Menu

O blog do acadêmico descolado

 


Historiador português, especialista em história do Brasil, rebate a tese do descobrimento em 1500.


Fazem 511 anos que o Brasil foi descoberto por Pedro Álvares Cabral ao avistar o monte Pascoal e aportar em Porto Seguro na Bahia, certo? Errado. Pelo menos é o que defende Jorge Couto, a maior autoridade em história brasileira de Portugal.

Eu já sabia!


Diriam os cearenses. Que apontam o espanhol Vicente Pinzón que dois meses antes de Cabral, em 26 de janeiro de 1500, aportou na ponta do Mucuripe, em Fortaleza, Ceará, no local denominado Santa Maria de la Consolación. Mas infelizmente também seria esse o navegador que teve a primazia de nos revelar para a Europa.

Na realidade, o Brasil teria sido descoberto entre novembro e dezembro de 1498 por Duarte Pacheco, um navegador espanhol da total confiança do então rei de Portugal, Dom Manoel I.

Segundo Jorge Couto, Pacheco desembarcou na fronteira do Maranhão com o Pará, que foi o ponto de partida para uma viagem que só foi terminar no rio Amazonas.

Escondendo um país


O rei de Portugal teria ficado tão deslumbrado com as informações trazidas pelo explorador, que preferiu deixar tudo em segredo já que a Espanha seria a verdadeira dona da região, de acordo com a divisão definida pelo Tratado de Tordesilhas, que fora assinado quatro anos de Pacheco chegar por aqui.

Depois de quase dois anos de preparativos, a coroa portuguesa mandou Pedro Álvares Cabral para oficialmente “descobrir o Brasil”, usando aquela velha história de que ele se perdeu do caminho que o levaria às Índias.

A tese da descoberto do Brasil por Pacheco foi publicada no livro de Jorge Couto “A construção do Brasil”, que tomou por base um texto de 200 páginas manuscrito por Pacheco entre 1505 e 1508, que só foi encontrado no século XX.

O explorador se impressiona com o tamanho das terras descobertas narrando em seu manuscrito que:

tanto se dilata sua grandeza e corre com muita longura, que de uma arte nem da outra não foi visto nem sabido o fim e cabo dela.



Descoberta do Brasil foi em 1498, diz historiador português - R7
[Via BBA]

Postar um comentário

  1. Bom, dizem as lendas que o Brasil foi descoberto pelos Fenícios, levando o nome de Brasil em homenagem ao Rei Badezir, deixando até uma inscrição na pedra da Gávea. Agora, se isso é verdade, ou não, já não sei. Mas gosto de pensar na possibilidade.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Uma explicação mais aceita para o nome se refere à possibilidade do nome pela qual é conhecida a Caesalpinia echinata, o pau-brasil, ter originado o nome do país. A árvore seria chamada assim devido à cor vermelha característica de sua madeira (lembrando a cor da brasa).
    Já essa descoberta pelos fenícios também me agrada. Se bem que revisionistas já dizem que ninguém precisou descobrir por que aqui já era bastante habitado por índios.

    ResponderExcluir
  3. Terra de Vera Cruz, Provincia de Sata Cruz e finalmente Brasil. Para além da conotação com o pau Brasil, que dadas as suas características tintureiras de grande valor económico,terá influenciado a escolha do nome, também se poderá associar a uma das ilhas misticas de nome "Brasil", que terá inspirado os Europeus do Sec. XV a se aventurarem no mar. Se de facto existe associação directa ou não, é assunto que ainda está em aberto.
    Seja como for, o Brasil foi descoberto numa prespectíva Histórica Europeia, na História da Humanidade o território já tinha sido descoberto por quem nele habitava.

    ResponderExcluir
  4. De onde foi tirada a informação da nacionalidade de Pacheco Pereira como Espanhola. Há um navegador conceituado de nome Duarte Pacheco Pereira, contemporaneo da chegada ao Brasil, mas é referido como nascido em Lisboa. Trata-se do mesmo Navegador?

    ResponderExcluir
  5. É muito legal saber as coisas do mundo, há historia do brasil é elegante rsrsrrs

    ResponderExcluir
  6. É muito legal saber as coisas do mundo, há historia do brasil é elegante rsrsrrs

    ResponderExcluir
  7. cara isso tudo deve ser bem estudado e revisto direito pelos portugueses para chegar uma conclusão da data certa do brasil. talves ele seja mais velho com mais historia e agente nem imagina isso.

    ResponderExcluir

Deixe suas impressões digitais aqui...

 
Top