO,1,Darwin,10,Davos,1,Debate,2,Decoração,1,demência,1,Demografia,3,Denúncia,10,Dermatologia,7,Desastre Natural,13,Descoberta,2,Desenho instrucional,12,Desenvolvimento de jogos,9,Design,26,Design Instrucional,8,Destaque,32,Dia das Mães,1,Dia do professor,1,diabetes,6,Dicas,66,Didática,1,Dieta,3,diplomacia,3,Direito,178,Direito Eleitoral,1,Direito Internacional,28,Direito Militar,1,Direito Trabalhista,1,Direito Tributário,2,Direitos Autorais,1,Direitos Humanos,37,Disney,5,Distrito Federal,4,Documentário,60,Doutorado,1,download,3,Drogas,7,Drone,3,Dubai,1,e-Book,2,e-governo,2,EBC,1,Ecologia,81,Economia,109,Editoração Eletrônica,1,Educação,353,Educação a Distância,157,Educação Corporativa,4,educação física,19,Educação sexual,6,Efeitos Sonoros,4,Egiptologia,1,Eleições,23,Eleições 2014,12,Eleições 2018,5,Eletricidade,9,eletrônica,3,Em Operários,1,Embrapa,3,empreendedorismo,6,enciclopédia,1,endocrinologia,5,Enem,3,Energia,14,Energia Alternativa,17,Energia Nuclear,11,Engenharia,63,Engenharia Agrícola,1,Engenharia Civil,4,Engenharia de materiais,16,Engenharia de Software,4,Engenharia Genética,31,Engenharia Mecânica,1,Enretenimento,1,Ensino a Distância,10,Ensino Superior,4,Entomologia,7,Entretenimento,45,Entrevista,90,Entrevista.,1,Epidemiologia,52,Epistemologia,1,Equador,1,Escândalo,5,Escritório,1,Espaço,66,Espanha,1,Espanhol,2,Espeleologia,1,Espetáculo,8,Espionagem,20,Esporte,41,Estação,1,Estágio,2,Estatísticas,34,estrutura de dados,1,Ética,25,EUA,15,Europa,2,Evento,38,Evolução,5,Exercícios físicos,2,Exobiologia,2,experiência,43,fábulas,3,Facebook,17,Família,1,Farmacologia,14,Favo,1,Feminismo,1,Férias,1,Ferramentas,7,FIFA,2,Filantropia,4,Filmes,16,Filosofia,47,Finep,2,Finlândia,1,Fintech,1,Firefox,1,Física,108,Física Quântica,4,Fisiologia,7,Fisioterapia,6,Flagrante,2,Flamengo,1,Folclore,3,Fome,1,Fomento,1,Fonética,1,Fonoaudiologia,6,Fotografia,42,Fotos em 360 graus,6,França,7,Francês,2,Frase,3,Fraude,5,Freeware,71,Futebol,38,Futurologia,85,gadget,87,gadgets,1,Gafe,2,Gamificação,5,Gastroenterologia,5,Gastronomia,2,Geek,1,Genética,39,Geofísica,1,Geografia,52,Geologia,10,Geometria,6,geopolítica,20,Gerenciamento do Tempo,1,Geriatria,10,Gestão de Competências,2,Gestão de Configuração,2,Gestão de Pessoas,5,Gestão de Projetos,17,Gestão do conhecimento,6,Ginecologia,3,Glass,1,Google,79,Governo,4,GPS,1,Gradiente,1,gramática,13,Gravidez,1,Grécia,1,Grécia Antiga,1,Guerra,36,Guerra Civil,2,Guinness,1,H2,2,Haiti,3,hardware,35,História,198,HIV,1,Hololens,2,homenagem,46,Horologia,1,HPV,1,HTML,6,Humor,211,Humor Negro,9,IBGE,2,IBM,4,ICIJ,2,Idioma,46,IESB,1,IHC,8,ilo,29,ilusão,35,ilusionismo,5,Imagem 3D,16,Imagens,7,Imagine Cup,1,Império Romano,6,Imprensa,34,Impressora 3D,20,Imunologia,3,Incêndio,2,Inclusão digital,8,Índia,3,Índios,1,Infectologia,25,Infográfico,53,Informática,38,Inglaterra,3,Inglês,25,Inovação,186,Inspiração,1,Inteligência Artificial,105,intercâmbio,1,Interface,192,Interfaces Hápticas,20,Internacional,22,Internacionalização da