O Paradoxo de Fermi: Onde estão os alienígenas?

Compartilhar:

Paradoxo de Fermi é a aparente contradição entre as altas estimativas de probabilidade de existência de civilizações extraterrestres e a fal...

Paradoxo de Fermi é a aparente contradição entre as altas estimativas de probabilidade de existência de civilizações extraterrestres e a falta de evidências para, ou contato com, tais civilizações.
TesteAlt
Representação artística da sonda Terrestrial Planet Finder, da Nasa.

Discutindo essa ideia com colegas durante um almoço em 1950, o físico Enrico Fermi questionou por que, se um grande número de civilizações extraterrestres avançadas existem na galáxia Via Láctea, evidências como espaçonaves ou sondas não são vistas. O estúdio Kurz Gesagt fez uma animação explicando por meio de animações. A transcrição das legendas seguem abaixo.



Será que somos as únicas coisas vivas em todo o universo?

O universo observável é de cerca de 90.000 milhões de anos-luz de diâmetro.

Há pelo menos um bilhão de galáxias.

Cada uma com cerca de 100 bilhões a 100 trilhões de estrelas.

Recentemente, nós aprendemos que os planetas são muito comuns também

E há provavelmente trilhões e trilhões de planetas habitáveis ​​no universo

O que significa que deve haver muitas oportunidades para a vida existir e se desenvolver, certo?

Mas onde está?

Não deveria o Universo estar repleto de naves espaciais?

Vamos dar um passo atrás.

Mesmo se existem civilizações alienígenas em outras galáxias, não há nenhuma maneira concreta para que possamos um dia saber sobre eles.

Basicamente, tudo fora de nossa vizinhança galáctica imediata, o chamado, "Grupo Local" está praticamente fora do nosso alcance para sempre, devido a expansão do Universo.

Mesmo se tivéssemos espaçonaves muito rápidas iria, literalmente, levar bilhões de anos para chegar a esses lugares, viajando pelas áreas mais vazias no universo.

Então, vamos nos concentrar na Via Láctea.

A Via Láctea é a nossa própria galáxia, que consiste em até quatro centenas de bilhões de estrelas.

E isto é um montão de estrelas, cerca de 10 mil para cada grão de areia sobre a terra.

Há cerca de 20 bilhões estrelas parecidas com o Sol na Via Láctea e as estimativas sugerem que um quinto deles têm um planeta do tamanho da Terra em sua zona habitável, a área com condições que propícias a existência de vida.

Se apenas 0,1% desses planetas abrigou vida, haveria 1 milhão de planetas com vida na Via Láctea.

Mas espere, tem mais.

A Via Láctea tem cerca de 13 bilhões de anos. No começo, ela não teria sido um bom lugar para a vida porque as coisas explodiram muito, mas depois de 2 bilhões de anos, os primeiros planetas habitáveis ​​nasceram.

A Terra tem apenas 4 bilhões de anos, então provavelmente ter havido trilhões de chances para a vida se desenvolver em outros planetas no passado.

Se apenas um único um deles tivesse se desenvolvido em uma super-civilização capaz de viagens espaciais nós já teríamos notado.

Com o que esta civilização se pareceria?

Há três categorias.

A civilização Tipo 1 seria capaz de acessar toda a energia disponível no seu planeta. E caso você esteja se perguntando, nós estamos atualmente em torno de 0,73 na escala e devemos alcançar o Tipo 1 em algum momento nos próximos 200 anos.

O Tipo 2 seria uma civilização capaz de aproveitar toda a energia da sua estrela. Isso exigiria algum tipo sério de ficção científica, mas é possível a princípio. Conceitos como a Esfera de Dyson, um complexo gigante em torno do Sol seria concebível.

O Tipo 3 é a civilização que basicamente controla toda sua galáxia e sua energia uma raça alienígena avançada como esta, provavelmente seria considerada uma divindade para nós.

Mas por que deveríamos ser capazes de detectar uma civilização alienígena em primeiro lugar?

Se fôssemos construir gerações de naves espaciais que pudessem sustentar uma população por cerca de mil anos poderíamos colonizar a galáxia em 2 milhões de anos.

Soa como um longo tempo, mas lembre-se, a Via Láctea é enorme.

Então, se é preciso um par de milhões de anos para colonizar a galáxia inteira e há possivelmente milhões, senão bilhões de planetas que sustentam a vida na Via Láctea e essas outras formas de vida já tiveram muito mais tempo do que nós tivemos, então onde estão todos os alienígenas?

Este é o Paradoxo de Fermi, e ninguém tem uma resposta para ele.

Mas, nós temos algumas ideias.

Vamos falar sobre filtros. Um filtro neste contexto, representa uma barreira que é muito difícil para a vida superar.

Eles vêm em vários graus assustadores.

Há grandes Filtros e nós já passamos por eles.

Talvez seja mais difícil para a vida complexa se desenvolver do que nós pensamos.

O processo que permite o início da vida ainda não foi completamente descoberto e as condições requeridas podem ser muito complicadas.

Talvez no passado o Universo fosse muito mais hostil, e só recentemente as coisas esfriaram para tornar a vida complexa possível.

Isso também significa que nós podemos ser únicos, ou, pelo menos, um dos primeiros, senão a primeira civilização em todo o Universo.

Há grandes Filtros e eles estão à nossa frente.

Este seria realmente muito ruim.

Talvez a vida em nosso nível exista em toda parte no Universo, mas é destruída quando atinge um certo ponto, um ponto que está à frente de nós.

Por exemplo, existe tecnologia incrível no futuro, mas quando ativada, ela destrói o planeta.


As últimas palavras de cada civilização avançada seria:

Este novo dispositivo irá resolver todos os nossos problemas, assim que eu pressionar este botão.


Se isso for verdade, então estamos mais perto do fim do que do início da existência humana.


Ou talvez haja uma antiga civilização Tipo 3 que monitora o Universo e uma vez que uma civilização se torna avançada o suficiente é eliminada, num instante.

Talvez haja algo lá fora que seria melhor não descobrir. Não há nenhuma maneira de sabermos.

Um último pensamento: Talvez estejamos sozinhos.

Neste momento, não temos nenhuma evidência de que há qualquer vida além de nós.

Nada. O Universo parece estar vazio e morto.

Ninguém a nos enviar mensagens, ninguém a responder nossas chamadas.

Podemos estar completamente sozinhos, presos em uma pequena bola de lama úmida em um universo eterno.

Será que este pensamento assusta você? Se isso acontecer, você está tendo a reação emocional correta.

Se deixarmos a vida neste planeta morrer, talvez não haja mais vida no Universo. A vida deixaria de existir, talvez para sempre.

Se este for o caso, temos simplesmente que nos arriscar em direção às estrelas, e nos tornar a primeira civilização Tipo 3 para manter a chama delicada da vida existente e para espalhá-la até que o Universo respire seu último suspiro e desapareça no esquecimento.

O Universo é bonito demais para não ser experimentado por alguém.



(Mensagem do estúdio que produziu o vídeo)

Este vídeo tornou-se possível por seu apoio. Leva pelo menos 100 horas para fazer um dos nossos vídeos, e graças a suas contribuições no Patreon, estamos lentamente sendo capazes de fazer mais e mais deles.

Se você quiser nos ajudar e obter o seu próprio pássaro pessoal por exemplo, confira nossa página no Patreon.

Fonte: YouTube
[Visto no Brasil Acadêmico]

COMMENTS

BLOGGER

/fa-cloud/ Nuvem de Categorias_

Nome

#existepesquisanobrasil,1,A divulgar,2,Abelha,3,Acessibilidade,20,acessório,2,Acidente,48,Acidentes,2,Acústica,16,Adágios,1,Adestramento,5,Administração,26,adulto,1,Aerodinâmica,4,Aeronáutica,8,África,6,Agência Brasil,18,Agência Fiocruz,1,Agência Porvir,1,Agência Senado,1,Agência USP,4,Agricultura,3,Agropecuária,1,AIDS,1,AirBNB,1,Alcoolismo,7,Alemanha,3,Alerta,1,Algoritmo,8,Alimento,1,Alzheimer,4,Amazon,1,Amazônia,4,América Latina,1,Análise Combinatória,1,Anatomia,6,Android,3,Animação,46,Animais de Estimação,6,Animal,2,Antropologia,14,Apicultura,8,App,9,Apple,5,Apresentação,4,aquário,1,Argentina,4,Arqueologia,5,arquitetura,29,Arte,147,Astrobiologia,2,Astrofísica,3,Astronomia,24,Ativismo,25,Áudio,3,Audio FX,2,Áustria,1,Autismo,2,Auto-ajuda,10,Automobilismo,14,Automóvel,19,aventura,3,Aviação,5,Aviônica,8,Bahia,2,Balonismo,3,Banco de Dados,5,Beber e Dirigir,1,biblioteconomia,3,Bicicleta,1,Biografia,16,Biologia,157,Biologia Marinha,15,bioquímica,6,Biotecnologia,23,Bitcoin,2,Blog,29,Blogger,32,Boato,5,Bomba,1,borderô de desconto,1,Botânica,5,BRASA,1,BRASA Leads,1,Brasil,34,Brasília,14,BRIC,1,Browser,10,Bugs,3,CAD,3,Calor,2,Câmera lenta,1,Campanha,44,cardiologia,14,Carnaval,2,carreira,2,Cartografia,3,Casemods,1,Caso Isabella Nardoni,1,Caso Snowden,1,Ceará,1,Celebridades,6,celular,24,Células-Tronco,3,Cérebro,2,Charge,22,China,15,Cibercultura,2,Ciclovia,1,Cidadania,39,Ciência,183,Cinema,63,Clip,1,Cliparts,1,Cloud computing,4,Coaching,12,Comédia,2,competência,1,Complemento de dois,1,Comportamento,248,Computação,80,Computação em grade,5,Computação forense,3,Computação Gráfica,135,Computação Móvel,1,Comunicação e Marketing,131,Concurso,1,Concurso Cultural de Natal,1,Concursos Público,2,Concursos Públicos,3,Conectômica,1,Conferência,1,Congresso em Foco,1,Conspiração,2,Consumidor,7,Consumismo,3,contabilidade,2,Contos,45,Copa do Mundo,27,Cordel,3,Coreia do Norte,1,Coreia do Sul,1,Corpo,2,Coruja,1,cosmética,3,Cosmologia,21,Crash Course,1,Criança,1,Criatividade,3,Crime,46,Crime Digital,7,crise,11,crise econômica,8,crônica,5,crônicas,5,Cronologia,1,CSS,3,Cuba,4,Culinária,8,Cultura,9,Curiosidades,112,custos fixo,1,custos variáveis,1,Dança,6,DAO,1,Darwin,9,Davos,1,Debate,1,Decoração,1,demência,1,Demografia,2,Denúncia,10,Dermatologia,7,Desastre Natural,13,Descoberta,2,desconto duplicatas,1,Desenho instrucional,10,Desenvolvimento de jogos,7,Design,25,Design Instrucional,5,Destaque,25,Dia das Mães,1,Dia do professor,1,diabetes,6,Dicas,66,Didática,1,Dieta,3,diplomacia,3,Direito,172,Direito Eleitoral,1,Direito Internacional,28,Direito Trabalhista,1,Direito Tributário,2,Direitos Autorais,1,Direitos Humanos,36,Disney,5,Distrito Federal,2,Documentário,59,Doutorado,1,download,3,Drogas,7,Drone,3,Dubai,1,e-Book,2,e-governo,2,EBC,1,Ecologia,81,Economia,106,Editoração Eletrônica,1,Educação,327,Educação a Distância,142,Educação Corporativa,4,educação física,19,Educação sexual,6,Efeitos Sonoros,4,Egiptologia,1,Eleições,23,Eleições 2014,12,Eleições 2018,5,Eletricidade,9,eletrônica,3,Em Operários,1,Embrapa,1,empreendedorismo,6,enciclopédia,1,endocrinologia,5,Enem,3,Energia,14,Energia Alternativa,16,Energia Nuclear,11,Engenharia,62,Engenharia Agrícola,1,Engenharia Civil,4,Engenharia de materiais,13,Engenharia de Software,4,Engenharia Genética,30,Engenharia Mecânica,1,Enretenimento,1,Ensino a Distância,9,Ensino Superior,3,Entomologia,7,Entretenimento,40,Entrevista,83,Entrevista.,1,Epidemiologia,21,Epistemologia,1,Equador,1,Escândalo,5,Escritório,1,Espaço,65,Espanha,1,Espanhol,2,Espeleologia,1,Espetáculo,8,Espionagem,19,Esporte,39,Estação,1,Estágio,2,Estatísticas,32,estrutura de dados,1,Ética,22,EUA,14,Europa,2,Evento,37,Evolução,4,Exercícios físicos,2,Exobiologia,2,experiência,42,fábulas,3,Facebook,17,Farmacologia,8,Favo,1,Feminismo,1,Férias,1,Ferramentas,6,FIFA,2,Filantropia,4,Filmes,16,Filosofia,47,Finlândia,1,Firefox,1,Física,103,Física Quântica,3,Fisiologia,7,Fisioterapia,6,Flagrante,2,Flamengo,1,Folclore,3,Fome,1,Fonética,1,Fonoaudiologia,6,Fotografia,39,Fotos em 360 graus,6,França,6,Francês,2,frases,2,Fraude,4,Freeware,66,Futebol,38,Futurologia,76,gadget,88,Gafe,2,Gamificação,5,Gastroenterologia,5,Gastronomia,2,Geek,1,Genética,38,Geofísica,1,Geografia,51,Geologia,10,Geometria,6,geopolítica,20,Gerenciamento do Tempo,1,Geriatria,10,Gestão de Competências,2,Gestão de Configuração,2,Gestão de Pessoas,3,Gestão de Projetos,17,Gestão do conhecimento,6,Ginecologia,3,Glass,1,Google,77,Governo,4,GPS,1,Gradiente,1,gramática,13,Gravidez,1,Grécia,1,Grécia Antiga,1,Guerra,35,Guerra Civil,2,Guinness,1,H2,2,Haiti,3,hardware,35,História,185,HIV,1,Hololens,1,homenagem,45,Horologia,1,HPV,1,HTML,6,Humor,208,Humor Negro,8,IBGE,2,IBM,4,ICIJ,2,Idioma,43,IHC,8,ilo,29,ilusão,34,ilusionismo,5,Imagem 3D,16,Imagens,6,Imagine Cup,1,Império Romano,5,Imprensa,33,Impressora 3D,16,Imunologia,2,Incêndio,2,Inclusão digital,8,Índia,2,Índios,1,Infectologia,16,Infográfico,46,Informática,38,Inglaterra,3,Inglês,22,Inovação,177,Inspiração,1,Inteligência Artificial,93,intercâmbio,1,Interface,188,Interfaces Hápticas,20,Internacional,22,Internacionalização da Amazônia,3,Internet,160,Internet das Coisas,2,Inundação,2,Invenção,20,Inventos,6,iPad,1,IPEA,1,iphone,3,Irã,3,Iraque,1,Israel,6,Japão,2,Java,2,Java.,2,jogos,9,Jogos educativos,13,Jogos Olímpicos,10,Jornalismo,68,Justiça,4,Kinect,10,Le Monde Diplomatique Brasil,9,Le Monde Diplomatique Brasil,1,Letras,1,Lexicografia,5,Liderança,3,Life Hacking,20,Linguística,9,Literatura,54,Livro,56,Lógica,25,Logística,4,Loterias,4,Lua,1,Maçonaria,4,Malásia,2,Malvinas,2,Malware,1,Mapa,68,Mário Sérgio Conti,1,Marte,2,Mastologia,1,Matemática,75,Matemática Financeira,1,maternidade,1,Mecânica,8,Mecânica dos Fluidos,2,Mecatrônica,46,Medicina,468,Medicina Esportiva,1,Medicina Veterinária,4,Meio Ambiente,102,Mel,1,melanoma,1,Memória,5,memorização,4,Mente,4,Mercado de Trabalho,67,mercosul,1,Mestrado,1,meteorologia,11,Metodologia Científica,43,México,1,Microbiologia,4,Microsoft,13,Mídia Social,54,Militar,14,Mineralogia,1,Mistério,2,MIT,12,Mitologia,2,Mobilidade,1,Mobilidade Urbana,9,MonaVie,1,Montanhismo,1,Moodle,7,Mossad,1,Motivação,1,Movimento Maker,1,MSF,1,Mudança Climática,20,Mulher,4,Multimídia,14,museu,10,Música,82,MVC,1,Nanotecnologia,33,Nasa,15,Natação,2,Natal,17,Natureza,1,Negócios,25,Netflix,1,Neurociência,81,Neurologia,77,Nicolelis,1,Nordeste,2,Noruega,1,notícias,8,Novidades,18,Novo Enem,2,Números,1,Nutrição,62,Obama,1,Obesidade,10,Observatório da Imprensa,26,Obstetrícia,3,Oceanografia,7,odontologia,7,Offshore Leaks,2,oftalmologia,11,Olimpíadas,7,oncologia,45,ONU,8,Opinião,92,Óptica,17,Oracle,1,Oriente Médio,5,Orkut,2,Ornitologia,1,ortografia,3,Ortopedia,3,Ótica,8,Otorrinolaringologia,1,Oxfam,2,Pacifismo,1,Paginadores,1,paleontologia,3,Paquistão,1,Pará,2,Paraguai,2,parkinson,2,Passeio virtual,1,Patinação,1,Pedagogia,1,Pediatria,6,Pensamentos,2,performance,2,Periférico,1,Pesca,2,Pesquisa,198,Petição,1,Petrobrás,9,Petróleo,12,Photoshop,5,Pirataria,7,planilha de custo,1,Playstation 3,2,Plebiscito,3,Pneumologia,1,Podcast,4,Poesia,27,Poítica,1,Politica,5,Política,285,Portugal,6,português,18,Pós-graduação,1,prazo médio,1,Pré-sal,5,Prêmio Nobel,6,primatologia,1,Primeira Guerra Mundial,1,privacidade,16,produtividade,3,professor Hamilton Alves,2,Programa Gratuito,4,Programação,50,Projeção Mapeada,1,Projeto Truco,2,Promoção,1,Propaganda,5,Psicanálise,1,Psicologia,265,Psicologia Animal,23,Psiquiatria,13,Pública,12,publicidade,18,Publieditorial,4,Quadrinhos,10,Quads,5,Qualidade,3,Qualidade de Vida,11,química,32,REA,2,realidade aumentada,43,realidade diminuída,2,Realidade Misturada,2,Realidade Virtual,36,Reconhecimento de imagem,12,Reconhecimento de voz,2,Recorde,1,Recoverit,1,Recuperar vídeos,1,Redação,1,redes,10,Referência,2,Referendo,1,Reforma Política,3,Reino Unido,1,Relacionamento,2,Relações Internacionais,40,Religião,39,Responsabilidade Social,4,Retrospectiva,1,Review,4,Rio 2016,6,Rio de Janeiro,1,Rio Grande do Norte,1,Rio Grande do Sul,1,robótica,96,Roda Viva,45,Roma,4,roteiro,1,RSA,1,Rússia,1,Samsung,1,Sanitarismo,5,Santa Catarina,1,São Paulo,4,Saúde,483,Savant,1,Segunda Guerra Mundial,20,Segurança,116,Segurança da Informação,60,Seleção Natural,2,Séries,2,serviço,1,Serviço Online,1,Sexologia,2,sexualidade,5,Show,7,SIGGRAPH,1,Simulação,28,Singularity University,1,Síria,3,Sismologia,2,Sistema operacional,4,Sistemas de Numeração,1,Sites de Busca,14,Sociedade,4,Sociologia,52,Software,32,Software Livre,25,Sol,2,Sono,4,Sony,2,SOPA,2,Star Wars,1,Suécia,3,Sugestão de presentes,61,Sun,1,supercomputadores,2,Sustentabilidade,5,Tabagismo,6,Taiwan,1,Talento precoce,1,taxa de juros efetiva,1,taxa de juros nominal,1,Taxas Equivalentes,1,Taxidermia,1,Teatro,26,Técnicas de Estudo,2,Tecnologia,534,Tecnologia da Informação,28,TED,384,TED-Ed,38,TedMed,2,TEDx,1,TEDx Rio+20,1,TEDxAmazônia,1,TEDxAsaSul,1,Telefonia,59,Televisão,43,Temas,1,Tempo,1,Tendências,10,Teologia,5,teoria das supercordas,1,Terremoto,7,Terrorismo,15,Tesla,1,Testes,17,Tipologia,8,Tomada de Decisão,1,tradução,5,Trânsito,11,transporte,55,tributo,3,Trigonometria,1,Tubarão,2,Tunísia,1,Turismo,21,Tutorial,20,Twitter,8,Uber,4,UFC,1,UFG,1,ufologia,5,UFRJ,1,Unicamp,1,UNIFESP,1,universidade,4,Universidade Corporativa,1,Universidade de Cambridge,2,Universidade de Michigan,1,Urbanismo,23,Urologia,1,User Experience,1,USP,6,Utilidade Pública,3,Utilitário,3,Vale,1,Vaticano,1,Veículo Autônomo,5,Ventriloquismo,3,Verão,1,vestibular,3,Vestimenta,1,Vida Digital,7,Vida Moderna,17,Vida Selvagem,10,Videogame,114,Vídeos,927,Vídeos 360,1,Violência,4,Vírus,2,Visão Computacional,9,Vôlei,1,Vulcanologia,6,Watergate Política,1,WCIT 2016,2,WCIT 2017,1,Web 2.0,29,Web Application,134,Web Semântica,2,Web Seminar,1,webdesign,11,Webinar,2,widget,2,WikiLeaks,37,Wikipedia,4,Windows,5,Xadrez,1,YouTube,6,Zika,1,Zoologia,56,
ltr
item
Brasil Acadêmico: O Paradoxo de Fermi: Onde estão os alienígenas?
O Paradoxo de Fermi: Onde estão os alienígenas?
http://2.bp.blogspot.com/-fNc2mfwv8pg/VYSYAjZlb_I/AAAAAAAAeSk/coqRF1fHb0U/s400/640px-Terrestrial_Planet_Finder_PIA04499.jpg
http://2.bp.blogspot.com/-fNc2mfwv8pg/VYSYAjZlb_I/AAAAAAAAeSk/coqRF1fHb0U/s72-c/640px-Terrestrial_Planet_Finder_PIA04499.jpg
Brasil Acadêmico
http://blog.brasilacademico.com/2015/06/o-paradoxo-de-fermi-onde-estao-os.html
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/2015/06/o-paradoxo-de-fermi-onde-estao-os.html
true
3049085869098582068
UTF-8
Todos os posts carregados Nenhumpost encontrado VER TODOS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Home Páginas POSTS Ver Todos Recomendado para você CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODOS POSTS Não encontrado nehum post de acordo com o seu critério Voltar para Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agorinha 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais que 5 semanas atrás Seguidores Seguir THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy