Blog Brasil Acadêmico

Asfalto auto-reparador

Está passando da hora de termos materiais melhores para a cobertura asfáltica. Estradas pavimentadas são facilmente danificadas e caras de reparar. Erik Schlangen demonstra um novo tipo de asfalto poroso feito de materiais simples com uma característica surpreendente: quando rachado, ele pode ser "reparado" graças ao aquecimento por indução.


(Batida de martelo)

(Risos)

(Bipes de micro-ondas) (Risos)

Todos vocês provavelmente concordam comigo que esta é uma estrada muito boa. Ela é feita de asfalto, e asfalto é um material muito bom sobre o qual dirigir, mas não sempre, especialmente em dias como hoje, quando está chovendo muito. Neste caso você pode ter muita água parada no asfalto. E especialmente se nesse momento você estiver andando com sua bicicleta, e passar por estes carros, então pode não ser muito agradável. Além disso, asfalto pode produzir muito barulho. É um material barulhento, e se nós produzimos estradas como na Holanda, muito perto das cidades, então nós gostaríamos de uma estrada silenciosa.



A solução para isso é fazer estradas de asfalto poroso. Asfalto poroso, um material que nós usamos agora na maioria das rodovias na Holanda, possui poros e a água pode escorrer através dele, de forma que toda água de chuva escorra para os lados, e você tenha uma estrada mais fácil de trafegar, e portanto sem água que espirra. Também o barulho desaparecerá nestes poros. Por ser bastante oco, todo barulho desaparecerá, desta maneira é uma estrada muito silenciosa.

Ela também tem desvantagens, claro, e a desvantagem desta estrada é que a erosão pode ocorrer. O que é erosão? Vocês veem que nesta estrada os pedriscos na superfície se soltam. Primeiro você tem um pedrisco, depois vários outros, e mais e mais e mais e mais, e então eles - bom, eu não farei isso.

(Risos)

Mas eles podem danificar seu para-brisa, e você não vai ficar feliz com isto. E finalmente, esta erosão pode também levar a mais e mais danos. Às vezes buracos são criados por causa disso. Ahh. Ele está pronto.

Buracos, claro, podem vir a ser um problema, mas nós temos a solução. Aqui vocês podem ver realmente como o dano aparece neste material.



É um asfalto poroso, como eu disse, então você tem apenas uma pequena quantidade de aglutinador entre os pedriscos. Devido ao desgaste, devido à luz U.V., devido à oxidação, este aglutinador, este betume, a cola entre os agregadores irá encolher, e se ela encolhe, ela adquire microfissuras, e separa-se em lâminas dos agregadores. Desta maneira se você dirige sobre a estrada, você retira os agregadores o que nós acabamos de ver aqui. Para resolver este problema, nós pensamos em materiais auto-repadores. Se nós conseguirmos fazer este material se auto-reparar, então provavelmente nós teremos a solução. Desta maneira o que nós podemos fazer é usar palha de aço para limpar panelas, e a palha de aço nós podemos cortá-la em pedaços muito pequenos, e estes pedaços muito pequenos nós podemos misturar ao betume. Desta forma você tem asfalto com pedaços muito pequenos de palha de aço nele. Então você precisa de uma máquina, como esta que vocês veem aqui, que pode ser utilizada para cozinhar -- uma máquina de indução. Indução pode aquecer, especialmente aço; ela é muito boa nisso. Então o que você faz é aquecer este aço, derreter o betume, e o betume fluirá para dentro destas microfissuras, e os pedriscos estão novamente fixadas à superfície.

Hoje eu usei um micro-ondas porque eu não posso trazer a grande máquina de indução aqui no palco. Então o micro-ondas é um sistema parecido. Desta forma eu coloquei a amostra dentro, e vou retirá-la agora para ver o que aconteceu. Portanto esta é a amostra saindo agora.

Eu disse que nós temos uma máquina industrial assim no laboratório para aquecer as amostras. Nós testamos muitas amostras lá, e então no governo, eles realmente viram nossos resultados, e pensaram:

Bem, isto é muito interessante. Nós temos que tentar isto.

Então doaram um pedaço de rodovia para nós, 400 metros da A58, onde nós tivemos que realizar uma faixa de teste para testar este material. Então foi o que nós fizemos aqui. Vocês veem onde nós estávamos realizando o teste na estrada, e depois, claro, esta estrada durará por muitos anos sem qualquer dano. Isto é o que nós sabemos pela prática. Pegamos então diversas amostras desta estrada e as testamos no laboratório. Então, nós envelhecemos as amostras, colocamos bastante carga nelas, as reparamos com nossa máquina de indução, e as reparamos e testamos novamente. Nós podemos repetir isto muitas vezes. Portanto a conclusão desta pesquisa é que se nós formos na estrada a cada quatro anos com nossa máquina reparadora - esta é a versão grande - Nós conseguiremos ir na estrada real.

Se nós formos na estrada a cada quatro anos nós podemos dobrar a vida da superfície desta estrada, o que, claro, economiza muito dinheiro.

Bem, para concluir, eu posso dizer que nós fizemos um material usando fibras de aço, a adição de fibras de aço, usando energia de indução para realmente aumentar a vida da superfície da estrada, dobrar a vida da superfície pode até ser feito, então isto realmente economizará muito dinheiro com truques muito simples.

E agora vocês claro devem estar curiosos se isto também funcionou. Então, nós ainda temos a amostra aqui. Está bem quente. Na verdade, ela ainda tem de resfriar primeiro antes que eu possa mostrar a vocês que a reparação realmente funciona. Mas eu farei um teste. Vejamos. Sim, funcionou. Obrigado.

(Aplausos)
[Via BBA]
1 Comments
Disqus
Fb Comments