Amazônia,3,Internet,163,Internet das Coisas,2,Inundação,2,Invenção,20,Inventos,6,iPad,1,IPEA,1,iphone,3,Irã,3,Iraque,1,Israel,6,Itália,2,Japão,4,Java,2,Java.,2,jogos,10,Jogos educativos,13,Jogos Olímpicos,10,Jornalismo,71,José Saramago,1,Justiça,4,Kinect,10,Le Monde Diplomatique Brasil,9,Le Monde Diplomatique Brasil,1,Letras,1,Lexicografia,5,Liderança,3,Life Hacking,20,Linguística,9,Literatura,56,Livro,63,Lógica,26,Logística,4,Loterias,4,Lua,1,Maçonaria,4,Malásia,2,Malvinas,2,Malware,1,Mapa,75,Mário Sérgio Conti,1,Marte,2,Mastologia,1,Matemática,78,Matemática Financeira,1,maternidade,1,Mecânica,8,Mecânica dos Fluidos,2,Mecatrônica,46,Medicina,513,Medicina Esportiva,1,Medicina Veterinária,4,Meio Ambiente,104,Mel,1,melanoma,1,Memória,5,memorização,4,Mente,4,Mercado de Trabalho,74,mercosul,1,Mestrado,3,meteorologia,11,Metodologia Científica,45,México,1,Microbiologia,4,Microsoft,15,Mídia Social,56,Militar,14,Mineralogia,1,Mistério,2,MIT,13,Mitologia,2,Mobilidade,1,Mobilidade Urbana,9,Moda,1,MonaVie,1,Montanhismo,1,Moodle,7,Mossad,1,Motivação,1,Movimento Maker,2,MSF,1,Mudança Climática,21,Mulher,4,Multimídia,14,museu,12,Música,86,MVC,1,Nanotecnologia,35,Nasa,16,Natação,2,Natal,17,Natureza,2,Negócios,26,Netflix,1,Neurociência,86,Neurologia,78,Nicolelis,1,Nordeste,2,Noruega,2,notícias,8,Novidades,18,Novo Enem,2,Números,1,Nutrição,64,Obama,1,Obesidade,10,Observatório da Imprensa,27,Obstetrícia,3,Oceanografia,7,odontologia,7,Offshore Leaks,2,oftalmologia,11,Olimpíadas,7,oncologia,49,ONU,8,Opinião,96,Óptica,17,Oracle,1,Oriente Médio,5,Orkut,2,Ornitologia,1,ortografia,3,Ortopedia,4,Ótica,8,Otorrinolaringologia,2,Oxfam,3,Pacifismo,1,Paginadores,1,paleontologia,3,Paquistão,1,Pará,2,Paraguai,2,parkinson,2,Passeio virtual,1,Patinação,1,Pedagogia,2,Pediatria,6,Pensamentos,3,performance,2,Periférico,1,Pesca,2,Pesquisa,208,Petição,1,Petrobrás,9,Petróleo,12,Photoshop,5,Pirataria,7,planilha de custo,1,Playstation 3,2,Plebiscito,3,Pneumologia,1,Podcast,4,Poesia,29,Política,298,Portugal,6,português,19,Pós-graduação,1,Pré-sal,5,Prêmio Nobel,7,primatologia,1,Primeira Guerra Mundial,1,privacidade,18,produtividade,3,professor Hamilton Alves,2,Programa Gratuito,4,Programação,51,Projeção Mapeada,1,Projeto Truco,2,Promoção,1,Propaganda,5,Psicanálise,1,Psicologia,271,Psicologia Animal,24,Psiquiatria,14,Pública,13,publicidade,19,Publieditorial,5,Quadrinhos,10,Quads,5,Qualidade,3,Qualidade de Vida,11,química,32,REA,2,realidade aumentada,44,realidade diminuída,2,Realidade Misturada,2,Realidade Virtual,40,Reconhecimento de imagem,12,Reconhecimento de voz,3,Recorde,1,Recoverit,1,Recuperar vídeos,1,Redação,1,redes,11,Referência,2,Referendo,1,Reforma Política,3,Reino Unido,1,Relacionamento,2,Relações Internacionais,40,Religião,40,Responsabilidade Social,4,Retrospectiva,1,Review,5,Rio 2016,6,Rio de Janeiro,2,Rio Grande do Norte,1,Rio Grande do Sul,1,robótica,100,Roda Viva,49,Roma,5,roteiro,1,RSA,1,RTP,1,Rússia,1,Samsung,1,Sanitarismo,5,Santa Catarina,1,São Paulo,4,Saúde,543,Savant,1,Segunda Guerra Mundial,23,Segurança,119,Segurança da Informação,60,Seleção Natural,2,Séries,2,serviço,1,Serviço Online,1,Sexologia,2,sexualidade,5,Show,7,SIGGRAPH,1,Simulação,30,Singularity University,1,Síria,3,Sismologia,2,Sistema operacional,4,Sistemas de Numeração,1,Sites de Busca,14,Sociedade,4,Sociologia,52,Software,32,Software Livre,25,Sol,2,Sono,4,Sony,2,SOPA,2,Star Wars,1,Startup,2,Suécia,3,Sugestão de presentes,63,Sun,1,supercomputadores,2,Sustentabilidade,5,Tabagismo,6,Taiwan,1,Talento precoce,1,Taxas Equivalentes,1,Taxidermia,1,Teatro,26,Técnicas de Estudo,2,Tecnologia,559,Tecnologia da Informação,28,TED,412,TED-Ed,45,TedMed,2,TEDx,2,TEDx Rio+20,1,TEDxAmazônia,1,TEDxAsaSul,1,Telefonia,60,Televisão,43,Temas,1,Tempo,1,Tendências,10,Teologia,5,teoria das supercordas,1,Teoria dos Jogos,1,Terremoto,7,Terrorismo,15,Tesla,1,Testes,17,Tipologia,8,Tomada de Decisão,1,tradução,5,Trânsito,11,transporte,55,Tributo,3,Trigonometria,1,Tubarão,2,Tunísia,1,Turismo,22,Tutorial,20,Twitter,8,Uber,4,UFC,1,UFG,1,ufologia,5,UFRJ,1,UFSC,1,Unicamp,2,UNIFESP,1,universidade,6,Universidade Corporativa,1,Universidade da Califórnica,1,Universidade de Cambridge,2,Universidade de Michigan,1,Universidade de Princeton,1,Universidade de Rochester,1,Urbanismo,24,Urologia,1,User Experience,1,USP,6,Utilidade Pública,3,Utilitário,3,Vale,1,Vaticano,1,Veículo Autônomo,8,Ventriloquismo,3,Verão,1,vestibular,3,Vestimenta,1,Vida Digital,7,Vida Moderna,18,Vida Selvagem,10,Videogame,116,Vídeos,961,Vídeos 360,1,Violência,5,Vírus,18,Visão Computacional,9,Vôlei,1,Vulcanologia,6,Watergate Política,1,WCIT 2016,2,WCIT 2017,1,Web 2.0,29,Web Application,141,Web Semântica,2,Web Seminar,1,webdesign,11,Webinar,2,widget,2,WikiLeaks,37,Wikipedia,4,Windows,5,Xadrez,2,YouTube,6,Zika,1,Zoologia,56,
ltr
item
Brasil Acadêmico: Simulações climáticas mostram cenário apocalíptico e cientistas não sabem o motivo
Simulações climáticas mostram cenário apocalíptico e cientistas não sabem o motivo
https://1.bp.blogspot.com/-fLXAYR4kI28/XjnxT5L1uHI/AAAAAAABAr4/cnU-SXhgVBcmnzdtwNVjfAmCt6Pgn6gWwCLcBGAsYHQ/s320/modelos.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-fLXAYR4kI28/XjnxT5L1uHI/AAAAAAABAr4/cnU-SXhgVBcmnzdtwNVjfAmCt6Pgn6gWwCLcBGAsYHQ/s72-c/modelos.jpg
Brasil Acadêmico
http://blog.brasilacademico.com/2020/02/simulacoes-climaticas-mostram-cenario.html
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/2020/02/simulacoes-climaticas-mostram-cenario.html
true
3049085869098582068
UTF-8
Todos os posts carregados Nenhumpost encontrado VER TODOS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Home Páginas POSTS Ver Todos Recomendado para você CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODOS POSTS Não encontrado nehum post de acordo com o seu critério Voltar para Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agorinha 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais que 5 semanas atrás Seguidores Seguir THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy