$hide=/p/valores.html

The Corporation, o filme

Indicar:

Há 150 anos, uma corporação era uma instituição relativamente insignificante. Depois de virar uma pessoa, hoje elas se tornaram onipresentes...

Há 150 anos, uma corporação era uma instituição relativamente insignificante. Depois de virar uma pessoa, hoje elas se tornaram onipresentes. E todos nós sentimos seus efeitos, para o bem e para o mal. Este documentário analisa esses aspectos e tenta mostrar alternativas.

Esse documentário de 2003 mostra as repercussões da hegemonia das corporações na sociedade e na vida das pessoas e traz 40 interessantes entrevistas, sob pontos de vista distintos, com executivos, críticos, historiadores e ativistas, como Noam Chomsky, Naomi Klein, Vandana Shiva e Michael Moore, entre outros.

Olá. Aqui é Mark Achbar. Eu produzi e co-dirigi "A Corporação", e esta é a versão shareware oficial do filme.


Clique     Retroceder    Avançar   Espaço /    /   F


Estou orgulhoso do fato de que, centenas de milhares de pessoas já baixaram e compartilharam esse filme.
Se eu tivesse um dólar por cada download, bem, eu provavelmente não estaria fazendo esse apelo.
Mais de 200 trabalharam nesse filme, no DVD e no website por mais de 8 anos.
Se você apoia o filme, por favor, apoie quem o fez também.
Você pode fazer uma contribuição, grande ou pequena.
Até uns trocados ajudariam no site www.theCorporation.com. Obrigado.
O documentário mais popular do Canadá. The Corporation, agora em DVD.
Mais de 8 horas de extras em dois discos. Comentários, as filmagens, Cenas não mostradas.
E mais, 165 novas entrevistas e 23 tópicos relacionadas à estratégias para mudanças.
Ofertas especiais em www.theCorporation.com.
Faça a mudança social. Dominação mundial não incluída.

150 anos atrás, uma corporação, era uma instituição relativamente insignificante.
[00:01:15 ##Film##]
Hoje ela é onipresente.
Como a igreja, a monarquia e o partido comunista, foram em outros tempos e lugares.
A corporação hoje é uma instituição predominante.
Este documentário examina a natureza, a evolução, os efeitos e possíveis qualidades, das modernas corporações.
Inicialmente tinham poucas possibilidades legais, mas o que permitiu às modernas corporações atingir, o extraordinário poder e influência em nossas vidas?
Começamos nossas investigações com os escândalos que geraram um, um grande debate sobre a falta de controle público, sobre as grandes corporações.
Eu acho que é um exagero, do mercado sobre esta desconfiança.
Ouça, 95 porcento ou uma grande porcentagem, da comunidade empresarial é honesta, e revela todas as suas contas, tem programas de compensação que são financiados.
Mas existem algumas maçãs podres...
A mídia debate que os princípios básicos, do mundo das corporações foi rapidamente reduzido, a um jogo de "siga o lider".
Eu ainda acredito que os Estados Unidos é o melhor lugar no mundo para investir.
Nós temos alguns abalos acontecendo, por causa de umas poucas maçãs podres.
Alguns me chamam de maçã podre
Eu posso estar manchado, mas ainda sou doce.
Alguns me chamam de maçã podre
mas eu posso ser a maçã mais doce desta árvore.
Isto não é só um monte de maçãs podres...
Isto são algumas maçãs podres...
Isto não são apenas umas poucas maçãs podres...
Nós temos que nos libertar das maçãs podres....
Você pode começar com Tyco...
Maçãs podres...
Todos nós sabemos sobre a WorldCom.
Maçãs podres...
Xerox Corporation...
Maçãs podres...
Arthur Anderson...
Maçãs podres...
Obviamente a Enron...
Maçãs podres...
K-mart Corporation...
A cesta de frutas está ficando cheia...
Infelizmente eu não acho que sejam apenas algumas maçãs podres...
Eu acredito que seja a maior crise de confiança, nos negócios.
O que há de errado nesta figura?
Não podemos achar uma metáfora melhor, para descrever a instituição dominante de nosso tempo?
Pelas vozes de Gerentes, corretores de títulos, agiotas, gurus e espiões, de dentro e de fora, nos mostram uma corporação como um paradoxo, uma instituição que cria grande poder, mas causa enormes e bem escondidos danos.

A CORPORAÇÃO[00:04:08 ##Film##]
Eu vejo as corporações como uma peça do, quebra-cabeça da sociedade, como um todo, que se você remover, vai deixar a figura incompleta.
Mas igualmente, se for a única peça, não vai funcionar.
Um time esportivo.
Alguns de nós defendem e passam a bola.
Alguns de nós correm com a bola.
Alguns de nós arremessam a bola.
Mas todos tem um propósito comum, que é ter sucesso como uma organização.
A corporação é como uma unidade famíliar.
Pessoas de uma corporação trabalham juntas, para uma finalidade comum...
Como o sistema telefônico, ele alcança quase toda a parte.
É extraordinariamente poderoso, é quase impossível não depender dele.
E transforma a vida das pessoas, na maioria das vezes para melhor.
A águia, elevando se acima de tudo, competitiva, sempre preparada para atacar seu objetivo.
Nobre, visionária, majestosa, as pessoas acreditam nelas, e se inspiram nelas, que criam uma ascensão em seu voo.
Posso ver que é um bom logotipo, para uma companhia de princípios.
OK caras, chega de conversa fiada.
Corporações são criações artificiais.
Você pode dizer que são monstros, tentando devorar tanto lucro quanto for possível...
às custas de qualquer um.
Pense como uma baleia.
Um grande peixe gentil, que pode de repente, te engolir.
A criação do Dr. Frankenstein, que o oprime e o domina.
Como as corporações fazem conosco.
A palavra corporação, vem sempre junta de forma pejorativa, quase sempre com a palavra AGENDA.
E ouvimos bastante, sobre a agenda corporativa, como se fosse o MAL, como se esta agenda, estivesse tentando dominar o mundo.
Pessoalmente eu não uso a palavra "corporação".
Eu uso a palavra negócio.
Eu usaria a palavra usaria a palavra companhia.
Eu usaria a palavra comunidade empresarial, porque acho que é uma representação muito mais exata, do que juntar tudo na palavra corporação.
O que é uma corporação?
É engraçado que eu lecionei em uma universidade por muito tempo, sem que ninguém tivesse me perguntado, sobre o que penso que seja uma corporação.
É uma forma de propriedade empresarial...?
É um grupo de indivíduos trabalhando juntos para, alcançar uma série de objetivos.
O principal deles é trazer muito lucro, de forma crescente legal e sustentável, para os proprietários da empresa.

Nascimento[00:07:44 ##Film##]
A moderna corporação cresceu na era industrial.
E a era industrial começou em 1712, quando um inglês chamado Thomas Newcomen, inventou uma bomba d'água movida a vapor, para bombear água, das minas de carvão inglesas, assim os mineiros, poderiam retirar mais carvão da mina, ao invés de ficar retirando baldes de água para fora da mina.
Era apenas aumentar a produtividade mais carvão por hora/homem.
Este é o nascimento da era industrial.
Que virou mais aço por hora/homem.
mais tecidos por hora/homem.
mais automóveis por hora/homem.
E hoje são mais chips por hora/homem, mais bugigangas por hora/homem.
O sistema é basicamente o mesmo, produzindo produtos mais sofisticados hoje.
O papel predominante das corporações em nossas vidas...
é essenciamente um produto das asperezas do século passado.
Corporações eram originariamente associações de pessoas, que eram encarregadas pelo estado, para executar uma função específica.
Como um grupo de pessoas que queriam contruir uma ponte, sobre o rio Tietê ou algo parecido.
Existiram muito poucas corporações documentadas, nos primórdios da história dos Estados Unidos.
E as corporações existentes tinham estipulados claramente em seus estatutos, quanto tempo deveriam operar, quanto dinheiro poderiam gastar, o que fariam, manteriam, quanto cobrariam de taxas, e eles não faziam nada além disso.
Eles não poderiam ter uma outra corporação.
Seus acionistas eram responsabilizados pelos atos, e assim por diante.
Tanto pela lei, quanto pela cultura a corporação era considerada, um presente das pessoas que queriam, servir o interesse público.
Então esta é a história, e nós não devemos nos enganar por ela, não é como se naqueles dias gloriosos, todas as corporações serviam ao interesse público, mas há muito a aprender daqueles tempos.
A guerra civil americana e a revolução industrial, criou uma enorme demanda por corporações.
Então tivemos uma explosão de ferrovias, que tiveram um grande subsídio do governo federal em terras.
infra-estrutura e indústria pesada, quando os advogados das corporações a um século e meio atrás, perceberam que precisavam de mais poder para as companhias, e tentaram remover alguns limites, que historicamente existiram nas corporações.
A 14a emenda da constituição... americana foi aprovada a.
final da guerra civil americana, para dar direitos iguais às pessoas negras.
E entretanto esta escrito lá que:
"Nenhum estado pode tirar a vida, liberdade ou propriedade sem um processo legal."
Isto foi pensado para impedir o estado, de tirar a vida a liberdade ou a propriedade, das pessoas negras, como se tinha feito, por muito tempo na nossa história.
Então aconteceu que as corporações vieram ao tribunal, e os advogados das corporações são muito espertos.
E eles disseram:

Oh, você não pode tirar a vida a liberdade ou a propriedade de uma pessoa. Nós somos uma pessoa.

Uma corporação é uma pessoa jurídica, e a corte do Supremo Tribunal concordou com isso.
E o que tem de particularmente grotesco sobre isto é que a 14a emenda foi criada, para proteger os escravos recém libertados.
Mas, por exemplo, entre 1890 e 1910, foram trazidos 307 casos para o Supremo Tribunal, invocando a 14a emenda da constituição.
288 destes casos foram trazidos por corporações...
19 por Afro-americanos.
600.000 pessoas foram mortas para dar estes direitos aos negros, e com uma caneta nos 30 anos seguintes, juizes aplicaram estes direitos ao capital e a propriedade, enquanto os retiravam das pessoas.

Uma Pessoa Jurídica [00:12:08 ##Film##]


Todo mundo comete um erro de vez em quando.
Mas eu não posso ser pessoalmente responsabilizado.
Esta é uma fraqueza de nossa sociedade, não é Sid?
Bem, talvez fosse melhor incorporar a loja.
Incorporar?
Sim, a incorporação te daria a grande vantagem, que você quer agora, responsabilidade limitada.
Você começa com um grupo de pessoas, que querem investir seu dinheiro em sua companhia.
Então estas pessoas anunciam uma incorporação.
O governo então emite uma autorização para esta corporação.
Agora esta corporação opera legalmente como uma pessoa.
Não é mais um grupo de pessoas. É, sob a lei, uma pessoa jurídica.
Imperial Steel Incorporated tem muitos dos direitos legais de um cidadão.
Pode comprar e vender propriedades.
Pode emprestar dinheiro.
Pode processar alguém e ser processada.
Pode gerenciar um negócio.
Imperial Steel, assim como centenas de outras pessoas jurídicas, faz parte do noso dia a dia.
É um membro de nossa sociedade.
Tendo adquirido os direitos legais e o amparo legal de um pessoa.
Surge a pergunta.
Que tipo de pessoa é uma corporação.
Corporações tem os direitos de pessoas imortais. Mas são como pessoas excepcionais. Pessoas que não tem consciência moral.
Este tipo especial de pessoa, foi criada pela lei apenas para considerar, os seus próprios acionistas.
E não diz quem seriam estes acionistas, como a comunidade ou a força de trabalho ou qualquer outro.
O grande problema em ter cidadãos corporativos é que eles não são como o resto de nós.
Como o Barão de Thurlow na Inglaterra supostamente disse: [00:14:14 ##Film##]

Elas não tem alma para salvar, e não tem corpos para encarcerar.

Michael Moore: Eu acredito que o erro que a maioria das pessoas comete, quando pensa sobre corporações é que elas pensam que as corporações são como nós.

General Eletric é um tipo de velhinho com um monte de histórias.
Nike - jovem energética.
Microsoft - agressiva.
McDonalds's - jovem empreendedor cheio de entusiasmo.
Monsanto - vestida com uma roupa imaculada.
Disney - Pateta.
The Body Shop - decepcionante.
Muito amável.
Você sabe o que é "Body Shop"?
Não.
Elas tem sentimentos, elas tem políticas, elas tem crenças.
Elas realmente só veem uma única coisa, o lucro.
Como fazer tanto dinheiro quanto puderem, a cada trimestre.
É isso.
É claro que elas visam o lucro, e isso é um coisa boa.
É o incentivo que faz o capitalismo trabalhar.
Para nos dar mais das coisas que precisamos.
É o incentivo que falta em outros sistemas econômicos.
As pessoas nos acusam de apenas olhar, o lado econômico, porque elas pensam, que a mente das pessoas de negócio só pensa nisto.
É só dinheiro.
Não é só isso, porque nós como pessoas de negócios, sabemos que temos que levar em conta o ambiente.
mas também queremos ser vistos, como membros construtivos da sociedade.
Existem companhias que fazem bem para as comunidades.
Elas produzem serviços e bens, que são valiosos para nós e fazem nossas vidas melhores, e isso é uma coisa boa.
O problema acontece na motivação pelo lucro, porque para estas pessoas, nunca vai existir o suficiente.E eu sempre contraponho que, não existe nenhuma organização neste planeta, que pode negligenciar seus fundamentos econômicos.
Mesmo alguém vivendo sob uma árvore depende, da ajuda de alguém.
O lado econômico tem que ser olhado por todos.
Não é só um assunto empresarial.
Mas, diferente de alguém vivendo sob uma árvore, todo o negócio corporativo está estruturado, por uma série de decisões legais, que tem uma característica particular bastante infeliz.
Eles estão legalmente endividados, os interesses de seus donos, estão acima dos outros interesses.
De fato uma corporação está legalmente endividada, por isso colocam o lucro acima de qualquer coisa, mesmo acima do interesse público.
Isto não é uma lei da natureza, na verdade é uma lei específica.
de fato é uma decisão judicial.
Então eles se importam apenas se os lucros de curto prazo, de seus acionistas que frequentemente são muito poderosos.
A quem estas companhias devem lealdade?
O que lealdade significa?
Ficou estabelecido, e este é um conceito bastante ingênuo que as corporações, devem obrigações apenas consigo mesmas, de crescerem e serem lucrativas.
E fazendo isto, tendem a serem mais lucrativas se fizerem, outras pessoas pagarem suas contas, jogando elas para a sociedade.
Existe uma palavra terrível que os economistas usam para isto, chamada externalidade.
Uma externalidade é o efeito de uma transação, entre dois indivíduos.
Uma terceira parte que não participa da ação, acaba sendo envolvido, naquela transação.
E existem sérios problemas nesta área.
Não há dúvidas sobre isto.
Responsabilidade no negócio é uma questão difícil.
Existem custos para serem cortados a toda hora.
E em algum momento a corporação diz:
"Sabe de uma coisa? Deixe que outra pessoa cuide disso..
Vamos deixar que outra pessoa pague pelo poder militar, no oriente médio para proteger nossos poços de petróleo.
Vamos deixar que outra pessoa pague a contrução de rodovias para, colocar nossos carros.
Vamos deixar que outras pessoas resolvam estes problemas.
E é daí que vem as externalidades, da noção que outra pessoa resolverá o problema.
Eu já tenho coisas suficientes para fazer.
Uma corporação é uma maquina de externalizações, da mesma forma que um tubarão é uma máquina de matar.
Cada um deles é desenhado de uma maneira extremamente eficiente, para atingir seus objetivos particulares.
E no processo de atingir estes objetivos, não há nenhuma pergunta, ou maldade ou remorso.
As empresas são assim.
E os tubarões são assim.
São estas características que permitem que façam o que foram, desenhados para fazer.
Existe uma pressão dentro da corporação, para conseguir resultados AGORA, e externalizar qualquer custo, que não seja necessário ou que as pessoas, permitam que seja externalizado.

Casos Reais [00:19:26 ##Film##]

Para determinar o tipo de personalidade, que faz com que as corporações, se comportem como uma maquina de externalizações, nós podemos analisa-las, como um psiquiatra faria com um paciente.
Nós podemos até formular um diagnóstico, baseando-se em casos de danos que infligiram em outras pessoas.
Selecionados de um universo de atividades corporativas.
Danos aos trabalhadores: Demissões
Danos aos trabalhadores: Acusação de Cartel
Danos aos trabalhadores: Incêndios em fábricas
Danos aos trabalhadores: Lojas de empresas
Bem, aqui é o escritório do comitê nacional de trabalho.
Aqui na area das confecções da cidade de Nova Iorque.
Aqui está um pouco bagunçado.
Esta são de diferentes campanhas.
Para fazer isto da maneira mais correta possível, nós compramos todos os produtos das fábricas, que estamos analizando.
Esta camiseta foi vendida por $ 14,99. E a mulher que a fez recebeu $ 0,03.
Jaqueta Liz Claiborne feita em El Salvador.
Esta jaqueta custa $ 178,00, e os trabalhadores que as fazem recebem $ 0,7 por cada jaqueta que fazem.
Rádios para carro Alpine $ 0,31 a hora.
Não são só porcarias.
Não é só vestuário.
É tudo.
Estamos em Honduras.
E alguns trabalhadores que conhecem o trabalho que fazemos, se aproximaram de nós e disseram, que as condições de trabalho da fábrica eram horríveis.
Queriam se encontrar conosco.
E nós dissemos que iríamos.
Mas isto não é tão fácil em um país em desenvolvimento, você não pode entrar em uma fábrica com um caderno na mão, e os trabalhadores vem e você os entrevista.
Lá existem, existem agentes, existem espiões, tem a polícia militar.
Então você tem que fazer tudo da maneira clandestina.
Então estávamos para iniciar o encontro e apareceram três caras, que pareciam bastante fortes.
A companhia descobriu sobre o encontro, e mandou estes caras como espiões.
Obviamente não conseguimos nosso encontro.
Mas estas jovens garotas foram realmente brilhantes, e logo que ficamos, fora da vista dos espiões, ela começou a por a mão sob a mesa, e eu coloquei minha mão lá também, e ela colocou em minha mão algo sobre um pagamento.
Ela queria saber quem eram aqueles, que seriam pagos, e sobre as etiquetas que eles faziam na fábrica, ela queria saber para quem eles estavam trabalhando.
Então eu olhei para minha mão depois que todos se foram.
E na palma de minha mão, estava o rosto de Kathy Lee Gifford, e sob a foto estava escrito, que uma porcentagem da venda desta roupa, seria doada para várias instituições de caridade.
Muito tocante, isto toca fundo em você.
Wal-Mart está dizendo que se você comprar estas calças, e Kathy Lee está dizendo se você compra estas calças, você estará ajudando crianças.
O problema era, que a pessoa que pregava estas etiquetas, tinha 13 anos de idade.

- Quantas pessoas de sua família trabalham aqui.
- Só eu.
- Quantas pessoas você sustenta.
- Oito pessoas.
- Oito pessoas?
- E como você faz o salario ser suficiente.
- Não é o suficiente.

Vamos olhar isto por outro ponto de vista.
Vamos olhar isto do ponto de vista, das pessoas em Bangladesh, que estão morrendo de fome, das pessoas na China que estão morrendo de fome, e a única coisa que elas tem para oferecer para qualquer um, que valha alguma coisa...
é a sua mão de obra barata.
E na verdade dizem ao mundo, e eles tem uma grande bandeira que diz:
Venha e nos empregue.
Nós trabalharemos por $ 0,10 a hora.
Porque com $ 0,10 por hora nós compraremos arroz, que precisamos para não morrer de fome.
Venha e nos resgate de nossa miséria.
E então a NIKE chega, e são comemorados por todos na comunidade, como os grandes enviados de Deus.

- Hei espere!
- Você não tem autorização para estar aqui.
- A porta estava aberta.
- Não não não não não.
- Estas são minhas roupas.
- Aquelas são minhas roupas.
- Não são as suas roupas.
- Porque a sua câmera!?
- Não toque na mulher.
- Por que!?
- Esta é uma companhia privada.
- Como você entra aqui sem autorização.
- Sim, mas a porta estava aberta.
- A porta é para os empregados não para você.

Nós garimpamos o monte de lixo, na República Dominicana.
Nós sempre cavocamos nestes lugares.
Um dia nós achamos, uma grande pilha, de documentos internos da Nike.
A Nike cronometrou cada passo da operação.
Eles não falam de minutos.
Eles dividiram o tempo em 1/10.000 de segundo.
Com todos os 22 passos, eles dão aos trabalhadores 6,6 minutos para fazer uma camiseta.
Pagando $ 0,70 por hora na República Dominicana.
Estes 6,6 minutos são iguais a $ 0,08.
Estes são documentos da Nike.
Isto siginica que os salários são 3 décimos de um porcento do preço de venda.
Esta é a realidade.
É a ciência da exploração.

Lista de Diagnóstico de Personalidade



O que acontece nas áreas onde estas corporações, entram e são prósperas?
Eles logo descobrem que não podem ficar mais naquele país, porque os salários ficaram altos demais agora.
O que é uma outra maneira de dizer que as pessoas não estão mais desesperadas.
"Bem, vocês agora não estão mais desesperados..
"Nós usamos todos os desperados daqui, agora vocês estão gordos e saudáveis."
"Deixe-nos mover para a próxima região de desesperados, para podermos aumentar o padrão de vida de lá."

Lista de Diagnóstico de Personalidade



Esta é a idéia da zona de processamento de exportação.
Este é o primeiro passo, para o maravilhoso desenvolvimento, através do investimento que é atraído para estes países, o que cria um efeito perverso nestas comunidades.
Por causa dos muitos países que estão neste jogo de atrair capitais, criando estas zonas de livre comércio, cada uma delas tem que dar cada vez mais e mais incentivos, para que as companhias venham para internacionalizar seus bolsos.
E os incentivos fiscais ficam maiores.
Logo, se os trabalhadores raramente conseguem ganhar o suficiente, para comprar três refeições ao dia, também deixam a economia local faminta.
Danos à Saúde: Produtos perigosos
Danos à Saúde: Lixo Tóxico
Danos à Saúde: Poluição
Danos à Saúde: Produtos Sintéticos

Algo aconteceu em 1940, que marcou o início de uma nova era.
A era da habilidade de sintetizar e criar.
Em uma escala ilimitada, novas substâncias quimicas que nunca existiram antes no mundo.
E usando a mágica da pesquisa, companhias petrolíferas competiram entre sí, para transformar moléculas de petróleo, rearranjanjando-as em substâncias que sequer tinham um nome...
Então repentinamente foi possível, produzir qualquer substância, sinteticamente, semelhante a nada que já houvesse existido na face da terra, para qualquer propósito virtualmente a custo zero.
Fabricar escova de dentes, pneus inseticidas.
cosméticos, herbicidas, Uma galáxia interia de coisas para fazer melhor a vida na terra.
Por exemplo você poderia chegar para um químico e dizer.
"Eu quero um pesticida quimico, que remova uma peste da cadeia alimentar, e que eu não tenha que aplicar frequentemente, e que seja relativamente indestrutível".
Então ele pôs duas moléculas de benzeno, na lousa, adicionou um cloro aqui e outro cloro lá, isto era o DDT!
Quanto o oitavo exército precisou ajudar os civís japoneses, durante a ocupação do Japão, eles chamaram os doutores nativos para aplicar DDT, sob a supervisão dos soldados, para conter uma potencial epidemia de tifo.
Esta é uma nova maneira de ligar com epidemias, e rir bastante também.
Perdão pelo pó.
A era petroquímica cresceu e cresceu...sinais de aviso indicavam que alguns destes produtos químicos, poderiam ser perigosos.
Os dados inicialmente eram simples, esporádicos.
Mas gradualmente muitos destes dados foram se acumulando, para que nós soubessemos hoje que os produtos sintéticos, que permeiam nosso dia a dia e, nossos produtos de consumo, nosso ar e nossa água, produzem cancer e crianças defeituosas, além de outros efeitos tóxicos.
Além disso as indústrias sabiam sobre isto, pelo menos a maioria das indústrias sabia, e tentaram trivializar estes riscos.

Lista de Diagnóstico de Personalidade



Se eu pegar uma arma e atirar em você eu sou um criminoso.
Se eu te expuser a um agente químico, sabendo que isto irá te matar.
Qual é a diferença?
A diferença é que leva mais tempo para te matar.
Nós estamos agora no meio de uma grande epidemia de câncer, e eu não tenho dúvidas, e eu tenho isto documentado que a indústria...
é a grande responsável, por este aumento epidêmico nos casos de câncer.
Um em cada dois homens terá câncer durante o período de sua vida.
E uma em cada três mulheres terá câncer em seu período de vida.
Dano para animais: Destruição do hábitat
Dano para animais: Criação em confinamento
Dano para animais: Experiências
No final do ano de 1989, uma grande caixa de documentos chegou a meu escritório, sem nenhuma indicação de onde tinha vindo.
Eu abri e encontrei um arquivo completo da Monsanto, sobre teste toxicológico em vacas, que haviam tomado RBGH.
BST também chamado Prosilac está sendo usado por mais de, um quarto do rebalho leiteiro dos Estados Unidos, de acordo com a Monsanto.
O leite está sendo bebido por grande parte da população americana, desde que a Administração de Alimentos e Drogas declarou o produto, seguro para vacas e humanos...
E que a Monsando disse, que não há evidência de nenhum efeito adverso.
Nós não usamos antibióticos.
E isso mostrou claramente que eles mentiram, de maneira vergonhosa.

Lista de Diagnóstico de Personalidade



Os arquivos descrevem áreas de inflamação crônica, nos corações, pulmões rins, baço, e também mostram efeitos reprodutivos, além de uma série de outros problemas.
... um exame mais extenso e profundo concluiu que, a droga causa dores desnecessárias, sofrimento e doença para as vacas.
O que não é aceitavel para uma droga desenhada simplesmente, para aumentar a produção de leite ...
É um produto idiota.
Nosso mundo industrial é como uma lavanderia para leite.
Nós estamos super-produzindo leite.
Nós atualmente temos governos pelo mundo, que pagam para os fazendeiros não produzirem leite.
Então a Monsanto vem com este produto
para produzir mais daqulo que não precisamos.
É claro que você vai querer injetar Prosilac em cada uma de suas vacas, se cada vaca não for considerada como uma oportunidade de ganho perdida...
Mas o problema foi que o uso de hormônio artificial, causou uma série de problemas para as vacas.
Causou algo chamado mastite, que é uma muito dolorosa infecção nos úberes.
Quando você ordenha a vaca, se a vaca tem mastite, um pouco de.
eu não sei como dizer isto.
Eu espero que você não assista isto durante uma refeição, mas o pus da infecção do úbere, vai para o leite.
E a contagem de bactérias do leite.
eles chamam de contagem bacterial, deste leite aumenta.
Há custo para as vacas.
As vacas ficam doentes então eles aplicam RBGH.
Elas são injetadas com antibiótico.
Nós sabemos que as pessoas consomem antibióticos atráves da comida.
E nós sabemos que isto está contibuindo para a, resistência das bactérias de outras doenças aos antibióticos.
E nós sabemos que estamos em uma crise quando alguém vai para o, hospital e pega uma infecção hospitalar, e não pode ser curada e acaba morrendo.
Isto é uma crise.
Ruim para a vaca, ruim para o fazendeiro, ruim especialmente para o consumidor.
O júri não está presente.
Nós vimos um monte de evidências sobre, um potencial risco à saúde.
E é claro, que como consumidor, minha crença é porquê eu devo assumir este risco.
Fazendas de criação de vacas não são as únicas vítimas, dos produtos da Monsanto.
Grandes áreas do Vietnã foram desflorestadas pelo exército americano, usando o Agente Laranja da Monsanto.
Este herbicida tóxico causou, mais de 50.000 crianças defeituosas.
E centenas de milhares de casos de cancer em civís Vietnamitas, e nos soldados que serviram no Soudoeste da Ásia.
Diferente das vítimas vietnamitas, os veteranos de guerra americanos expostos ao Agente Laranja, processaram a Monsanto por causar sua doença.
A Monsanto fez um acordo fora dos tribunais e, pagou $ 80 milhões em indenizações.
Mas nunca admitiu sua culpa.

Lista de Diagnóstico de Personalidade



Dano para o ambiente: Contaminações
Dano para o ambiente: Emissões de C02
Dano para o ambiente: Desperdício nuclear
Dormindo em um Motel em Bewer no Maine, uma noite, eu acordei com uma terrível alergia, e meus olhos queimavam.
E eu olhei para o rio e haviam grandes montes de espuma, descendo o rio.
E na manhã seguinte eu levantei e disse.
"Meu Deus, o que estava acontecendo na noite passada?.
Eles disseram "Oh aquilo é só o rio".
E eu disse "o que você quer dizer?"
Eles disseram "Toda noite a companhia de papel manda, esta coisa rio abaixo".
E eu disse "Do que vocês estão falando?"
E eles disseram "Você não entende?"
"Isto mostra que viramos o lixo da fábrica de papel".
Bem, eu naquele tempo estava nos negócios.
Eu vendia óleo para a companhia de papel.
Eu conhecia os proprietários.
Eu conhecia os políticos.
Eu conhecia as pessoas da cidade.
Eu não conhecia nenhuma pessoa na fábrica de papel, que queria ver o rio poluido.
E ainda assim o rio estava sendo poluído.
E era mais ou menos como se tivessemos criado uma máquina do juízo final.
Em nossa busca por riqueza e prosperidade, nós criamos algo que vai nos destruir.
Os corretores que trabalham na bolsa de valores, não são caras que querem acabar, com o ambiente e desobedecer as leis.
Eles veem dolares e eles estão fazendo dinheiro.
Corretores não se afastam das ações do cobre, porque isto viola suas crenças religiosas, ou suas políticas ambientais.
Não.
Existem horas que eles pensam nisso.
Mas isto passa.
Isto é realmente um pensamento passageiro.
É como oh claro, oh sim, claro, uma cidade está sendo poluída alí no Peru, mas aquele cara precisa comprar ações de cobre.
E vai me pagar uma comissão por isso.
A informação que recebemos nada a respeito das, condições ambientais.
Porque até que as condições ambientais, sejam uma comodity e sejam negociadas na bolsa de valores, então até lá nós não temos nada a ver com isso.
Isto não vem na nossa cabeça.
É tão distante que você raramente ouve, nada a este respeito.
Quero dizer que existem coisas acontecendo aqui, do nosso lado.
Nós negociamos com porcos vivos.
Quero dizer que existem tantos porcos no estado da Carolina, que eles estão poluindo os rios.
Mas alguma vez você já ouviu algo a este respeito.
Como Monitores Internacionais nós fizemos uma lista, dos maiores crimes corporativos da década de 1990.
Nós procuramos por todas as multas que, corporações pagaram durante esta década.
Exxon foi considerada culpada por crimes federais, no caso do vazamento de óleo Valdez e pagou $ 125 milhões em multas.
General Electric, foi considerada culpada por fraude pelo governo federal e, pagou $ 9,5 milhões em multas.
Chevron foi considerada culpada por violações ambientais e, pagou $ 6,5 milhões em multas.
Mitsubishi foi considerada culpada por violações anti-truste, e pagou $ 1,8 milhões em multas.
IBM foi considerada culpada por exportações ilegais e pagou.
Eastman Kodak foi considerada culpada de violações ambientais.
O laboratório Pfizer fabricante de drogas, foi considerado culpado por violações da lei anti-truste...
Odwalla foi considerada culpada por violações na lei que regulamenta comida e drogas...
Sears foi considerada culpada de...
Damon Clinical Laboratories foram considerados culpados de...
Blue Cross Blui Shield foram considerados culpados de...
Culpada da violação do anti-truste, pagou 500 milhões de dólares.

Lista de Diagnóstico de Personalidade



E voltamos novamente ao problema, de se obedecer a lei ou não, dependendo do custo efetivo.
Se a possibilidade de ser pego for menor...que o custo de seguir a lei.
Algumas pessoas pensam que é apenas uma decisão empresarial.
Podemos usar como metáfora as primeiras tentativas de voo.
O coitado pula do alto de um precipício com seu aeroplano, batendo com as asas, e o cara continua batendo as asas, e sente o vento em seu rosto.
e o pobre coitado pensa que está voando, quando de fato está em queda livre, e ele não percebeu isto ainda, porque o chão está muito longe, mas é claro que seu aeroplano está destinado a cair.
É assim que nossa civilização vai, o precipício muito alto, representa a soma dos quase ilimitados recursos naturais que vimos quando começamos nossa jornada.
Nossa nave não está voando, porque não foi contruida de acordo com as leis da aerodinâmica, e está sujeita a lei da gravidade.
Nossa civilização não está voando, porque não foi construída segundo as leis da aerodinâmica, para civilizações que podem voar.
E é claro que o chão está ainda longe de chegar.
mas algumas pessoas viram que o chão está se aproximando, mais cedo que o resto de nós.
Estes visionários viram isto e disseram que está vindo.
Não existe um único trabalho, científico publicado nos últimos 25 anos, que contradiga este cenário.
Cada sistema vivo na terra, está declinando, cada sistema de suporte à vida na terra está em declínio, e todos juntos constituem a biosfera.
A biosfera que suporta e cria toda a vida, não apenas nossa vida, mas talves 30 milhões de outras espécie.
que compartilham este planeta conosco.
A típica companhia do século 20...
é extrativa desperdiçadora e abusiva em todos os seus processos, tirando da terra, produzindo lixo, enviando seus produtos, de volta para a biosfera enchendo os campos de lixo.
Eu fiquei pasmo quando aprendi quanta coisa, a terra tem que produzir através de nosso processo de extração, para produzir um dolar de lucro para nossa companhia.
Quando eu aprendi isto fiquei perplexo.
Nós estamos deixando uma herança de veneno, e destruição do ambiente, para os netos de nossos netos, gerações que nem ainda nasceram.
Algumas pessoas chama isto de tirania das gerações, uma forma de taxa sem representação, deixada por nós para as gerações que virão.
Isto é uma coisa errada para se fazer.

A Patologia do Comércio [00:41:47 ##Film##]


Uma das perguntas que surgem periodicamente...
é se as corporações podem ser, consideradas como psicopatas.
E se olhamos a corporação como uma pessoa jurídica, não é muito difícil comparar, a locura de um indivíduo com a loucura de uma corporação.
Nós podemor ir através das características, que definem esta desordem, uma a uma, e ver como elas podem se aplicar as corporações.[00:42:16 ##Film##]

Lista de Diagnóstico de Personalidade

  • [message]
    • ##check## Insensível despreocupação com os outros
    • ##check## Incapacidade de manter relações duráveis
    • ##check## Negligência com a segurança dos outros
    • ##check## Mentir repetidamente e enganar os outros por ganância
    • ##check## Incapacidade de sentir culpa
    • ##check## Incapacidade de se inserir nas normas sociais
Elas tem todas as características de fato. Em muitos aspectos, as corporações representam o típico psicopata.
Se a instituição dominante de nossa era foi criada com a, imagem de um psicopata, quem leva a responsabilidade moral por suas ações?
Pode um edifício ter opiniões morais? Pode um edifício ter responsabilidade social?
Se um edifício não pode ter responsabilidade social, porque as corporações seriam capazes disto.
Uma corporação é simplesmente uma estrutura legal artificial, mas existem pessoas trabalhando lá, sejam os acionistas, sejam os gerentes, sejam os empregados, todos tem responsabilidade moral.



Clique     Retroceder    Avançar   Espaço /    /   F


Obrigações Monstruosas

[00:43:16 ##Film##]

É uma suposição justa que todo ser humano, seres humanos reais, aqueles de carne e osso, não corporativos, mas todo ser humano de carne e osso é uma pessoa moral.
Vocês sabem que temos os mesmos genes, nós somos mais ou menos iguais. Mas nossa natureza, nossa natureza humana, permite todo tipo de comportamento.
Quero dizer que cada um de nós sob certas circunstâncias, poderia ser, um operador de câmara de gás ou um santo.
Nenhum trabalho em minha experiência na Goodyear.
tem sido mais frustrante do que o trabalho de presidente.
Porque todos tem a percepção de, que você tem o poder absoluto para fazer o que quiser, a realidade é que você não tem este poder...
às vezes se você realmente tivesse o poder de decidir.
se você realmente pudesse fazer aquilo que, a sua consciência mandasse, baseada em suas prioridades pessoais, você agiria diferente.
Mas como presidente, você não pode fazer isto.
Demissões se tornam tão frequentes, que as pessoas pensam que, os presidentes tomam estas decisões, sem qualquer consideração sobre as implicações na vida das pessoas, destas decisões.
Isto não é uma decisão que um presidente de empresa toma facilmente.É uma dura decisão.[00:44:39 ##Film##]

Desde 1990, Goodyear fechou 8 fábricas e demitiu 20.000 trabalhadores.

Mas é a consequência do moderno capitalismo.

Noam Chomsky: Quando você olha para uma corporação, como você olharia para um proprietário de um escravo, você tem que distinguir entre a instituição e o indivíduo.
A escravidão por exemplo, ou qualquer outra forma de tirania, tem a natureza de monstros.
Mas os indivíduos que participam dela, podem ser os caras mais legais que você pode imaginar.
Benevolentes, amigáveis bom com as crianças, e mesmo legais com seus escravos se importando com o sentimento dos outros.
Como todo indivíduo deveria ser.
Mas no plano institucional eles são monstros, porque sua instituição é monstruosa.
O mesmo é verdadeiro aqui.

Sir Mark Moody-Stuart (ex-CEO da Shell): Minha esposa e eu tivemos em nossa casa alguns anos atrás, uma manifestação.
25 pessoas chegaram, eles penduraram uma grande faixa no alto de nossa casa, dizendo "assassinos".
Eles dançaram em volta da casa com mascaras de gases e foi por aí.

- Como vai você?
- Meu nome é John.
-Você não está olhando para mim quando diz isso.
- Você tem de tomar cuidado, porque eu também sou sensível...à pessoas que não são amigáveis.
-*Você sabe que estamos, para gravar e filmar?
-Não?
-Bem, verá à você mesmo na televisão.
-Eu acho que não é educado, mencionar isso.
-Quero dizer, aqui estamos...
-Sem educação?
- Esse homem está envolvido numa corporação, que está fundada diretamente, com essa corporação que admite...
- Quem é a corporação?
-A corporação é uma organização, de indivíduos, e esses indivíduos são parte, dessa corporação, então ele é responsável...

Sir Mark Moody-Stuart: Como manifestação pública não foi muito efetiva, pelo fato de ser uma área rural, duas pessoas e um cão. E não era uma casa muito grande. Eu acho que isto os surpreendeu. Mas nós saímos e conversamos com eles, por várias horas, e nós demos chá e café para eles, e fizemos um lanche para eles no gramado.

- Tem outro café vindo, e não tem, quem quer, desculpe pela soja...

- Não precisa me enganar, porque apenas não pergunta para mim, no que eu estava?

- Ola... podemos levantar a faixa "assassino", em sua casa?

Sir Mark Moody-Stuart: Depois de 20 minutos eles disseram. Bem o problema não é você é a Shell. E aí eu disse: "Esperem um minuto vamos falar sobre isto. O que é a Shell? Ela é feita de pessoas como eu". No final da discussão descobrimos que, as coisas com que eles se preocupavam, também me preocupavam. Mudanças no clima, regimes direitos humanos, a grande diferença entre nós era, que eu sentia que poderia contribuir com aquilo, e eles estavam frustrados, porque sentiam que não poderiam fazer nada a respeito.


Chomsky: - Então como indivíduo e presidente posso dizer, que realmente me importo com o meio ambiente, e de fato, mesmo tendo todos estes extraordinários recursos. Eles podem usar alguns destes recursos, sem violar sua responsabilidade. Isto seria totalmente humano.

Por isso, enquanto servem chá para os manifestantes, a Shell na Nigéria pode queimar quantidades incríveis de gás, criando a maior fonte individual de poluição do mundo. E nem todos os protestos pelo meio ambiente puderam salvar Ken Saro Wiwa e oito outros ativistas, que foram enforcados por se oporem às práticas ambientais da Shell, no Delta da Nigéria.

Mentalidade [00:48:10 ##Film##]

Dr. Vandana Shiva (Médica e ecologista): A corporação não é uma pessoa. Ela não pensa. Pessoas dentro dela pensam, e para eles é legítimo criar tecnologia exterminadora. Assim os fazendeiros não conseguem guardar suas sementes. Sementes que se auto-destroem, através de um gene suicida. Sementes que são desenhadas para germinar em uma única temporada. Você teria que ter uma mente brutal. É uma guerra contra a evolução se pensarmos nestes termos. Mas obviamente os lucros são mais importantes.

A motivação pelo lucro que conduziu Klutzy, a querer ainda mais pode trazer o mal, assim como o bem. [00:48:49 ##Film##]

- Alô?

Marc Berry: Meu trabalho se estende a todos os setores da indústria. Quero dizer, eu virtualmente trabalhei em todos os... 25 % das 500 maiores fortunas.
Já fui um banqueiro de investimentos. Já fui um empreendedor capitalista. Eu estabeleci companhias de vanguarda, que recrutavam executivos.

Essencialmente sou um espião.

Eu localizo seus empregados, e eu digo a eles que estou recrutando pela agência ACME, e que eu tenho um trabalho para eles, que paga consideravelmente mais do que ele recebe atualmente...
Você poderia me receber para uma entrevista.
E quando o executivo aparece o que ele não percebe é que, eu o estou interrogando para um competidor.
Que não existe nenhum trabalho e que aquele escritório, onde ele está é alugado, e que o retrato da minha família em minha mesa é uma farsa, e que tudo aquilo é um bem elaborado artifício, para conseguir informações competitivas dele.
Eu não sinto nenhuma culpa.
Se você sabe o que eu significo você sabe o que esperar, de caras como eu que estão por aí.
Somos predadores.
Tem a ver com competição, tem a ver com o mercado.
tem a ver com ser agressivo, tem a ver com o valor das ações.
Qual o valor das suas ações hoje.
Se você é o presidente da empresa.
quero dizer que você realmente se importa com seus acionistas, se você é um Billie botão de ouro ou não.
Você acha que eles realmente, prefeririam você se você fosse um cara legal.
Ou se colocasse dinheiro em seus bolsos.
Eu não acredito.
Eu penso que pessoas querem dinheiro.
Isto é o que realmente importa.
O fato de muitas destas companhias são gerenciadas, por homens brancos, brancos e ricos.
Significa que eles estão por fora, do que a maior parte do mundo realmente é.
Porque a maioria neste planeta, não é um bando de caras brancos e ricos.
Eles são pessoas de outras cores, eles são a maioria.
São mulheres em sua maioria.
Os pobres com péssimos trabalhos, fazem a maioria neste planeta.
Então as decisões que eles tomam, não vem de uma realidade existente neste mundo.
Quanto é o suficiente?
Quanto é o suficiente?
Se você é um bilionário, não seria bom se fosse meio bilionário.
Não estaria bem para sua companhia, fazer um pouco menos de dinheiro.
Quando eu comprei estas duas passagens de avião, para Phil Knight e eu para voar para a Indonésia.
Eu estava preparado para que ele dissesse Ok vamos embora.
Oh sem chance.
Nenhuma chance.
Não?
Elas são transferíveis.
Podemos mudar para outro dia.
E chamou-me para fora.
Perceba meu blefe.
Ele é um cara esperto.
Quero dizer ele não é estúpido.
Então eu pensei ok, esteja pronto para isto.
Especialmente porque você sabe eu comprei passagens de primeira classe.
Então seria no mínimo uma viagem confortável.
Você sabe e é claro, ele disse fora da câmera.
Eu nunca estive na Indonésia.
E eu fiquei surpreso por isso.
Eu não podia acreditar.
O cara é dono de uma companhia, e nunca esteve em suas próprias fábricas.
Oh, você tem que ir.
Não posso ir agora, nem pelo resto do ano.
Quando acabavamos de filmar ele me chamou, algumas semanas depois e disse.
"Acho que terei a chance de ir lá com vocês, para as fábricas".
"Eu estou indo para o Torneio Aberto de Tenis da Austrália".
"E você sabe talvez eu possa passar por lá".
Ou pelo menos você pode ir lá.
Você não gostaria de ir para o Aberto da Austrália.
Por 21 anos, eu não desperdicei nenhum pensamento sobre o que, tiramos da terra ou estamos fazendo com a terra, ao fabricar nossos produtos.
E então no verão de 1994, nós começamos a ouvir perguntas de nossos compradores, que nós nunca haviamos ouvido antes.
"O que sua companhia estava fazendo com o meio ambiente?.
E nós não tinhamos respostas.
A resposta verdadeira era não fazia muito.
E isso realmente perturbou muitos do nosso pessoal.
eu nem tanto quanto a outros, e um grupo em nosso departamento de pesquisa, decidiu criar uma força tarefa, e trazer pessoas relacionadas ao nosso negócio por todo o mundo, para juntos discutir, nossa posição mundial em relação ao meio ambiente, para começar dar respostas aos nossos compradores.
Eles me perguntaram se eu poderia vir e falar para aquele grupo, e dar a eles um impulso inicial, e lançar esta nova força tarefa com uma visão ambiental.
e eu não tive uma visão ambiental.
e não quiz fazer este discurso.
E por sorte no momento propício, este livro apareceu na minha mesa.
Era o livro de Paul Hawkins, "A Ecologia do Comercio.
e eu comecei a ler "A Ecologia do Comercio".
realmente desesperado por inspiração, e muito rapidamente naquele livro, eu encontrei a frase "A morte da criação".
Era a expressão de E.O.Wilson para a extinção das espécies.
"A morte da criação".
E foi como uma ponta de lança no meu peito, e eu li e a lança foi mais fundo, e se tornou uma experiência fundamental, uma mudança total de minha atitude, e uma mudança de paradigma.
Qualquer produto pode ser feito de maneira sustentável.
Bem, nem todo e qualquer produto.
Você pode extrair produtos de minas de maneira sustentável.
Bem, eu não acredito.
Existe uma questão mais fundamental que esta sobre as minas.
Alguns produtos não deveriam ser produzidos.
A menos que você possa fazer carpetes de maneira sustentável, talvez nós não tenhamos lugar em um mundo sustentável, e nem qualquer outro que faça produtos que não sejam sustentáveis.
Um dia no início desta jornada percebi que, a maneira que estava conduzindo minha companhia, era a maneira do saqueador.
Saqueando algo que não era meu, algo que pertence a toda criatura na terra, e eu disse a mim mesmo:
"Meu Deus, vai chegar o dia que isto vai ser ilegal, quando saquear não será mais permitido, e vai chegar".
Então eu disse a mim mesmo: "Meu Deus.
algum dia pessoas como eu vao acabar na cadeia".
Eu tenho que ser honesto com vocês.
Quando 11 de setembro aconteceu.
eu não sei o que e eu tenho que dizer, e eu tenho que dizer isto porque, eu não quero pegar leve, não é uma situação fácil.
É um ato de devastação.
É realmente uma coisa ruim.
É uma das piores coisas, que eu vi em toda a minha vida.
Mas eu direi a você e qualquer corretor dirá a você, quem não estava naquele edifício, e quem estava comprando ouro e quem é dono do ouro e da prata, quando aquilo aconteceu, a primeira coisa que eu pensei era, quanto será que o ouro vai subir?
Esta foi a primeira coisa que me veio a mente, meu Deus, o ouro deve estar explodindo.
Felizmente para todos nós nossos clientes tinham bastante ouro.
Então quando aconteceu todos dobraram seu capital.
Eles dobraram seu dinheiro.
Foi uma benção na desgraça.
Devastação, como vocês viram esmagado e despedaçado, mas no sentido financeiro, para meus clientes que estavam no mercado, todos enriqueceram.
Agora eu não estou pedindo por algum tipo de socorro, mas aconteceu.
Quando os americanos bombardearam o Iraque em 1991, o preço do barril de petróleo foi de $ 13 para $ 40.
Agora não podiamos mais esperar pelas bombas, choverem em cima de Saddam Hussein.
Estávamos todos excitados.
Nós esperávamos que Saddam realmente criasse problemas.
Fizesse qualquer coisa o que fosse.
Ateasse fogo em alguns oleodutos, porque o preço iria subir ainda mais.
Cada corretor estava rezando para, não havia um corretor que eu conhecesse, que não estivesse excitado sobre isso.
Isto era um desastre.
Aquilo foi algo que vocês sabem, uma catástrofe acontecendo.
Guerra de bombardeio.
Na devastação estava a oportunidade.
A perseguição do lucro é uma velha história, mas houve um tempo quando muitas coisas eram consideradas, sagradas demais ou essencias demais para o bem público, para serem consideradas oportunidades de negócio.
Elas eram protegidas pela tradição, e pela regulamentação pública.
Limite da Emissão
Nós podemos realmente começar a dar uma olhada no surgimento, da idade moderna na grande Europa, com suas cidades fortificadas, comuns no século XV e XVI.
A vida medieval era uma vida vivida coletivamente.
Era uma brutal e sórdido trabalhar.
Mas havia uma responsabilidade coletiva.
As pessoas pertenciam ao lugar, o lugar não pertencia às pessoas.
E neste mundo Europeu, as pessoas cultivavam e viviam de uma maneira coletiva, porque eles viram que como iguais.
eles pertenciam a Deus.
E isto era administrado pela igreja.
a aristocracia.
E então os iluminados locais como os Stewarts nossos deuses da criação.
começando com os Ingleses Tudor.
Começaram a ver um fenômeno a surgir, e isto foi a busca dos grandes ideais, pelos atos do Parlamento Inglês, e então pela Europa.
Nós começamos com as grandes massas de terra do mundo, que era comum a todos e compartilhada por todos, e que nós as reduzimos a uma propriedade privada.
Então fomos para os oceanos o oceano comum que banha a todos, e criamos leis e normas, que permite aos países, se apossar de uma certa quantidade de água, nos limites de suas costas para sua exploração.
Neste século nós fomos... atrás do a.
nós o dividimos em corredores aéreos, que podem ser comprados e vendidos, para tráfego comercial pelos aviões.
E então é claro o resto é história.
Acordo Geral de Tarifas e Comércio
Com a desregulamentação privatização e livre comércio, o que nós estavos vendo é ainda outra apropriação, ou se você preferir, privatização, tirando de todos.
Uma das coisas que eu achei muito interessante, nos debates atuais...
é o conceito de quem cria saúde.
De que saúde é apenas criada quando o indivíduo a possui.
O que nós podemos chamar água fresca, ar fresco, e um ambiente seguro?
Não é uma forma de saúde.
E porque isto só fica saudável quando alguma entidade, coloca uma cerca em volta e declara que é propriedade privada.
Vocês sabem que isto não é tornar algo saudável.
Isto é a usurpação da saúde.
Com o passar dos séculos, nós colocamos cada vez mais e mais coisas ao alcance do público, e ultimamente, apenas recentemente nos últimos, vamos dizer três ou quatro décadas, começamos a tirar tudo de volta.
Como os bombeiros por exemplo.
Esse homem precisa dos serviços dos bombeiros.
Os bombeiros começaram como empresas privadas...
E algumas outras pessoas precisam do departamento de bombeiros também.
E se você não tivesse o distintivo, de uma determinada brigada de bombeiros, em sua casa e ela pegasse fogo, aqueles bombeiros não iriam apagar, porque vocês não tinham nenhum acordo.
Bem, isto foi gradualmente evoluindo para o bem público, para a prover segurança em um nível bem específico.
Isto é importante.
Nós não deveríamos voltar para trás dizendo.
"Bem, vocês sabem, porquê não colocamos isto de volta ao mercado, e vemos o que acontece?"
"Talvez isto torne o serviço mais eficiente..
Privatizar não significa você pegar uma instituição pública, e dá-la a uma pessoa bacana.
Significa você pegar uma instituição pública e dá-la, a uma tiranía irresponsável.
Insituições públicas tem muitos lados bons.
Por exemplo elas podem propositalmente dar prejuízos.
Elas não são para dar lucros.
Elas podem propositalmente trabalhar no vermelho, por causa dos benefícios que isto pode trazer.
Por exemplo, se um indústria pública de aço trabalha no vermelho, ela está provendo aço barato para outras indústrias, talvez isto seja uma coisa boa.
Instituições públicas podem ser um dispositivo anti-ciclos.
Isto significa que podem manter o emprego, em períodos de recessão, aumentando a demanda, e ajudando sair da recessão.
Companhias privadas não podem fazer isto em um período de recessão, jogam fora sua força de trabalho porque é assim que se ganha dinheiro.
Existem aqueles que acreditam que um dia tudo, vai pertencer a alguém, e não estamos falando apenas de mercadorias.
Estamos falando de direitos humanos de trabalho humano.
um serviço essencial para a vida.
Educação pública, saúde assistência social, aposentadorias, moradias.
Estamos também falando sobre a sobrevivência do planeta.
Nós acreditamos que certas áreas devem ser mantidas comuns a todos, ou sobre o controle coletivo ou nós iremos coletivamente matar, a água e o ar.
Mesmo no caso do ar existem alguns progressos, e é o que o acordo sobre poluição permite.
A idéia é dizer, que queremos evitar as descargas de gás carbônico na atmosfera.
Nós ainda não podemos evitar descargas de dióxido de enxofre, pelo menos não temos no momento maneiras de parar de emitir, então nós descarregamos uma certa quantidade de gás no ambiente.
Então vamos ver qual a descarga atual de, oxido de enxofre, por exemplo.
e diremos isto é o limite.
E então criaremos permissões para aquela quantidade, e daremos estas permissões às pessoas que estão poluindo, e permitiremos a elas que negociem.
Só que agora teremos um preço anexado...
à poluição ambiental.
Não seria maravilhoso se tivéssemos estes preços, para tudo?
Parece como se estivessemos pregando a propriedade privada, em cada centímetro quadrado do planeta.
Absolutamente.
Cada centímetro cúbico de ar ou água.
Soa estranho dizer, que gostaríamos de ter o universo inteiro, como propriedade da terra.
Isto não significa que quero ter Joe Bloggs, dono deste pedaço.
Mas significa que os interesses que estão envolvidos neste processo, devem ser propriedade de algum grupo, ou de algumas pessoas que tem o interesse em manter aquilo.
E nós sabemos que isto não é uma idéia maluca.
De fato é a solução para muitos destes problemas.
Treinamento Básico
Imagine um mundo no qual uma das coisas, que pertencem a uma corporação é a música "Parabéns para você".
De fato, uma subsidiária da AOL/Time Warner tem os direitos autorais.
No passado, ela cobrava cerca de $ 10.000 para, para permitir que alguém ouvisse esta música popular em um filme.
Nós não pagaríamos.
Nós preferiríamos usar o dinheiro para levar nossa equipe para Boston, e Los Angeles para contar para vocês esta história.
5, 4, 3, 2, 1...
Para o espaço...
é assim que um time de verdade age.
E aqui está o time de trabalhadores espaciais juniores, comendo um café da manhã fora desse mundo.
Comparando o marketing de ontem, com o marketing de hoje...
é como comparar uma garrucha com uma bomba inteligente.
Não é a mesma coisa que era, quando eu era uma criança.
Ou mesmo quandoa as pessoas, que são jovens adultos hoje eram crianças.
É muito mais sofisticada e muito mais penetrante.
Os produtos em sí não são bons ou maus.
É a noção de manipulação infantil, para comprar os produtos.
Em 1998 a Western International Media.
Century City e a Lieberman Research Worldwide, conduziram um estudo sobre teimosia infantil.
Eles pediram aos pais para manter um diário de três semanas, e anotar toda vez, que eles imaginassem, toda vez que seus filhos teimassem em comprar algum produto, pedimos a eles que anotassem quando, onde e porquê.
Este estudo não era para ajudar os pais com a teimosia.
Era para ajudar as corporações ensinar para as crianças, teimar por seus produtos de maneira mais eficiente.
Mais ou menos de vinte a quarenta porcento das compras, nunca ocorreriam, se as crianças não teimassem com seus pais.
O que nós achamos por exemplo...
é que um quarto de todas as visitas a parques temáticos, não ocorreriam a menos que as crianças teimassem com seus pais para ir.
Quatro em dez visitas a lugares como Chuck E. Cheese, nunca ocorreriam.
E qualquer pai entenderia que, você sabe, pense em Chuck E. Cheese.
oh meu Deus, é barulhento.
E tem um monte de ciranças.
Você gostaria de passar duas horas lá.
Mas se seu filho pedir e teimar o suficiente você irá.
Nós vimos as mesmas coisas com filmes em uma locadora de vídeo.
em um fast-food.
Nós temos que passar através desta barreira, onde eles nos conduzem ou eles diziem, do que nos não gostamos quando nossos filhos teimam por algo.
Bem, é apenas uma atitude geral que eles se apoderaram.
Não significa que eles necessáriamente agem assim...
100 porcento do tempo.
Você pode manipular consumidores em suas vontades, e então eles compram os seus produtos.
É um jogo.
Crianças não são pequenos adultos.
suas mentes não são desenvolvidas.
E o que aconteceria se os marqueteiros estivessem, jogando com suas vulnerabilidades.
A advertência que as crianças estão expostas a isto hoje...
é trazida por psicólogos, é realçada pela tecnologia da midia de uma forma, que ningúem jamais pensou ser possível.
O maior conhescimento que você tem sobre o consumidor, traz mais criatividade para você em sua estratégia de comunicação.
Então se você pega um psicólogo.
sim, nós queremos um em nosso grupo.
Não estou dizendo que é errado fazer coisas para crianças.
É também importante distinguir, entre psicólogos que trabalham em produtos para crianças, para ajuda-las, você sabe, corporações fazem brinquedos, que são educacionalmente apropriados.
Eu acho isto ótimo...
é a diferença é vender os brinquedos, diretamente para as crianças.
A iniciativa é enorme.
Eu acredito que os Estados Unidos gastam, mais ou menos $ 12 bilhões em tempo de midia.
Então colocamos na TV colocamos na imprensa, nós colocamos no outdoor, nós compramos tempo no rádio.
Nós somos os maiores compradores de tempo e espaço em anúncios, nos Estados Unidos e no mundo.
Uma família não pode combater uma indústria que gasta...
$ 12 bilhões por ano tentando ter seus filhos.
Eles podem fazer isto.
Eles são os consumidores adultos de amanhã.
Começar falando com eles agora começar um relacionamento, quando eles são jovens.
E você os terá quando forem adultos.
Alguém me perguntou Lucy isto é ético.
Você sabe que está essencialmente manipulando estas crianças.
Bem, isto é ético.
Eu não sei.
Mas nosso papel é vender os produtos, e se nós sabemos que você vende os produtos, com criatividade na execução, colocado em um certo veículo de mídia, então nós fizemos nosso trabalho.
Cada instituição fornece as pessoas, que são seus membros, com um papel social a ocupar.
E tipicamente instituições que propagam idéias, e tem um grande poder e irá especificar o papel, comum, como uma lista de virtudes.
É verdade para igrejas para escolas, para cada uma das instituições que tem poder de formação, sobre as pessoas.
As corporações também fazem isto.
Nos mostram uma lista de virtudes.
um tipo de papel social, do que deve ser o seu bom consumidor.
Como as águas de um poderoso oceano, as pessoas também representam uma tremenda força, sobre o entendimento de qual é a grande importancia, da maneira Americanda de ser. (American Way of Life.
Esta força é conhecida como o poder do consumidor.
O objetivo para a corporação é maximizar o lucro, e compartilhar o mercado.
E eles também tem um objetivo para seu alvo, denominado população.
Eles devem ser transformados em consumidores, completamente bitolados, sem idéias que eles não querem.
Você tem que desenvolver o que é chamado desejo criativo.
Você tem que desejar criar.
Você tem que mostar para as pessoas o que chamamos, a filosofia da futilidade.
Você tem que mostrar a eles, as coisas insignificantes da vida, como a moda do consumismo.
Eu estou basicamente citando literatura de negócios.
E ela faz todo o sentido.
O ideal é ter indivíduos, que são totalmente disassociados uns dos outros.
Cuja concepção de si mesmos, seu senso de valor...
é apenas "com quantas novidades eu posso me satisfazer?.
Estas pessoas são os consumidores, porque eles tem intenção de trocar dinheiro por objetos.
E todos os consumidores levam os objetos para casa, para todos os lados do país.
Olhem para todo o dinheiro que o fazedor de objetos conseguiu, com as vendas de seus objetos.
Nós temos uma grande indústria indústria de relações públicas, uma monstruosa indústria...
Anunciando e vendendo o que é desenhado, para uma infância tentando moldar pessoas, nos seus padrões desejados.
Nós vimos Tiger Woods na TV, com um boné com o logo Nike nele.
E nós pensamos como ele provavelmente ganhou, algo como milhões de dólares, apenas para vestir o boné em uma conferência de imprensa.
E portanto nos achamos que podem fazer isto com mais alguém.
E se tivessemos sorte conseguir dinheiro para cursar a universidade.
E este programa me deu a idéia de ser patrocinado por uma corporação.
Nós fizemos o anúncio do patrocinador, em 18 de junho no The Today Show...
... onde sob suspense anunciamos estar sendo patricinados pelo Banco First U.S.A...
Nós estamo felizes de estar trabalhando com o banco First U.S.A. como nosso, patrocinador pagando nossas despesas da universidade...
... nós encontramos os First U.S.A. como patrocinador e estamos orgulhosos, de estar trabalhando com eles...
... nosso patrocinador se o First U.S.A , nós estamos contentes de anunciar o First U.S.A.
como nosso patrocinador ...
... estamos contentes de estar trabalhando com o First U.S.A, então demos para o First U.S.A.
Um bom nome na mídia, e os incluímos nos noticiários, e através de lá, eles tiveram mais publicidade do que nós poderíamos comprar.
Eles serão educados, não pelos desejos de seus exigentes pais, mas pelos desejos de uma corporação consciente.
Eles não estão lá apenas pelo dinheiro eles estão apenas.
Quero dizer eles querem trabalhar conosco, e ser nossos amigos e nos ajudar a nos ajudarmos, e vice-versa.
E nós ficamos anotando todas as contas, que teremos para concluir para nosso ensino universitário.
A Página Legal do dia (Cool Side of The Day) selecionado como a página legal, e o Yahoo nos selecionou e nós estamos no U.S.A. Today.
Quando nós tirarmos nossa foto para a revista People Magazine...
Aqui é onde posamos, no topo.
Subimos aqui e sorrimos.
Nós sorrimos e tiramos a foto.
Nossos pais tiveram histórias de guerra e coisas para nos contar.
Nós temos nossa história de patrocínio corporativo.
Exatamente.
Eu tenho um bocado de fé no mundo corporativo, porque ele sempre estará lá.
Então você deve também ter fé nele, porque se você não tiver então não será bom.
Algumas das melhores mentes criativas, são empregadas para assegurar sua fé, nesta visão do mundo corporativo.
Eles nos seduzem com ilusões.
Projetadas para enganar nossas mentes, e fabricar nosso consentimento.
Gerenciamento da Percepção
Corporações não anunciam produtos somente.
eles anunciam um modo de vida.
Uma maneira de pensar.
Uma história de quem são estas pessoas e como elas vieram aqui e, e vocês sabem, qual é a fonte de nossa assim chamada liberdade, e assim chamada prosperidade.
Vejam vocês, nós temos décadas e decadas e décadas, de propaganda e educação, nos ensinando a pensar de uma determinada forma.
Quando aplicado à grande corporação...
é que a corporação é inevitável.
que ela é indispensável, o que de certa forma é notavelmente eficiente.
E que é responsável por todo o tipo, de progresso e vida boa.
Administração da percepção é um conceito muito interessante.
É basicamente uma metodologia, que nos ajuda quando nós trabalhamos com nossos clientes, para eles consigam, através de um processo sistemático de raciocínio, de forma que sejam capazes de ajudar nossos clientes a identificar, que tipo de recursos eles tem.
Quais as barreiras que os impedem de avançar, e como podemos usar as comunicações, para ajuda-los a alcançar seus objetivos.
Se Michael ou Angelica vem até mim e dizem.
"Papai o que você está fazendo e porque é tão importante?.
Minha resposta par a esta questão é basicamente, que eu ajudo as corporações a ter uma voz.
E eu ajudo as corporações a compartilhar um ponto de vista, sobre como elas se sentem sobre as coisas.
Elas estão vendendo elas mesmas.
elas estão vendendo sua dominação.
elas estão vendendo suas regras, e elas estão criando uma imagem para elas mesmas, como apenas uma cara normal que mora por perto.
Olá como vai você hoje?
É bom te ver.
Como vai?
Oi, tudo bem com você hoje?
Nós somos da Pfizer.
Somos seus vizinhos.
Vocês estão nas casas novas?
Vocês estão nas casas novas?
Ohh!
Estes são nossos vizinhos.
Podemos dizer "alô"?
Podemos dizer "alô" apenas por um minuto.
Então o que você pensaria da vizinhança agora.
Está tudo bem isto é bom.
É, eu penso que está ficando melhor, nos últimos 20 anos que eu estou aqui.
É.
Então eu penso como você e trabalho com você, e a Pfizer e nossos parceiros, para fazer deste lugar um lugar melhor.
Okay.
Okay, foi bom te ver Miss Fraser, tchau.
Costumava haver um monte de crimes neste metrô.
Uma noite eu estava indo para casa e fui pego, e quase fui assaltado.
Então nós decidimos fazer mudanças, para fazer esta comunidade melhor.
Nós olhamos as catracas, para impedir os pula-catracas.
Era costume de alguns pular direto por cima.
Então a Pfizer em colaboração com as autoridades de transito, comprou estas maquinas.
Isto é um comunicador que nos permite falar, com o guarda da Pfizer, que está aproximadamente 450 metros daqui.
Agora eu não tenho visto o guarda da Pfizer hoje, mas eu verei se o chamar.
Se ele não vier eu terei que ir acordá-lo.
Olá.
Olá, qui é Tom Kline.
Então, estou seguro agora, antes nós iamos até o inferno para ter ajuda.
Mas, particularmente nas horas sem movimento, isto permite a um passageiro chamar diretamente, o escritório da Pfizer para ajuda.
E o guada da Pfizer chama a polícia, e a polícia responde a qualquer situação de crime.
Como resultado disso, o crime melhorou nesta estação.
É muito mais seguro para nossa comunidade.
Obrigado.
Eu vou apertar o outro botão apenas para ter certeza...
Tom falando. Alô?
Então vai em frente e fale com ele pessoalmente.
É difícil, você sabe, eles estão colocando, algum dinheiro dos acionistas nesta ajuda.
O que podemos dizer?
Mas este dinheiro deveria ir para que os contribuintes, decidirem o que fazer com ele.
E enquanto nós estamos fazendo este tipo de coisas.
nós estamos também cumprindo um papel de abaixar os impostos para as corporações, e baixando as taxas para as pessoas saudáveis, e reconfigurando a politica pública.
E o que nós não vemos é toda esta reconfiguração que está acontecendo.
nós não vemos toda esta retirada de dinheiro, saindo das entranhas do processo público, mas nós vemos esta bonita fachada.
A Celebração da Privatizaçã.
Quando eu estava pesquisando a perda do espaço público, quando eu comecei eu pensei ok, é apenas propaganda.
Nós sempre tivemos propaganda.
É mais que propaganda.
Mas quando eu comecei a entender, o que eu entendo agora, que aquilo não é só propaganda de sua produção.
As corporações muitobem sucedidas, as corporações do futuro não produzirão produtos.
Elas produzirão marcas significativas.
A disseminação da idéia delas mesmas...
é o seu produto.
E a disseminação da idéia delas mesmas...
é um enorme projeto invasivo.
Então como você terá uma idéia.
Bem, um bom lugar para começar é construir, uma manifestação tridimensional de sua marca.
Para uma companhia como a Disney, isto vai além.
Está atualmente construindo uma cidade chamada Celebration na Flórida.
Atualmente existem cerca de 5000 residentes, que chamam Celebration de lar.
E existem lá cerca de 1300 casas de família.
Uma cidade cujo centro é um lugar onde as pessoas se encontram.
Tem mais ou menos quatro ou cinco restaurantes, e dezenas de outras lojas.
Sua inspiração sua imagem ideal...
é a família americana.
E a idéia de ir para uma cidade americana.
A idéia por trás de tudo é a mágica famíliar e coisas assim, que a companhia faz tudo em torno destas duas palavras.
Se você pega isto, um ambiente novo como a Disney World, ou a Disneyland é uma extensão lógica deste ambiente.
Animações, filmes orientados à família, é uma extensão lógica disto.
Como pensamento empresarial, eles também sabem o que eles querem, em outras formas de entretenimento, que não se ajustam à mágica familiar, eles não rotulam isto como Disney.
Se eles querem dar um rosto mais adulto.
a um filme sério, eles vem com a Touchstone.
A marca Disney assegura, que falam de tradição, que falam de qualidade.
E você pode ver isto aqui, nesta comunidade que construimos.
E o que você pode ver são as verdadeiras, aspirações imperialistas que estão por trás, da construção destes condomínios privados.
Nos quais você começa a ir fazer compras, a seguir você vai passar as férias, mas eventualmente porque não mudar para lá.
O que aconteceria se nós acordarmos um dia, e descobrirmos que virtualmente todos os nossos relacionamentos, que ocorrem entre nós e nossos colegas seres humanos, são comerciais?
Nós descobriremos que virtualmente toda relação que nós tivemos...
é uma relação comercial, com nosso colega ser humano.
Pode a civilização sobreviver neste estreitamento d.
como interagimos uns com os outros.
Uau, que pesadelo...
Eu posso te mostrar o dia na vida de uma pessoa, que é vítima de marketing secreto.
E eu direi isto a vocês:
aque algumas destas coisas estão acontecendo agora mesmo, em volta de você.
Então ande por perto de um edifício de manhã, em alguma cidade e passe pelo porteiro e diga.
"Olá bom dia!"
E você notará que existe um monte de caixas perto de seu pé, de alguém online ou de vendas pelo correio.
E neste monte de caixas existe é claro, uma grande mensagem nisso.
E você olhará e vai imaginar, que um monte de pessoas devem estar comprando destas companhias.
Bem, o que você não sabe é que eles pagam o porteiro, para manter estas caixas vazias lá.
Você anda pelas ruas, e você ouve algumas pessoas falando muito alto, sobre algum show no cd.
E eles estão passando os fones de um para o outro, e dizendo: "É muito bom!.
"Hey, você sabe que eu ouvi que este CD é muito difícil de encontrar, mas eu descobri que tem na loja X..
Você ouve isto e guarda isto.
E o tipo de poder de fazer isto, vai acontecer mais tarde quando você pensar, hei, que tal ir ver aquele show e BANG, aquela conversá vem em sua cabeça.
Agora você chega em seu escritório, e tem uma certa marca de água na geladeira.
O que é isso?
Você pega e bebe joga fora a embalagem, sem realmente pensar sobre isto.
Uau!
Esta é uma água muito boa.
Quem sabe?
Talvez alguém tenha colocado aquela aguá lá.
Você sai para almoçar.
Você está sentado no parque e outras pessoas como você, estão conversando no parque e BANG, de repente você ouve outra mensagem.
Até a hora que você vai para cama você provavelmente recebeu, oito ou nove diferentes mensagens ocultas.
As pessoas estão sempre pensando, bem como eu sei se um produto é bom.
É quando eles colocam os produtos nos filmes.
Sim, é por aí.
Quero dizer que é definitivamente o jeito tradicional de anunciar.
Mas a maneira real de anunciar um produto é assim.
Colocar o produto em filmes mas o filme é atualmente a sua vida.
Pegamos um grupo de pessoas, atingíveis, mas ainda com inspiração.
Eles não são supermodelos.
Eles são o tipo de pessoa como você.
Eles estão fazendo algo pra nós.
não importa se estão bebendo um certo tipo de bebida, ou se estão lavando com um determinado tipo de sabão em pó.
Seja lá o que for.
Eles se importam sobre o motel de baratas se você comentar.
As pessoas irão se aproximar deles, e eles irão dar a eles este pequeno pedaço da marca isca.
Pode ser um som isca ou o conhecimento ou um ritual.
Os consumidores pegarão aquela pequena isca de barata e então irão usa-las.
Oh muito bom!
Então eles vão e espalham para seus amigos.
Se você quer ser crítico, se você quer ir pela sua vida entendendo as coisas.
então seja crítico com cada pessoa que se aproxima de você.
Mas se elas estão mostrando algo que te interessa, e algo que funciona.
algo que faz sua vida melhor de alguma forma.
então quem se importa?
Nós novamente dizemos obrigado.
Por hoje o trabalho de construir esta nação geograficamente, está completo.
Não existem nenhuma nova fronteira nisto ou limites.
Então para quais novos horizontes nós podemos olhar agora.
Onde estão as oportunidades de amanhã.
O que virá à frente para nossos filhos.
As fronteiras para o futuro não estão em nenhum mapa.
Elas estão nos tubos de ensaio e nos laboratórios, das grandes indústrias.
Avançando
a Fronteira
O caso Chakrabarty é um dos grandes momentos judiciais, da história do mundo.
E o público ficou totalmente inconsciente, do que aconteceu e o que o processo envolvia.
A General Electric e o Professor Chakrabarty, foram ao escritório de patentes com um pequeno micróbio, que comia óleo derramado.
Eles disseram que haviam modificado o micróbio em laboratório, e que por isso era uma invenção.
O escritório de patentes e o governo dos Estados Unidos, deram uma olhada nesta citada invenção e disseram: De jeito nenhum.
As patentes não cobrem coisas vivas. Isto não é uma invenção. Parem com isso.
Então a General Electric e o Doutor Chakrabarty, apelaram para a corte americana de apelações.
E todo mundo ficou surpreso quando pela decisão de três a dois, eles passaram por cima do escritório de patentes.
Eles disseram que o micróbio, parecia mais como um detergente ou um reagente, do que como um cavalo ou uma abelha.
Eu ri porque eles não entendiam biologia básica.
parecia mais como um produto químico para eles.
Tenha ele uma antena ou olhos ou asas ou pernas, isso nunca cruzaria as suas mesas e seria patenteado.
Então o escritório de patentes apelou.
E o que o público deve saber agora...
é que o escritório de patentes foi muito claro, que você não poderia patentear vida.
Minha organização providenciou o relatorio "amicus curiae".
Se você permitir a patente deste micróbio, nós argumentamos, siginifica que sem qualquer discussão no congresso ou discussão pública, as corporações possuirão os direitos sobre os projetos da vida.
Quando eles decidiram, nós perdemos por cinco a quatro, e o Juiz Warem da justiça disse, que tinha certeza de que existiam grandes questões, mas achava que isto era uma decisão pequena.
Sete anos mais tarde o Escritório americano de patentes emitiu, o decreto senteça UM, que diz que você pode patentear qualquer coisa viva no mundo, exceto um ser humano completo.
Todos nós ouvimos sobre o anúncio, de que nós mapeamos o genoma humano.
Mas o que o público não sabe...
é que agora existe uma grande corrida pelas companhias que tem o genoma, e pelas companhias de biotecnologia e pelas companhias científicas, para achar o tesouro no mapa.
O tesouro dos genes individuais, que geram a projeto da raça humana.
Toda vez que eles capturam um gene e o isolam, essas companhias de biotecnologia, os reclama como sua propriedade intelectual.
O gene do cancer de seio, o gene da fibrose cistica, e vai por aí, e adiante.
Se isto continuar assim na comunidade mundial.
dentro de menos de 10 anos, um monte de companhias globais irá possuir, diretamente ou através de licenças, os genes que fazem a evolução das espécies.
E eles estão agora patenteando estes genomas, de qualquer outra criatura deste planeta.
Na era da biologia, a política está dividida, entre aqueles que acreditam que a vida tem um valor em si, e entretanto devemos escolher tecnologias e usos comerciais, que honram este valor...
E aqueles que acreditam, que a vida é uma simples utilidade.
É uma oportunidade comercial, e eles se alinham com a idéia, de deixar o mercado ser o árbitro, de toda a era da biologia.
Em uma economia mundial onde a informação é filtrada, pela midia das corporações globais, ajustadas e sintonizadas com sua poderosa propaganda, quem irá defender o direito público de saber.
E qual o preço que deve ser pago para preservar nossa habilidade, de ser informado?
Alterando Valor
O que a FOX television nos disse era que eramos apenas pessoas, e não investigadores.
Escrevam as histórias que quiserem, façam perguntas e obtenham respostas.
Então pensamos isto é grande é o trabalho dos meus sonhos.
Fantástico.
A primeira coisa que nos disseram era para, não investigarmos as histórias, mas anunciaram no comercial que eramos...
"Os Investigadores".
Descobrindo a verdade, obtendo respostas, protegendo você.
E eles tem uma equipe de filmagem e uma maquina de fumaça, onde mostram nossa silhueta...
Uma das primeiras histórias que Jane nos trouxe, era a revelação que a maior parte do leite, no estado da Florida, e talvez da maior parte do país estava adulterado, pelos efeitos de um hormonio bovino do crescimento.
Fabricado pela Monsanto eu não tinha percebido com que eficiencia que uma corporação, podia trabalhar para colocar algo no mecado.
Os níveis de coordenação que eles tinham que ter.
Eles tinham professores Universitários no bolso.
Eles tinham especialistas em seu bolso.
Eles tiveram que ter repórteres em seu bolso.
Eles tinham que ter o público em seu bolso.
e é claro a agência de Comida e Drogas para livrá-los.
Eles tinham que ter os reguladores federais convencidos, de que aquilo era um bom e seguro produto, para mante-lo no mercado.
E eles fizeram isso, e eles fizeram isso muito, muito bem.
Prosilac é o produto mais testado na história, e agora está disponível para você especificamente.
Assim você pode aumentar seu potencial de lucro.
O governo federal basicamente carimbou o anúncio, antes deles colocarem no mercado.
O maior teste que eles fizeram foi o de toxidade humana, de 90 dias em trinta ratos.
E então ou a Monsanto deturpou os resultados, para a FDA, ou a FDA não se importou olhar em profundidade, os estudos da Monsanto.
Os cientistas da saúde canadenses olharam com muito cuidado, o hormonio de crescimento bovino, e chegaram a conclusões muito diferentes, do que a Administração de Comida e drogas dos Estados Unidos chegaram.
O Hormônio de crescimento desenvolvido pela Monsando não cumpre, as normas de segurança.
Pode ser absorvido pela carne, e ter implicações na saúde humana.
Misteriosamente esta conclusão foi apagada, da versão final publicada de seu relatório...
Eu pessoalmente fiquei muito preocupado, se aquilo era uma conspiração secreta, e coisas desta natureza.
Nós fomos pressionados e coagidos, a passar drogas de segurança questionável, incluindo RBST.
Nós escrevemos a história.
Nós concluimosuma semana antes.
Eles fizeram os comerciais.
... os fazendeiros da indústria do leite dizem que é seguro, mas estudos mostram uma ligação com casos de câncer.
Não perca esta reportagem especial dos Investigadores...
Na sexta-feira à noite anterior à estréia de segunda-feira, pela máquina de fax chegou uma carta, de um advogado muito caro de Nova York, que trabalhava para a Monsanto.
Continha um monte de coisas que eram totalmente falsas.
demonstravelmente falsas, mas se você não conhece a história, e você não sabe nada sobre o que nós haviamos produzido, você teria ficado com medo se fosse o exibidor ou um gerente.
E eles decidiram que eles adiariam a história, e que eles verificariam tudo mais uma vez.
Mas no final não haviam sido cometido erros naquela história.
Ambos os lados haviam sido ouvidos.
ambos os lados haviam tido a oportunidade de falar.
Uma semana depois, a Monsanto enviou uma segunda carta, e esta era escrita com palavras ainda mais duras.
E dizia que haveriam graves consequências para a Fox News, se a história fosse levada ao ar na Flórida.
E desta vez eles amarelaram.
Eles ficaram com medo de serem prossessados, e perderem dólares de patrocinadores.
E todas as estações de TV pertencentes a Rupert Murdoch.
E ele tem mais estações de TV que qualquer outro grupo na América.
São 22 estações de TV.
Isto é um monte de verba publicitária.
Para RoundUp, Aspartame Nutra Sweet e outros produtos.
Então começamos a batalha.
E começou com o novo gerente geral.
Seu nome é Dave e Dave é um vendedor.
E você sabe, ele aperta sua mão...
"como vai tudo bem?.
Chama você lá para fora do escritório e diz, o que você diria se eu acabasse com este programa.
O que você diria se nunca fosse ao ar?
E nós dissemos, você sabe.
não ficariamos muito felizes com isso.
E ele disse: "Bem eu poderia tira-la do ar vocês sabem.
e nós dissemos sim, é claro você é o diretor, se você cancelar nunca irá ao ar.
Ele estava pressionando e estava mostrando.
Ele voltou e foi adiante.
E nós não pudemos ver do que aquilo se tratava, e finalmente ele... falou abruptament.
"Olhem, vocês contaram a alguém?.
Você sabe, eu disse não vou mentir para você.
E mais ou menos uma semana depois ele nos chamou para seu escritorio, e disse: "OK, nós queremos que vocês façam estas mudanças..
De fato, vocês farão estas mudanças.
Nós dissemos, bem, deixe-nos mostrar nossas investigações, foi de lá que tiramos estas informações, o que você quer que mostremos não é verdade.
E ele respondeu:
"Eu não me importo com isso."
Eu disse: "Como assim?"
E ele disse: "É para isso que temos advogados, apenas façam do jeito que os advogados querem que seja feito..
Eu disse: "Você sabe isto é notícia.
isto é importante."
"Isto é o que as pessoas precisam saber..
E eu nunca esquecerei ele nem pensou e ele disse, nós pagamos três bilhões de dólares, por estas estações de TV.
Bem, eu vou dizer para vocês o que é notícia.
Notícia é o que dizemos que é.
Eu disse que não faria aquilo.
E ele disse:
"Bem, se você se recusa a apresentar esta história, da maneira que queremos então devo apresentar, sua demissão por insubordinação..
Eu disse que iria para a Comissão Federal de Comunicações e iria denunciar isto.
Eu fui demitido do meu trabalho por você, que tem a concessão pública das estações, porque eu me recusei a mentir para as pessoas na TV.
E agradeço muito a você que nos ouviu da maneira certa.
Bem, 24 horas se passaram e nada aconteceu.
Uma semana depois ele nos chamou, e agora temos a mudança de estratégia.
Que tal pagarmos a você algum dinheiro, e você apenas desaparece?
E eu disse quanto dinheiro.
porque quando alguém oferece suborno assim, eu sempre quero saber o poder que está por trás.
Ele iria nos oferecer o resto do ano em salário, se nós concordássemos em não falar sobre o que a Monsanto tinha feito.
não falar sobre o que a Corporação Fox fez, escondendo a história.
E não falar sobre a história.
Não falar sobre B G H novamente em lugar nenhum.
Não levar esta história para nenhuma outra organização.
Fechar a boca.
Eu disse e se eu for para a reunião de pais e mestres da minha filha, e explicar o que há no leite da escola.
do programa de merenda escolar eu posso.
Não, você não poderá falar sobre isto nunca mais.
Steve disse ok, escreva isto.
O que você quer dizer com escreva isso.
E eu não disse nada.
E Dave escreveu aquilo e enviou pelo correio para nós, alguns dias depois.
E ele disse vocês irão concordar.
E nós dissemos: "Nós não vamos assinar aquilo".
E ele disse bem, mande de volta Ok.
E nós dissemos não Dave, nós não iremos mandar de volta.
Está bem se não podemos comprar você, não podemos silenciar vocês, vamos levar a história ao ar de uma forma que todos concordemos, e poremos no ar.
E começamos a reescrever e editar com os advogados dele.
Durante oito meses do processo de re-revisão.
Eu disse brincando que eles queriam por exemplo que, tirassemos a palavra cancer.
Você não pode identificar qual é o problema potencial, em dizer implicações na saúde humana.
Qualquer crítica a Monsanto e aos seus produtos, foram removidas ou minimizadas.
E estava muito, muito claro eu diria, que quase toda edição que eles faziam ao material, era apenas desculpa.
E nós mudamos isto, isto e isto.
E então não estava bom o suficiente, ok, agora mudamos isto e isto.
Agora mudem isto e isto.
Versão após versão após versão.
83 vezes.
83 vezes de desconhecido não tem importância, você não deveria tentar reescrever algo 83 vezes.
Obviamente eles não queriam colocar a coisa no ar, e estavam tentando deixar-nos loucos e nos fazer pedir demissão, ou esperar por qualquer problema em nosso contrato, assim eles poderiam nos demitir.
Eles de fato anunciaram que iriam nos demitir, sem nenhuma causa.
Bem, isto seria um pouco demais.
E Steve escreveu uma carta para uma advogada em Atlanta, de nome Caroline Forest a advogada corporativa da Fox.
E disse: "Imagine que eles estão querendo nos demitir sem motivo".
Estão nos demitindo porque nós nos recusamos a por no ar, algo que sabemos e podemos provar que é falso e mentiroso.
É disso que se trata.
E porque nós começamos uma briga, porque nós enfrentamos a esta grande corporação.
e nós enfrentamos nossos editores, e nós enfrentamos seus advogados.
E dissemos pra você, olhe lá, existe um principio maior, do que ganhar dinheiro.
E ela respondeu a carta dizendo.
"Vocês estão certos é exatamente isto".
"Vocês nos enfrentaram com esta história, e é por isso que nós queremos que vocês saiam".
Grande erro.
Grande erro.
Isto diz retaliação.
Você não pode retaliar contra empregados, se eles enfrentam por alguma coisa, que eles acreditam ser ilegal.
que eles não querem participar.
Então dê a eles, o status de "assédio moral" que eles querem, no estado da Flórida para arquivar uma reinvidicação, contra um empregado.
Dois ou três anos depois nós tivemos uma audiência.
Cinco semanas de testemunhas levaram o juri a um veridito de $ 425.000,00, e a determinaçãodo juri, de que a história que eles nos pressionaram a levar ao ar, a história que nós resistimos era de fato falsa, distorcida ou tendenciosa.
A Fox News recorreu do veredito.
Cinco grandes corporações jornalisticas fizeram relatórios, na corte apoiando o apelo da Fox.
Você deve lembrar que Jane Akre uma reporter processou, o canal 13 da Fox por assédio moral, reivindicando que ela tinha sido demitida, por se recusar a distorcer sua reportagem.
a Corte de Apelação hoje engavetou o caso, dizendo que Mr. Akre não tinha nenhuma queixa, contra a estação baseada na distorção das notícias.
O vice presidente do canal 13 e diretor geral Bob Linger, diz que a estação foi completamente, vingada pela decisão...
Que a Fox esqueceu de informar é que...
Jane processou a Fox sob a lei da Flórida por assédio moral, que protege aqueles que tentam impedir que outras, pessoas contrariem a lei.
Mas a Corte de Apelação julgou que falsificar notícias, não é realmente contrariar a lei.
Então negou a Jane o status de assédiada moral.
Invertendo o caso e multando-a em $ 425.000,00 dólares.
A Europa e o Canadá apoiaram a proibição do RBGH.
Mas ele permanece escondido nos estoques de leite, dos Estados Unidos.
Plano de Expansão
A previsão que dois terços da população mundial, não terá acesso à água fresca para beber em 2025.
Provocou suas confrontações iniciais, em uma batalha mundial, pelo controle do mais básico recurso do planeta.
Quando a Bolivia procurou refinanciar, seu serviço público de abastecimento de água, o Banco Mundial exigiu a privatização, que é como a Corporação Bechtel de São Francisco, ganhou controle sobre toda a água de Cochabamba, mesmo aquela que cai do céu.
Esta lei, este contrato proibia as pessoas, de guardar água da chuva, portanto a água da chuva, também tinha sido privatizada.
A conta de água dava uma legitimidade legal à empresa, para que pudesse se apropriar da água, cortando a água.
As pessoas tinham que tomar a decisão, de comer menos, pagar pela água, pagar por serviços essenciais, deixar de mandar os filhos para a escola.
não ter acesso aos hospitais e curar-se em suas próprias casas...
Em casos de pessoas aposentadas, que tem uma renda muito, muito baixa.
deveriam buscar trabalho nas ruas.
Com o slogan a água é nossa.
o povo foi às ruas e protestou.
O preço disto foi pago pelo país mais assediado, pelos empréstimos bancários mundiais, pela privatização de sua indústria petrolífera estatal.
de suas empresas aéreas companhias elétricas e telefônicas.
Mas o governo falhou em convencer os bolivianos, que a água é uma comodity como qualquer outra.
O povo unido, jamais será vencido.
Então vimos como, o governo defendeu os interesses, da transnacional Bechtel.
O povo queria água não lágrimas.
O povo queria justiça, não balas.
Estas imagens mostram a situação que, viveu Cochabamba, neta última sexta-feira.
Praticamente a cidade está sitiada.
A Bolivia determinou, a defesa do direito das corporações, de cobrar de famílias que lá vivem $2,00 ao dia.
O que é quase um quarto do que ganham, pela água.
A crescente resistência popular, ao esquema de privatização da água.
de muito violento acabou retrocedendo.
Houve centenas de feridos.
Jovens de 16 ou 17 anos, que perderam braços, perderam pernas.
que ficaram paralíticos, ficaram com lesões cerebrais, pelo resto da vida, e morreu Victor Hugo Daza.
Corporações translacionais tem um longa e negra história, de tolerar governos tirânicos.
É o narcisismo que as compele a buscar seu reflexo, nas estruturas regimentais dos regimes facistas.
Existe uma interessante conexão, entre o crescimento do facismo na Europa, e a tomada de consciência das pessoas politicamente radicais, sobre o poder corporativo.
Porque lá havia uma congição, que o facismo floresceu na Europa, com a ajuda de enormes corporações.
Mussolini foi grandemente admirado através do espectro, dos investidores que o amavam e que prosperaram.
Incidentalmente quando Hitler veio, na Alemanha a mesma coisa aconteceu lá, os investimentos dispararam na Alemanha.
Eles tinham a força de trabalho sob controle.
Ele estava se libertando do perigo dos elementos da esquerda.
As oportunidades de investimento estavam aumentando.
Não há problemas nisso.
Estes são países maravilhosos.
Eu acho que esta é uma das maiores histórias não contadas do século vinte.
É a conspiração entre corporações.
especialmente na América, e na Alemanha Nazista.
Em primeiro lugar em como as corporações da America, ajudaram essencialmente a reconstruir a Alemanha, e ajudar o nascente regime Nazista.
E então quando a guerra acabou.
perceberam uma maneria de manter tudo sob controle.
Então a General Motors pôde manter a Opal funcionando.
a Ford foi capaz de manter seus negócios andando, e companhias como Coca Cola, eles não puderam manter a Coca Cola.
então o que eles fizeram foi inventar a Fanta Laranja, para os Alemães e isto mostra que a Coca-Cola foi capaz, de manter seus lucros, para a Coca-Cola.
Então quando você bebe Fanta Laranja, que é uma bebida Nazista, que foi criada para que a Coca-Cola continuasse a fazer dinheiro, enquanto milhões de pessoas morriam.
Quando Hitler chegou ao poder em 1933.
seu objetivo foi desmantelar, e destruir a comunidade Judia.
Era uma empreendimento tão vasto, que requeria os recursos de um computador.
Mas em 1933 não haviam computadores.
O que havia era, o sistema IBM de cartões perfurados, que controlava e armazenava informações, baseadas nos furos que eram feitos, em várias linhas e colunas.
Naturalmente não havia software à venda, da maneira como é hoje.
Cada aplicação era feita sob encomenda desenhada por um engenheiro, que tinha que configurar o programa pessoalmente.
Milhões de pessoas de todas as religiões e nacionalidades, e características passaram pelo sistema, de campos de concentração.
Isto é um extraordinário gerenciamento de tráfego, que precisava de um sistema IBM, em cada estação ferroviaria, e um sistema IBM em cada campo de concentração.
Agora isto é um típico cartão de prisioneiro.
Existem pequenas caixas, onde todas as informações são perfuradas.
Nós comparamos esta informação com os relatórios, para campos de concentração.
E aqui você vê Auschiwits é um.
Buchenwald é dois, e Dachau é três.
Agora que tipo de prisioneiros eles são.
Eles são testemunhas de Jeová no dois.
um homosexual no três, um comunista no seis, ou um judeu no oito...
Agora como era seu estado?
Um estava livre dois foi transferido,.
quatro foi executado, cinco se suicidou e seis.
Código seis:
Sonderblhadlung:
tratamento especial, significa camera de gas ou algo como uma bala na cabeça.
Eles deveriam perfurar o número nele, o material era tabulado, e as máquinas eram configuradas.
E é claro deveriam haver cartões para milhões, que tinham que ser impressos.
E eles foram impressos exclusivamente pela IBM, e os lucros foram recuperados apenas depois da guerra.
Eu realmente acredito que esta acusação em particular, tem sido bastante desacreditada como uma acusação séria.
Eles usaram equipamentos, isto é um fato, mas como eles conseguiram.
quanto de cooperação eles tiveram, e qualquer tipo de trama, tentando conectar os pontos que não são conectados.
Eu acho que esta é a parte que é desacreditada.
Geralmente você vende computadores, e eles são usados de uma variedade de modos, e você sempre espera que eles, sejam utilizados da maneira mais positiva possível.
Se você algum dia descobrir que eles estão usando de maneira, que não é positiva, então você espera que pare de apoiar aquilo.
mas você sabe quem saberia.
Quem poderia dizer?
Quem poderia descobrir?
IBM poderia é claro dizer que, eles não tinham controle sobre as subsidiárias Alemãs.
Mas aqui em 9 de outubro de 1941.
uma carta foi escrita diretamente, para Thomas J. Watson, com todos os detalhes, das atividades da subsidiária da Alemanha.
Nenhuma destas máquinas foram vendidas, elas foram todas alugadas pela IBM.
Eles faziam a manutenção no local uma vez por mês.
mesmo que o local fosse um campo de concentração.
Era um típico contrato entre a IBM e o Terceiro Reich.
Que foi instituido em 1942.
Não é com a subsidiária Holandesa.
não é com a Subsidiária Alemã.
É com a IBM corporation de Nova York.
Vocês sabem o que aconteceu, eu sei esta história.
Eu discuti isto mais de uma vez com o velho Mr. Watson, e estava por lá na época.
Eu não estou dizendo que Watson não sabia, que o governo Alemão usava cartões perfurados.
Ele provavelmente sabia, afinal ele tinha alguns poucos clientes.
Watson não faria isto.
Não era porque ele pensava que isto era imoral ou não.
mas porque Watson, com seu senso muito afiado de relações públicas.
pensou que isto era arriscado.
E não deveria nos surpreender que a vassalagem corporativa, pelos lucros seria maior que a submissão à qualquer bandeira.
Um recente relatório do Deparamento de Tesouro americano, revela que em apenas uma semana...
57 corporações americanas foram multadas, por negociarem com inimigos oficiais dos Estados Unidos.
incluindo terroristas de regimes despóticos e tiranos.
... você pode aleatóriamente localizar qualquer comunidade por aí, em qualquer escala desde a democradia ao despotismo.
Este homem trabalha estudando estas coisas.
Bem, por um lado, evite a confortável idéia, de que uma mera forma de governo pode por si mesma, preservar uma nação contra o despotismo.
Posse Hostil
Para os grandes negócios despostismo é frequentemente uma ferramenta útil, para assegurar mercados externos que procuram lucros.
Um dos generais mais altamente condecorados da marinha americana, o genaral Smedley Darington Butler.
Por conta própria, ajudou a pacificar o Mexico para as companhias americanas de petróleo.
Haiti e Cuba para o National City Bank.
a Nicaragua para os corretores Brown Brothers.
a República Dominicana pelos interesses no açucar.
Honduras para as companhias de frutas americanas, e a China para a Standard Oil.
Os serviços do General Butler também eram necessários, nos Estados Unidos dos anos 1930, quando o presidente Frank Delano Roosevelt.
procurando aliviar a miséria, e da depressão, através do empreendimento público, e oferecendo regulamentos à exploração corporativa e crimes.
Mais poder para você, Presidente Roosevelt.
O país inteiro está te apoiando.
Cheio de fé e patriotismo
Mas o país não estava inteiramente, apoiando o presidente populista.
Grande parte da elite corporativa, desprezou o que Rooselvelt pretendia com seu "new deal".
E então em 1934, um grupo de conspiradores tentaram envolver, o General Butler em um plano de traição.
O plano girava em torno de formar uma organização, de veteranos para usar como um blefe ou como um clube pelo menos, para intimidar o governo.
Mas o jogo corporativo pegou o homem errado.
Butler foi escolhido sendo por eles chamad.
de um gangster para o capitalismo.
Eu apareci antes ao Comitê do Congresso.
a maior representação do povo americano.
sob intimação para dizer o que eu sabia das atividades, das quais eu acreditava poder liderar uma tentativa de montar, uma ditadura facista.
O desfecho da coisa toda era que eu era suspeito de, liderar uma organização de 500.000 homens que seria, capaz de tomar o controle do governo.
Um comitê do congresso no final das contas achou provas, de um plano para derrubar Roosevelt.
De acordo com Butler a conspiração incluiu, representantes das maiores corporações da América.
incluindo J. P. Morgan Dupont e Goodyear pneus.
Como presidente da Goodyear hoje sabe, para corporações dominarem o governo, não é necessário nenhum golpe.
As corporações viraram globais e virando globais.
os governos perderamo controle sobre as corporações, desconsiderando se a corporação pode ser confiável, ou não pode ser confiável.
Os governos de hoje não tem, o poder que eles gostariam sobre as corporações, e que tiveram a 50 ou 60 anos atrás.
E essa é a maior mudança.
Se os governos estão ficando sem poder, comparados com o poder que tiveram antes.
O capitalismo hoje comanda a torre mais alta, e não precisa de políticas e políticos, como seus novos pregadores, reinando na oligarquia de seu sistema.
Então o capitalismo é em seu princípio protagonistas e jogadores.
presidentes corporativos, alcançaram acesso e poderes sem iguais.
Isto não é negar o significado dos governos e dos políticos, mas eles são os mais novos pastores.
Eu fui convidado para ir a Washington D.C. para assistir, este encontro que tinha como intenção reunir, pela Agência Nacional de Segurança o chamado, o Consórcio do Pensamento Crítico.
Eu me lembro de estar alí naquele lugar, e olhar para um dos lados do salão, e nós tinhamos a CIA, NSA, DIA, FBI, Serviço Secreto da Alfândega, e no outro lado do salão nós tinhamos...
Coca-Cola, Mobile Oil, GTE e Kodak.
E eu me lembro de pensar:
Neste momento eu estou, no epicentro da indústria da espionagem.
Quero dizer que a linha não está apenas sumindo, não está mais lá.
Isto liga as coisas de como, a indústria e o governo consultam uns aos outros, e trabalham uns com os outros.
Como as 34 nações do hemisfério ocidental se juntaram, para planejar um distante acordo comercial, que poderá ser a base, para privatizar cada recurso e serviço imaginável.
Milhares de pessoas de centenas de organizações populares, se juntaram para se opor a isto.
Os maiores lobistas do Canadá, e seus conselheiros representantes, mostraram seu descontentamento nas ruas.
Para eles os 800 milhões de cidadãos americanos, falam com uma só voz.
Prazer em vê-lo.
Trabalhou bem na sua forte advocacia, de verdade, justiça, sabedoria, e todas essas coisas.
Eu estava olhando ontem para, a declaração da inauguração, e da cerimônia de abertura.
Que progresso extraordinário, dentro dos últimos 50 anos.
Quando você vê tal abertura...
Uma linguagem comum.
Uma linguagem comum.
Sim, e vindo do mais desenvolvido para o menos.
Foi extraordinário que agora vemos os benefícios da troca.
mais e mais pessoas querem comprar.
Porque nós nos demos conta de que ajuda a todos.
Desde os pobres até os ricos, então...
Muitos daqueles países nãoquerem sair, eles querem entrar.
Exatamente, ninguém quer sair, todos querem entrar.
Bem, parabéns.
Obrigado.
Até agora tudo bem.
Eu estou dentro e todo o resto está fora.
É assim que é.
O que você pensa quando olha isto.
Bem, eu penso que significa que é muito mau, que isto pode... que isto estourou.
Democracia LTDA
O discurso poderá medir a responsabilidade final.
Sim.
E eu penso que a comunidade empresarial reconhece isto.
Mas a responsabilidade está no mercado, está com seus acionistas.
É com a percepção pública e a imagem pública, que eles estão projetando.
Se as companhias não fazem isto, elas deveriam estar fazendo, ou serão punidas pelo mercado, e não é o que qualquer companhia quer.
É um novo mercado.
Estes rapazes e moças não estão lá, porque os governos estão colocando uma arma em suas cabeças.
Ou porque eles de repente leram um livro, sobre meditação transcedental e moralidade global.
Minha voz interior diz honre minha criança interior.
A minha diz ame a todos.
Minha voz interior diz, que eu quero um cogumelo com bacon frito.
Eles estão lá porque eles entendem.
O mercado exige que eles estejam lá.
Existe uma vantagem competitiva em estar lá.
Eu estou ouvindo suas preocupações.
Eu me preocupo com o clima.
Eu me preocupo com a poluição.
Eu não tenho todas as respostas para isso.
mas nós estamos preparados para trabalhar com a sociedade, com as ONGs e com os governos para encaminhar isso.
Então estamos construindo a confiança, então você pode voltar para, um novo tipo de confiança, e então seu novo objetivo é, transformar a corporação em uma escolha.
Ele acredita que quase metade de nossas fontes de energia, um dia virão de fontes renováveis.
Ele foi chamado de sonhador e de excentrico.
E eu fui chamado de hippie.
E mais recentemente de gerente de projetos da Shell.
Eu me pergunto frequentemente por que, tantas companhias apoiam a, responsabilidade social corporativa.
Não estou certo se é porque eles necessariamente, querem ser responsáveis de maneira concreta, ou porque eles querem, serem identificados ou parecerem como responsáveis.
Mas quem sou eu para julgar?
Quem sou eu para julgar?
É melhor que eles sejam do que não sejam.
É melhor que eles façam algum tipo de compromisso público, do façam o oposto.
Responsabilidade social não é uma mudança profunda, porque é uma tática voluntária.
Uma tática, uma reação ao mercado neste tema.
E como uma corporação lê o mercado à sua maneira, pode retroceder.
Um dia você vê Bambi, no dia seguinte vê Godzilla.
Como você define responsabilidade social.
O que os negócios corporativos são para decidir, o que é responsabilidade social.
O que não é sua especialidade.
O que não sabem eles perguntam aos acionistas o que fazer.
Então eu penso que eles estão indo além dos seus domínios, e certamente isto não é democrático.
Eu realmente não me importo, com o que o presidente da General Motor pensa.
que é apropriado para o nível de poluição, que saem dos escapamentos dos automóveis da General Motors.
Eles podem ter um monte de cientistas.
ele pode ser uma pessoa muito boa.
mas eu não o elegi para nada.
Ele não tem nenhum poder para falar por mim.
Estas são decisões que devem ser tomadas pelo governo, e não pelas corporações.
Você deve considerar isto como uma conclusão lógica.
Nós deveriamos ter a imagem de que de fato, o fim do mundo está perto.
E nós estamos todos completamente alheios, e não há mais tempo.
E eu não acredito que já estamos lá.
Terapias Psiquicas
E eu penso que é realmente importante, que nós não exageremos o caso, e que admitamos que existem trincas, e rachaduras em todas estas estruturas corporativas.
E algumas vezes quando uma corporação se concentra, em um projeto particular, eles olham para o outro lado, e observam todo tipo de interesse que acontece do outro lado.
Se é o caso em cada período da história onde aconteceram injustiças, baseada em falsidades, baseada em tirar os direitos e a liberdade das pessoas, de viver e sobreviver com dignidade, que eventualmente você chama de blefe, acontece uma virada.
Ultimamente o capital pôs seu pé abaixo em algum lugar.
E em qualquer lugar que ele põe seu pé.
ele pode ser considerado responsável.
Originalmente Wal-Mart e Kathy Lee Gifford disseram, porque devemos acreditar que crianças trabalham nesta fábrica.
O que não dissemos a eles é que Wendy Dias.
no centro da figura estava em um avião, a caminho dos Estados Unidos.
Esta é Wendy Dias.
Ela veio aos Estados Unidos.
Ela veio determinada.
O Congresso ouviu hoje o testemunho de crianças que, declararam ser exploradas por lojas de roupas em outros países.
Kathy Lee Gifford pediu desculpas para Wendy Dias, foi a coisa mais incrível que eu ví.
Esta poderosa celebridade se humilha e diz.
"Wendy por favor acredite em mim, eu não sabia que isto estava acontecendo".
E agora que eu sei eu vou trabalhar com você.
Eu vou trabalhar com estas outras pessoas, e isto nunca mais vai acontecer novamente.
E naquela noite nós assinamos um acordo, com Kathy Lee Gifford.
Eu achei que poderia ser um processo relativamente simples, e não é.
E para cada pergunta que eu pareço ter, aparecem cinco perguntas novas.
Quanto mais longe Wal-Mart vai e Kathy Lee, tentaram consertar tudo, mais o foco voltava para as condições das fábricas.
Mas porque isto foi visto na televisão por semanas.
este incidente com Kathy Lee Gifford de fato, levou este problema das fábricas de roupas, para cada lugar do país.
E francamente despois disto, não existe uma só pessoa neste país, que não saiba a respeito do trabalho infantil.
ou sobre fábricas de roupas ou salários de fome.
Vários anos depois do caso Walmart.as bolsas Kathy Lee ainda são fabricadas na China, por pessoas que ganham três centavos por hora.
Com a pressão do Comitê Nacional do Trabalho.
a Gap Inc. permitiu o monitoramento independente de suas fábricas em El Salvador.
se tornando a primeira corporação transnacional a permitir isto.
Então o que temos que fazer é olhar para as mesmas raízes, da forma jurídica que criou este monstro.
E gostaria de pensar em quem pode ser responsável por segurá-lo.
Não tem nada gravado na pedra.
Elas podem ser desmantelados.
E de fato muitos estados têm leis, que fazem que eles sejam desmantelados.
Por tempo demais, as corporações gigantes tiveram permissão, para minar a democracia aqui nos Estados Unidos, e em todo o mundo.
Mas hoje na Ordem dos Advogados e...
29 outros grupos e associações, estão lutando contra.
Nós estamos falando do Procurador Geral Dan Lungren.
que exercendo a lei da Califórnia.
revogou a carta corporativa, da Union Oil Company na Califórnia, por suas repetidas e dolorosas ofensas.
Este estatuto é bem famoso.
E foi usado.
E pode ser usado.
Isso significará a dissolução, da Companhia Petrolífera da Califórnia.
a transferência será efetuada sob as ordens do tribunal, para outros que estarão de acordo com o interesse público.
Isto não é nada mais que uma campanha de difamação.
Esta companhia tem feito parte da economia da Califórnia, nos últimos 100 anos milhares de empregos.
Não significa que nunca cometemos nenhum erro, pagamos por estes erros, mas estão demonizando nossa companhia.
Eu acho que estamos em um período histórico ou algo, que eu sentia adormecido e acordou 50 anos atrás, e que ouvíamos este tipo de retórica.
Bem, nós temos um a multidão muito, muito grande de pessoas furiosas.
muito furiosas com esta corporação.
Bem, pessoas da esquerda do espectro, que não produzem nada, exceto ar quente.
Da complexidade de indizíveis, violações de direitos humanos em outros países, contra mulheres, trabalhadores gays e indígenas, pelos seus esforços para subverter o serviço de imigração americano, e enganar os tribunais, o público e seus próprios acionistas.
Um caso típico de abuso corporativo.
E do poder da corporação exercido sem critério...
... é imoral.
Unocal não pode ter negócios em Burma, sem dar suporte ao regime totalitário...
O Procurador Geral da California se recusou a revogar a carta corporativa da Unocal.
mas concordou que seu escritório tinha o poder para fazê-lo.
A maldição que eu carrego o fato de fazer estes.
vocês sabem, documentários.
Eu vejo que eles atualmente tem causado impacto.
então me sinto compelido a continuar fazendo.
Pois é, sou eu fazendo o que eu faço.
Por todo ano eu dou trabalho para as grandes companhias.
mas por perto do Natal eu gosto de por de lado minhas diferenças, e tentar ajudar grandes negócios como as companhias de cigarros.
Enfeite os corredores com flores de ....
fa la la la la la la la.
Eu fui para o Colorado, onde aconteceram os tiros em Columbine.
E eu nem sabia disto.
mas quando eu cheguei eu descobri o emprego principal, dos pais dos garotos que foram para a escola Columbine.
O trabalho numero um em Littleton Colorado.
Eles trabalham para a Lockheed Martin, fabricando armas de destruição em massa.
Mas eles não veem a conexão, entre o que eles fazem para viver, e o que seus filhos fazem na escola, ou fizeram na escola.
E sou como você olhando de cima de meu ponto de vista, pensando sobre isto, e eu penso que, sabe.
eu disse para minha esposa:
nós dois somos filhos e filhas de trabalhadores de autopeças, de Flint Michigan.
Não aconteceu de nenhum de nós voltar para Flint.
Ninguém, incluindo nós, nunca paramos para pensar, nas coisas que fazemos para viver.
construindo automóveis.
É provevelmente a melhor e maior razão, do porque a calota polar está derretendo, e vai acabar com a civilização como nós conhecemos.
Não existe nehuma conexão.
Eu sou apenas um montador em uma linha de produção de um carro.
que é bom para as pessoas e para a sociedade, e faz com que o mundo gire.
Mas nunca para para pensar sobre o quadro maior.
a responsabilidade maior do que estamos fazendo.
Ultimamente nós temos de, como indivíduos.
aceitar a responsabilidade de nossas ações coletivas, e do grande dano que isto causa para nosso mundo.
Hoje é o primeiro de dois históricos encontros na prefeitura, que estão acontecendo em Arcata Califórnia.
61 porcento dos Arcatianos votaram a favor, da discussão publica, se a democracia é mesmo possível em grandes corporações, com tanto poder e força sob a lei.
Eles também votaram formar um comitê, para assegurar o controle democrático sobre as corporações de Arcata.
Corporações não são responsáveis, pelo processo democrático.
É por isso que estamos aqui.
Eu não quero tomar decisões, sobre tudo o que acontece naquela corporação.
Mas eu quero ter uma crença forte, que eles não precisam ser responsáveis em nosso lugar.
Se não gostamos de certos produtos.
se não gostamos de Pepsi-Cola Banco da América.
bem, se não gostamos do que eles fazem, não usaremos.
Esta é a maneira de ver qual é o poder da população.
Você tem um monte a mais de dinheiro que eu.
Você tem mais votos do que eu tenho.
Se nós usarmos o modelo de boicote e compra de votos.
isto será uma situação anti-democrática.
Do que teríamos medo?
Quero dizer, se todas as empresas deixarem Arcata.
Eu não acredito nisso.
E se eles fizerem, nós daremos um jeito ou pensaremos em alguma coisa, ou faremos algo diferente.
Somos pessoas criativas.
Eu não vejo o porque teríamos medo.
Se não pensarmos duro e fizermos a decisão, de onde comprar nossas coisas hoje.
seria mais difícil, se você pensar havendo apenas, um fornecedor no estado.
E a propósito, você não teria este pequeno forum democrático, nestas comunidades.
Pessoas que dizem que temem o governo...
Eu tenho esperanças que eles entendam, que tem permissão para participar do governo.
Eles não são permitidos para participar em nada, do que as corporações fazem.
Não tema o governo.
Ajude ser o governo que você não temeria.
Se muitas pessoas por aí fizerem isto, ao invés de assistir futebol no domingo.
nossa nação seria controlada pelas pessoas, não pelas corporações.
... não há mais cadeias de restaurantes em Arcata depois, de uma longa decisão...
Como resultado da Measure F, Arcata abaixou o número de restaurantes (nove), e baniu seu futuro desenvolvimento em qualquer lugar da cidade.
Licking e Porter Townships na Pensilvânia fizeram história, por adotar decretos que elimine a habilidade da corporação, de requerir qualquer direito constitucional como uma pessoa.
Durante a última década, nós estamos ganhando terreno.
E quando digo que nós, quero dizer, nós pessoas comuns obrigamos, o bem estar de toda a humanidade.
Todas as pessoas sem distinção de sexo ou classe.
de raça ou religião.
Todas as espécies do planeta.
Nós nos organizamos para ter o maior governo, e uma das maiores companhias químicas nos tribunais.
No caso Neemand nós ganhamos oa caso contra eles.
W.R. Grace e o governo dos E.U. revogaram a patente, do Neem neste caso que representamos, junto com os verdes do parlamento europeu, e o movimento internacional de agricultura organica.
Nós ganhamos porque trabalhamos juntos.
Nós contrariamos quase 99 porcento, da patente do basmati Ricetek.
Novamente porque trabalhamos como uma coalizão mundial unida.
Velhos no Texas, cientistas na India.
ativistas
em Vancouver, um pequeno grupo de ação basmati.
Nós paramos a visão de que o terceiro mundo era o pirata, e mostramos que as corporações são os piratas.
Olhe como chegamos perto de Gandhi, que trabalhava contra a lei do sal dos ingleses.
Quando os ingleses decidiram, que a maneira deles aumentarem seus exércitos, e terem uma força policial maior, era apenas taxando o sal.
E tudo o que Gandhi fez foi andar até a praia.
pegar o sal e dizer, a natureza nos dá de graça.
Quer sal. Nós sempre tivemos.
Nós violaremos suas leis.
Nós continuaremos a fazer sal.
Nós tivemos uma obrigação semelhante, na última década na India.
Que qualquer lei que tornasse ilegar guardar sementes, era uma lei que não deveria ser seguida.
Nós a violamos porque guardar sementes é um direito, para a terra e para as futuras gerações.
Nós pensamos que poderia realmente ser simbólico.É mais que simbólico.
Está virando uma opção de sobrevivência.
Fazendeiros que produzem suas próprias sementes.
armazenam suas sementes, não compram pesticidas, têm o triplo de rendimentos, que fazendeiros que cairam na armadilha química e, dependem da Monsanto e da Cargill.
Nós nos organizamos para criar alternativas, que funcionam para as pessoas.
Existem muitas ferramentas para construir uma comunidade.
Mas o importante não são as ferramentas.
Quero dizer, existe uma discórdia, existe uma legislação, existe uma ação direta, existem educação, boicotes, investimento social...
Existem muitas, muitas maneiras de resolver os problemas, do poder corporativo.
Mas na análise final, o que é realmente importante é a visão.
Você tem que ter uma história melhor.
Eu te conheço bem o suficiente para chamar seus colegas de saqueadores.
Não existe uma só companhia na terra.
Nenhuma instituição de nenhum tipo.
Nem minha, nem sua, nem de ninguém, que é sustentável.
Eu me convenci sozinho, ninguém me convenceu, que como um saqueador da terra, não pela definição de nossa civilização.
Pela definição de nossa civilização, eu sou um capitão da indústria.
Nos olhos da maioria um tipo de herói moderno.
Mas no fundo, no fundo, a primeira revolução industrial fracassou, e não está funcionando.
Não é sustentável.
É um engano.
E nós devemos nos mover para outra, e melhor revolução industrial, e fazer direito desta vez.
Quando eu penso o que poderia ser.
Eu visualizo uma organização de pessoas, buscando um propósito.
E este propósito é não causar danos.
Eu vejo uma companhia, que é é ligada à terra por um cordão umbelical, para suas matérias primas.
Coletando as matérias primas que já foram extraídas, e as reutilizando novamente e novamente.
Utilizando no processo energia renovável.
Este é o nosso plano.
Resta nosso plano de subir o monte sustentabilidade, uma montanha que é mais alta que o Everest.
infinitamente mais alta que o Everest, e muito mais difícil de escalar.
Aquele ponto no topo simbolizando nenhum desperdício...
Desde 1995, Interface reduziu seus danos ecológicos em um terço.
Seu objetivo é se tornar sustentável até 2020.
Então nós temos que desfazer um monte de coisas, para ser bastante esperto, para fazer estas coisas realmente perigosas e arriscadas funcionarem.
E sabemos que a melhor maneira de que possivelmete podemos.
E isto significa que as pessoas virão juntas e aprenderão, um monte de coisas que nós não sabemos, e que foi excluído de nossa cultura.
excluido de nossa sociedade, excluido de nossas mentes.
A coisa mais curiosa e excitante.
Já está acontecento.
Está acontecendo em todo o mundo agora.
Em certo momento da luta, no auge da luta.
exército recolheu-se aos seus quarteis.
os policiais também, não saíram de suas delegacias.
Os congressistas desapareceram.
o governador sumiu, e logo em seguida ele renunciou.
Não havia mais autoridade.
A única autoridade que havia, era o povo que estava nas ruas, que estava na praça, e que tomava as decisões em grandes assembléias.
E afinal decidiu sobre a água, e penso que as pessoas todos, os jovens e velhos.
depois de muito tempo puderam saborear.
pudemos saciar nossa sede de democracia.
Conseguimos companheiros!
Constituimos uma empresa e como toda empresa pública.
com problemas técnicos, com problemas financeiros, com problemas legais.
com problemas administrativos.
Mas estamos enfrentando.
O que demonstramos é que as pessoas simples e trabalhadoras, podem resolver seus próprios problemas.
Podemos estar às portas, de pedir que tudo aquilo que se privatizou.
Tudo aquilo que foi vendido, tudo aquilo que está nas mãos de corporações.
voltem para as mãos da população.
Aí eu aprendi uma lição muito importante.
é que não se deve subestimar a capacidade do povo.
Palavras de ordem que eu havia repetido nas manifestações.
O povo unido, jamais será vencido!
Ver isso para mim foi muito grandioso.
A vitória em Cochabamba custou 6 mortos e 175 feridos.
incluindo duas crianças cegadas por gás lacrimejante.
Inspirados no exemplo de Cochabamba movimentos populares continuam, a resistir com sucesso aos esquemas de privatização da água.
Prognóstico
Às vezes me surpreendo o com as consequencias do que você pode fazer.
Estamos para vencer a GAP.
Eu andei por estas lojas GAP.
olhei para elas e pensei.
"Meu Deus existem quase 2000 dessas lojas pelo país".
Olhe todo este concreto, olhe todo este vidro.
olhe para todos estes empregados, olhem para toda esta roupa.
Olhe todo este poder!
Você pode ainda alcançar estas companhias.
Você pode ainda ter um efeito.
Eu acho que temos ganhado pequenas batalhas pelo mundo.
mas eu penso que as pessoas estão perdendo a guerra.
Eu vejo o presente.
Eu vejo o presente e o futuro, para nossos filhos bastante negro.
Mas eu confio na capacidade de reflexão.
na capacidade de indignação, e na capacidade de rebelião das pessoas.
Nós podemos mudar o governo.
É a única maneira de redesenhar, repensar, reconstituir o que o capital e a propriedade podem fazer.
Quinze corporações gostariam de controlar as condições, de sua vida.
E milhões de pessoas não só estão dizendo, não precisamos de vocês, mas nós podemos fazer melhor.
Estamos a ponto de criar sistemas que nutrirão a terra, e nutrirão os seres humanos.
E estes não são experimentos marginais, eles são a fonte principal de um grande número, de comunidades pelo mundo.
Isto é onde o futuro repousa.
Vocês sabem que eu sempre penso que isto é muito engraçado.
Eu sou capaz de mostrar tudo isto e ainda continuo aqui.
Eu estou na Internet.
Sou distribuido pelos estúdios, que são parte de grandes entidades corporativas.
Então porque eles não me põe para fora se eu estou me opondo, a tudo o que eles representam.
E eu gastei meu tempo e dinheiro deles para me opor ao que, eles acreditam.
OK?
Bem, é porque eles não acreditam em nada.
Eles me puseram aqui porque eles sabem que existem milhões, de pessoas que querem ver meu filme e assistir na TV, e isto os fará ganhar dinheiro.
E por isso sou capaz de trazer estas coisas, porque eu estou dirigindo meu caminhão através, desta inacreditável falha do capitalismo.
a falha da ganância.
Dizem que o homem rico lhe venderia a corda, que ele está usando se, ele pensar que pode fazer dinheiro com isso.
Bem, eu sou a corda.
Eu espero.
Eu sou parte da corda.
E eles também acreditam que quando as pessoas assistirem isto, ou talvez assistam a este filme ou o que aconteça...
Eles acham que, vocês sabem.
eles assistirão isto e... eles não farão nada.
Porque nós estamos fazendo um ótimo trabalho entorpecendo, suas mentes e os enganando a todos.
Vocês sabem eles nunca afetariam...
As pessoas não saem da igreja para irem, para nenhuma atividade política.
Eles estão convencidos disto.
Eu estou convencido do oposto.
Eu estou convencido que poucas pessoas, sairão deste cinema, ou se levantarão da poltrona, e irão fazer alguma coisa, qualquer coisa e terão este mundo de volta a suas mãos.

[Via BBA]

Comentários

BLOGGER: 1
Loading...

$hide=/p/valores.html

[/fa fa-cloud/ Nuvem de categorias]$hide=mobile

Nome

A divulgar Abelha Acessibilidade acessório Acidente Acidentes Acústica Adágios Adestramento Administração adulto Aerodinâmica Aeronáutica África Agência Brasil Agência Fiocruz Agência Porvir Agência Senado Agência USP Agricultura Agropecuária AIDS Alcoolismo Alemanha Alerta Algoritmo Alimento Alzheimer Amazon Amazônia América Latina Análise Combinatória Anatomia Android Animação Animais de Estimação Animal Antropologia Apicultura App Apple Apresentação aquário Argentina Arqueologia arquitetura Arte Astrobiologia Astrofísica Astronomia Ativismo Áudio Audio FX Áustria Autismo Auto-ajuda Automobilismo Automóvel aventura Aviação Aviônica Bahia Balonismo Banco de Dados Beber e Dirigir biblioteconomia Bicicleta Biografia Biologia Biologia Marinha bioquímica Biotecnologia Bitcoin Blog Blogger Boato Bomba borderô de desconto Botânica BRASA BRASA Leads Brasil Brasília BRIC Browser Bugs CAD Calor Câmera lenta Campanha cardiologia Carnaval carreira Cartografia Casemods Caso Isabella Nardoni Caso Snowden Ceará Celebridades celular Células-Tronco Cérebro Charge China Cibercultura Ciclovia Cidadania Ciência Cinema Clip Cliparts Cloud computing Coaching Comédia competência Complemento de dois Comportamento Computação Computação em grade Computação forense Computação Gráfica Computação Móvel Comunicação e Marketing Concurso Concurso Cultural de Natal Concursos Público Concursos Públicos Conectômica Conferência Congresso em Foco Conspiração Consumidor Consumismo contabilidade Contos Copa do Mundo Cordel Coreia do Norte Coreia do Sul Corpo Coruja cosmética Cosmologia Crash Course Criança Criatividade Crime Crime Digital crise crise econômica crônica crônicas Cronologia CSS Cuba Culinária Cultura Curiosidades custos fixo custos variáveis Dança DAO Darwin Davos Debate Decoração demência Demografia Denúncia Dermatologia Desastre Natural Descoberta desconto duplicatas Desenho instrucional Desenvolvimento de jogos Design Design Instrucional Destaque Dia das Mães Dia do professor diabetes Dicas Didática Dieta diplomacia Direito Direito Eleitoral Direito Internacional Direito Tributário Direitos Humanos Disney Distrito Federal Documentário Doutorado download Drogas Drone Dubai e-Book e-governo EBC Ecologia Economia Editoração Eletrônica Educação Educação a Distância Educação Corporativa educação física Educação sexual Efeitos Sonoros Egiptologia Eleições Eleições 2014 Eleições 2018 Eletricidade eletrônica Embrapa empreendedorismo enciclopédia endocrinologia Enem Energia Energia Alternativa Energia Nuclear Engenharia Engenharia Agrícola Engenharia Civil Engenharia de materiais Engenharia de Software Engenharia Genética Engenharia Mecânica Enretenimento Ensino a Distância Ensino Superior Entomologia Entretenimento Entrevista Entrevista. Epidemiologia Epistemologia Equador Escândalo Escritório Espaço Espanha Espanhol Espeleologia Espetáculo Espionagem Esporte Estação Estágio Estatísticas estrutura de dados Ética EUA Europa Evento Evolução Exercícios físicos Exobiologia experiência fábulas Facebook Farmacologia Favo Feminismo Férias Ferramentas FIFA Filantropia Filmes Filosofia Finlândia Firefox Física Física Quântica Fisiologia Fisioterapia Flagrante Flamengo Folclore Fome Fonética Fonoaudiologia Fotografia Fotos em 360 graus França Francês frases Fraude Freeware Futebol Futurologia gadget Gafe Gastroenterologia Gastronomia Geek Genética Geofísica Geografia Geologia Geometria geopolítica Gerenciamento do Tempo Geriatria Gestão de Competências Gestão de Configuração Gestão de Pessoas Gestão de Projetos Gestão do conhecimento Ginecologia Glass Google Governo GPS Gradiente gramática Gravidez Grécia Grécia Antiga Guerra Guerra Civil Guinness H2 Haiti hardware História HIV Hololens homenagem Horologia HPV HTML Humor Humor Negro IBGE IBM ICIJ Idioma IHC ilo ilusão ilusionismo Imagem 3D Imagens Imagine Cup Império Romano Imprensa Impressora 3D Imunologia Incêndio Inclusão digital Índia Índios Infectologia Infográfico Informática Inglaterra Inglês Inovação Inspiração Inteligência Artificial intercâmbio Interface Interfaces Hápticas Internacional Internacionalização da Amazônia Internet Internet das Coisas Inundação Invenção Inventos iPad IPEA iphone Irã Iraque Israel Japão Java Java. jogos Jogos educativos Jogos Olímpicos Jornalismo Justiça Kinect Le Monde Diplomatique Brasil Le Monde Diplomatique Brasil Letras Lexicografia Liderança Life Hacking Linguística Literatura Livro Lógica Logística Loterias Lua Maçonaria Malásia Malvinas Malware Mapa Mário Sérgio Conti Marte Mastologia Matemática Matemática Financeira maternidade Mecânica Mecânica dos Fluidos Mecatrônica Medicina Medicina Esportiva Medicina Veterinária Meio Ambiente Mel melanoma Memória memorização Mente Mercado de Trabalho mercosul Mestrado meteorologia Metodologia Científica México Microbiologia Microsoft Mídia Social Militar Mineralogia Mistério MIT Mitologia Mobilidade Mobilidade Urbana MonaVie Montanhismo Moodle Mossad Motivação Movimento Maker MSF Mudança Climática Mulher Multimídia museu Música MVC Nanotecnologia Nasa Natação Natal Natureza Negócios Netflix Neurociência Neurologia Nicolelis Nordeste Noruega notícias Novidades Novo Enem Números Nutrição Obama Obesidade Observatório da Imprensa Obstetrícia Oceanografia odontologia Offshore Leaks oftalmologia Olimpíadas oncologia ONU Opinião Óptica Oracle Oriente Médio Orkut Ornitologia ortografia Ortopedia Ótica Otorrinolaringologia Oxfam Pacifismo Paginadores paleontologia Paquistão Pará Paraguai parkinson Passeio virtual Patinação Pedagogia Pediatria Pensamentos performance Periférico Pesca Pesquisa Petição Petrobrás Petróleo Photoshop Pirataria planilha de custo Playstation 3 Plebiscito Pneumologia Podcast Poesia Poítica Politica Política Portugal português Pós-graduação prazo médio Pré-sal Prêmio Nobel primatologia Primeira Guerra Mundial privacidade produtividade professor Hamilton Alves Programa Gratuito Programação Projeção Mapeada Projeto Truco Promoção Propaganda Psicanálise Psicologia Psicologia Animal Psiquiatria Pública publicidade Publieditorial Quadrinhos Quads Qualidade Qualidade de Vida química realidade aumentada realidade diminuída Realidade Misturada Realidade Virtual Reconhecimento de imagem Reconhecimento de voz Recorde Redação redes Referência Referendo Reforma Política Reino Unido Relacionamento Relações Internacionais Religião Responsabilidade Social Retrospectiva Review Rio 2016 Rio de Janeiro Rio Grande do Norte Rio Grande do Sul robótica Roda Viva Roma roteiro RSA Rússia Samsung Sanitarismo Santa Catarina São Paulo Saúde Savant Segunda Guerra Mundial Segurança Segurança da Informação Seleção Natural Séries serviço Serviço Online Sexologia sexualidade Show SIGGRAPH Simulação Singularity University Síria Sismologia Sistema operacional Sistemas de Numeração Sites de Busca Sociedade Sociologia Software Software Livre Sol Sono Sony SOPA Star Wars Suécia Sugestão de presentes Sun supercomputadores Sustentabilidade Tabagismo Taiwan Talento precoce taxa de juros efetiva taxa de juros nominal Taxas Equivalentes Taxidermia Teatro Técnicas de Estudo Tecnologia Tecnologia da Informação TED TED-Ed TedMed TEDx TEDx Rio+20 TEDxAmazônia TEDxAsaSul Telefonia Televisão Temas Tempo Tendências Teologia teoria das supercordas Terremoto Terrorismo Testes Tipologia Tomada de Decisão tradução Trânsito transporte tributo Trigonometria Tubarão Tunísia Turismo Tutorial Twitter Uber UFC UFG ufologia UFRJ Unicamp UNIFESP universidade Universidade Corporativa Universidade de Cambridge Universidade de Michigan Urbanismo Urologia USP Utilidade Pública Utilitário Vale Vaticano Veículo Autônomo Ventriloquismo Verão vestibular Vestimenta Vida Digital Vida Moderna Vida Selvagem Videogame Vídeos Vídeos 360 Violência Vírus Visão Computacional Vôlei Vulcanologia Watergate Política WCIT 2016 WCIT 2017 Web 2.0 Web Application Web Semântica Web Seminar webdesign Webinar widget WikiLeaks Wikipedia Windows Xadrez YouTube Zika Zoologia
false
ltr
item
Brasil Acadêmico: The Corporation, o filme
The Corporation, o filme
https://4.bp.blogspot.com/-MSzYeYaE88A/T0EAYUADWpI/AAAAAAAAIgs/sxNjHYuix7o/s400/theCorp.jpg
https://4.bp.blogspot.com/-MSzYeYaE88A/T0EAYUADWpI/AAAAAAAAIgs/sxNjHYuix7o/s72-c/theCorp.jpg
Brasil Acadêmico
http://blog.brasilacademico.com/2012/02/ha-150-anos-uma-corporacao-era-uma.html
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/
http://blog.brasilacademico.com/2012/02/ha-150-anos-uma-corporacao-era-uma.html
true
3049085869098582068
UTF-8
Nenhuma artigo encontrado. VER TODOS Leia mais Responder Cancelar resposta Apagar Por Início PÁGINAS POSTS Ver Todos Indicado para você CATEGORIA ARQUIVO BUSCA TODOS ARTIGOS Nenhum artigo corresponde ao critério procurado Ir para Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir Este conteúdo é PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para o clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy